Sal pode regenerar cauda amputada de girinos, afirma estudo

Uma solução de sódio ajuda a regenerar a cauda amputada de girinos, segundo uma pesquisa publicada no “Journal of Neuroscience”. A descoberta é significativa, já que um estudo mais aprofundado pode ajudar cientistas a desenvolver tratamentos para a medula espinhal e membros humanos, salientou o autor, o biólogo Michael Levin.
Os cientistas administraram uma droga nos girinos que estimou a ação de íons de sódio nas celulas afetadas. O resultado é que, depois de 18 horas, o local amputado deu origem à regeneração.
Os tecidos não costumam se regenerar muitas horas depois que o dano está feito ou quando a região cicatriza. E, embora os girinos possam naturalmente regenerar caudas perdidas, essa habilidade diminui com a idade.
Segundo Levin e equipe, da Universidade Tufts, em Massachussets (EUA), os íons de sódio parecem recuperar essa habilidade.
O canal conhecido como NaV1.2. é responsável pelo transporte do sódio para as células danosas com o propósito de regeneração. Quando está bloqueado, o processo também é interrompido e falha.
Se o tratamento regenerativo for desenvolvido para humanos, pode revolucionar o campo médico, com crianças que poderiam ter dedos regenerados –o mesmo não se aplicaria aos adultos.
Agora os pesquisadores querem entender por que o sal incentiva a regeneração e quais os efeitos de uma infusão.
Fonte: THE NEW YORK TIMES
Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Pesquisar

Últimos posts

Arquivo de postagens

Siga o CRBio-04

Rolar para cima