Parceria amplia proteção à biodiversidade ameaçada em Minas

Por Junia Oliveira – Estado de Minas

Minas Gerais amplia a proteção à sua biodiversidade. Intensificação das pesquisas e projetos de identificação e conservação da fauna e da flora estão na ponta das discussões. O Instituto Estadual de Florestas (IEF) e a Fundação Biodiversitas assinaram nesta segunda-feira um termo de cooperação técnica para a efetivação de uma série de ações. Uma delas é a publicação do Livro Vermelho de Minas, com informações completas sobre a situação dos animais e da vegetação. Também foi apresentada a revisão das listas de espécies da flora e fauna de Minas ameaçadas de extinção. O trabalho é o resultado de estudos encomendados pelo IEF à Fundação Biodiversitas, em parceria com a Conservação Internacional (CI-Brasil).

O número é assustador: 1,4 mil espécies estão em perigo, sendo 273 animais e 1.127 plantas. Desde 1995, quando foi homologada a primeira lista, houve aumento de 54% no número dos bichos em processo de vulnerabilidade. Os especialistas atribuem o crescimento a dois fatores principais: aumento das pesquisas e do conhecimento sobre a situação dos espécimes e a destruição do meio onde vivem, por desmatamento, poluição e comércio ilegal.

Entre os animais ameaçados de extinção estão a arara-azul-grande (Anodorhynchus hyacinthinus), o lobo-guará (Chrysocyon brachyurus) e a minhocuçu ou minhoca-gigante (Rhinodrilus fafner). Entre as plantas estão a orquídea (Cattleya walkeriana), a araucária (Araucaria angustifolia) e o cacto (Tacinga werneri).

O objetivo das listas vermelhas é obter conhecimento maior da biodiversidade, ter um documento que permita conter o tráfico e o comércio ilegal de espécies e ser um instrumento de avaliação da conservação, além de influenciar a busca de políticas públicas e privadas voltadas à proteção dos exemplares ameaçados.

Fonte: Uai

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Pesquisar

Últimos posts

Arquivo de postagens

Siga o CRBio-04

Rolar para cima