Relatório Valoração do Jardim Botânico da Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte

Considerando que os jardins botânicos são importantes instrumentos para a preservação de espécies ameaçadas, atividades recreativas e desenvolvimento de pesquisa, é legítima a preocupação com sua manutenção e disseminação. A valoração econômica ambiental pode ser uma ferramenta metodológica importante para gestão de espaços dessa natureza, uma vez que traduz em valores monetários os diversos serviços ecossistêmicos prestados.
A Universidade Federal Fluminense, em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte, realizou um estudo sobre a  Valoração do Jardim Botânico da Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte (JB/FZB-BH).
O estudo relatou os resultados obtidos pela aplicação do método do custo de viagem ao JB/FZB-BH, para estimar o valor anual de seus serviços ecossistêmicos. 
Por meio da aplicação de questionários, foram coletadas informações socioeconômicas a respeito das despesas incorridas pelos visitantes para, por exemplo, se deslocarem até o local, o que permitiu a estimação da curva de demanda pelos serviços recreativos do JB/FZB-BH. 
Os valores estimados para o uso recreativo anual do JB/FZB-BH foram de R$ 109.021.816,60 e R$115.481.256,00, dependendo da forma funcional do modelo usado para estimação da curva de demanda pelos serviços recreativos do JB/FZB-BH.
Mais informações:
http://goo.gl/KdQ67 (em inglês)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Pesquisar

Últimos posts

Arquivo de postagens

Siga o CRBio-04

Rolar para cima