Pesquisa sobre aves é premiada

Biólogo, Willian Menq, ganha prêmio Helmut Sick em Congresso de Ornitologia
Oito espécies da ordem Strigiformes, que inclui aves de rapina noturnas, tais como corujas, mochos, urutaus, curiangos e noitibós, foram objeto de um estudo feito pelo biólogo Willian Menq e apresentado XVIII Congresso Brasileiro de Ornitologia, que ocorreu este mês no campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).
Ele terminou por conquistar o prêmio Helmut Sick na categoria Comunicação Oral – Estudante de Pós-Graduação. O evento é um dos mais importantes da área e contou com a participação de pesquisadores de vários pontos do Brasil.
O pesquisador se debruçou sobre a ecologia da comunidade de corujas da Reserva Biológica (Rebio) das Perobas, no Paraná. As oito espécies estudadas por ele correspondem a 47% da riqueza conhecida para o Estado.
Entre elas merecem destaque o mocho-dos-banhados (Asio flammeus) e a coruja-do-mato (Strix virgata), ambas listadas no Livro Vermelho da Fauna Ameaçada do Paraná.
A ordem Strigiformes é formada essencialmente caçadoras eficientes, que usam com maestria seus olhos extremamente aguçados e movimentos rápidos para cercar suas presas.
Além disso, são extremamente atentas ao ambiente em que vivem, podendo girar sua cabeça em até 270° e voar silenciosamente devido a penas muito macias e numerosas que compõem suas asas. São aves tímidas, geralmente solitárias, consideradas entre os predadores mais sofisticados do mundo.
Fonte: EPTV
Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Pesquisar

Últimos posts

Arquivo de postagens

Siga o CRBio-04

Rolar para cima