Filhotes de ave matam adversários e os imitam para obter comida

Pesquisadores relatam que o pássaro-do-mel, uma pequena ave de origem africana, age como o personagem de “O Médico e o Monstro”. Ao mesmo tempo que ajuda os seres humanos a localizar colmeias de abelhas, ele age como parasita e exibe um lado enganador.
A ave serve de guia até as colmeias porque se alimentam da cera remanescente da abelha quando o mel é retirado. Mas, em se tratando das suas relações com um outro pássaro, o abelharuco, seu comportamento muda radicalmente.
O pássaro-do-mel deposita seus ovos em ninhos do abelharuco. Quando os filhotes eclodem, eles espetam os adversários com o bico e os sacodem até a morte.
A zoóloga Claire Spottiswoode, da Universidade Cambridge e da Universidade da Cidade do Cabo, e seus colegas relatam suas pesquisas na edição atual da revista “Biology Letters”.
Eles também descobriram que os filhotes do pássaro-do-mel imitam o piado de uma ninhada inteira de abelharucos.
Após terem matado seus irmãos adotivos, os filhotes enganam a mãe fazendo-a pensar que continua alimentando a sua prole.
Essa ação nunca havia sido observada antes em um ambiente natural, já que os ninhos dos pássaros-do-mel são difíceis de observar. Mas Spottiswoode e a equipe conseguiram filmar o comportamento dos recém-nascidos na Zâmbia usando câmeras infravermelhas.
Os pássaros-do-mel parecem manifestar esse comportamento parasítico nos ninhos de pelo menos outras quatro espécies de pássaros.
Spottiswoode agora estuda como ocorreu essa adaptação particular no comportamento que permite explorar as espécies hospedeiras.
Fonte: NEW YORK TIMES
Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Pesquisar

Últimos posts

Arquivo de postagens

Siga o CRBio-04

Rolar para cima