Com 1.500 fotos, Biólogo suíço tem maior banco de dados sobre tubarão branco

Uma equipe de cientistas liderada por uma universidade britânica está desenvolvendo um sistema de informática destinado a identificar cada um dos membros de um dos predadores mais temidos do mundo, o grande tubarão branco, a partir de imagens tiradas das barbatanas dorsais do animal.

A Universidade de Bristol está desenvolvendo um software que automaticamente irá reconhecer individualmente as barbatanas dorsais dos tubarões que cruzam os oceanos do mundo.

O biólogo marinho suíço Michael Scholl, fundador e diretor da “White Shark Trust”, fotografou mais de 1.500 tubarões brancos ao longo de mais de 10 anos. Seu banco de dados é o maior mundo sobre o grande predador e será a base para o novo sistema, segundo a agência “Barcroft Media”.

Fonte: G1

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Pesquisar

Últimos posts

Arquivo de postagens

Siga o CRBio-04

Rolar para cima