Baleia é desencalhada no Rio Grande do Sul

Uma baleia jubarte de 11 metros de comprimento – pesando de 20 a 25 toneladas – foi desencalhada na tarde desta terça-feira em Capão da Canoa (135 km de Porto Alegre), no litoral do Rio Grande do Sul. Desde domingo (22) ela estava presa em um banco de areia, próximo à praia.

A operação de resgate envolveu mergulhadores, biólogos, bombeiros e até embarcações da Petrobras e guindastes da prefeitura.

O trabalho durou todo o dia. Mergulhadores prenderam uma cinta no entorno do cetáceo e puxaram com rebocadores. A maré alta ajudou a liberá-la.

Agora os biólogos vão monitorar se a baleia voltará ao mar sozinha ou se poderá encalhar de novo na areia.

Segundo o biólogo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e coordenador das equipes de resgate, Maurício Tavares, baleias jubartes são comuns no litoral brasileiro, mas no Rio Grande do Sul, a maior incidência é de baleias francas. “As jubartes, quando chegam no litoral brasileiro, passam longe da costa, em direção à Fernando de Noronha [PE]. Como essa se aproximou demais, suspeitamos que esteja doente”, diz.

Fonte: Bol

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Pesquisar

Últimos posts

Arquivo de postagens

Siga o CRBio-04

Rolar para cima