Transformação de dejetos de animais em fertilizantes gera vantagens econômicas e ambientais

O Sebrae do Distrito Federal falou sobre a transformação dos dejetos de animais em fertilizantes, durante a AgroBrasília, na Cooperativa Agropecuária da Região do DF (Coopa-DF), nessa quarta, dia 18. Segundo o Sebrae-DF, as vantagens são econômicas e ambientais, pois os custos com fertilizantes químicos são altos e os resíduos dos animais podem gerar poluição se descartados de maneira errada.
O biólogo Piktor Souza e o engenheiro agrônomo Luiz Ghesti, falaram sobre os resultados na utilização da técnica, que permite a redução na utilização de fertilizantes químicos.
– É preciso estabelecer critérios na utilização de fertilizantes e no descarte de dejetos dos animais, pois podem ser nocivos quando descartados de forma errada – ressalta Piktor.
Além dos dejetos de aves, a técnica de fertilização também pode ser usada com resíduos de suínos. Os resultados alcançados são semelhantes.
– O fertilizante a base de dejeto de animais registra casos de aumento da produtividade, além de aumentar a umidade do solo, a microfauna que ajuda na fertilidade, evita erosão, mantém os nutrientes mais perto da superfície, além de poder ser produzido pelo próprio agricultor, usando as técnicas corretas – destaca Ghesti.
Fonte: Agência Safras
Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Pesquisar

Últimos posts

Arquivo de postagens

Siga o CRBio-04

Rolar para cima