Mackenzie defende criacionismo em aulas de ciências

O Instituto Presbiteriano Mackenzie, que abrange uma universidade e uma das escolas mais tradicionais de São Paulo, agora assume oficialmente sua posição criacionista, aquela que defende que foi Deus quem criou o universo. A informação é do blog Ciência em Dia, comandado pelo colunista da Folha Marcelo Leite.

De acordo com o jornalista, a direção do Mackenzie não nega os avanços da biologia trazidos pelo darwinismo, mas acredita que é preciso ensinar a seus alunos que há outra explicação, de fundo religioso, para a origem das espécies.

Na escola, a doutrina criacionista é apresentada nas aulas de religião e nas de ciências. O texto postado no blog informa que, neste ano, uma série de apostilas adaptadas de material da Associação Internacional das Escolas Cristãs foi usada nos três primeiros anos do ensino fundamental 1.

Utilizadas por crianças entre seis e nove anos, a coleção se chama “Crescer em Sabedoria”. Na apostila de ciências, um dos itens recebe o título de “O Plano de Deus Para os Ambientes”.

Ainda de acordo com o blog, a direção do Mackenzie justifica a omissão da evolução por seleção natural na apostila argumentando que o tema está previsto apenas para o ensino fundamental 2.
O texto de Marcelo Leite na íntegra está disponível apenas para assinantes Folha ou UOL no link:
https://acesso.uol.com.br/login.html?dest=CONTENT&url=http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ciencia/fe3011200805.htm&COD_PRODUTO=7

Fonte: Folha Online

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Pesquisar

Últimos posts

Arquivo de postagens

Siga o CRBio-04

Rolar para cima