Equipe acha restos de marsupial gigante de pelo menos 50 mil anos

Uma equipe de paleontólogos descobriu em uma remota região do norte da Austrália os restos de um diprotodonte, marsupial gigante que povoou o planeta há pelos menos 50 mil anos, informou nesta segunda-feira a imprensa local.
“O que vimos são os restos do maior marsupial que habitou o planeta, um animal de três toneladas de peso que passeou por estas terras entre 50 mil a 2 milhões de anos atrás”, disse Michael Archer, um de seus descobridores, à emissora local “ABC”.
A equipe do professor Archer desenterrou os restos do também chamado “wombat gigante” na remota localidade de Bruketown, situado no estado australiano de Queensland.
O diprotodonte era um marsupial da era do Pleistoceno que caminhava em quatro patas e se parecia com o wombat, embora tivesse tamanho de um rinoceronte ou um hipopótamo.
Estes animais de três metros de comprimento e dois de altura tinham um par de incisivos salientes, mas eram herbívoros e habitavam as florestas abertas e semiáridos planos da Austrália.
Com o achado, os paleontólogos acreditam que poderão armar o mais completo esqueleto de um diprotodonte.
Fonte: EFE
Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Pesquisar

Últimos posts

Arquivo de postagens

Siga o CRBio-04

Rolar para cima