CRBio-07 fez reunião em São J. Patrocínio

No último final de semana, a cidade de São Jorge do Patrocínio sediou a 27ª Reunião Plenária do Conselho Regional de Biologia 7ª Região – CRBio-07. A cidade foi escolhida a convite do secretário executivo do CORIPA, Erick Caldas Xavier que também é conselheiro do CRBio, em razão do perfil ambiental do município: 100% de coleta seletiva tanto na cidade quanto nas áreas rurais; 60% da área do município inserida em áreas protegidas; coleta de água da chuva em prédios públicos e 100% da mata ciliar do município isolada e em processo de recuperação, como informou aos conselheiros visitantes a secretária de Meio Ambiente do município, Gisele Petinelle, que ainda discorreu sobre o ICMS Ecológico do município que representa 70% da arrecadação, sobre o aterro sanitário municipal que foi construído com recursos próprios e é uma referencia na região.
A reunião contou com a presença do prefeito municipal Cláudio Palozi, que recebeu os membros do conselho, todos biólogos de importante atuação no Estado do Paraná. Além de discutir assunto internos do próprio CRBio, a reunião foi a oportunidade para os biólogos presentes aproveitarem para tirar dúvidas comuns como, por exemplo, sobre a atuação do profissional que cursou licenciatura e pretende atuar como Biólogo.
O conselheiro presidente, Rogério Duílio Genari, informou sobre a resolução do Conselho Federal de Biologia que tem como exigência para que o profissional possa se inscrever no conselho e atuar como biólogo, que o curso, seja de licenciatura ou de bacharelado possua no mínimo 2.400 horas de conteúdo biológico.
CODIGO FLORESTAL
O vice-presidente do CRBio, Jorge Augusto Callado Afonso, que até recentemente foi o secretário de estado de Meio Ambiente na gestão do ex-governador Orlando Pessuti, relatou a nota técnica do CFBio encaminhada ao Relator do projeto de lei, a respeito da discussão do Código Florestal Brasileiro, baseado em estudo da biota Fapesp a respeito do tema. Lembrou que o parecer do CFBio pode representar a posição da categoria de classe e que essa nota será publicada no site do CRBio-07 para lembrar aos Biólogos sobre o trabalho do sistema CFBio-CRBios sobre o assunto.
Gisele Petinelle ressaltou que o poder público por anos tem se esforçado junto à população da região para a averbação da reserva legal e que existe uma preocupação por parte dos agricultores em torno da discussão sobre o código florestal, principalmente com o futuro das áreas que já foram recuperadas com muito custo pelos produtores rurais que em sua maioria são agricultores familiares e que já fizeram a regularização ambiental de suas propriedades.
HIDRELÉTRICAS NO RIO PIQUIRÍ
O conselheiro do CRBio e secretário executivo do CORIPA, Erick Xavier, informou aos presentes que há intenções de se construir barragens no rio Piquiri, área de influência de grande importância para o rio Paraná. Frisou que o Ministério Público pretende formar uma rede para acompanhar a eventual construção de barragens no Piquiri, solicitando informações sobre o andamento no processo. Segundo, César Augusto Koczicki do Instituto Ambiental do Paraná, trata-se de um estudo prévio do potencial hidrelétrico do rio e informou que é possível realizar consulta ao site da ANEEL para acesso ao inventário hidrelétrico na bacia do Piquiri, reforçando a necessidade de acompanhamento dos processos. Ao final da reunião os membros da reunião plenária foram convidados a conhecer as belezas do Parque Nacional de Ilha Grande do ultimo trecho do rio Paraná livre de barragens.
Fonte: Umuarama Ilustrado
Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Pesquisar

Últimos posts

Arquivo de postagens

Siga o CRBio-04

Rolar para cima