Governo de Minas autoriza repasse de recursos para institutos de ciência e tecnologia

O vice-governador Antônio Anastasia, o secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, Alberto Duque Portugal, e o presidente da Fapemig, Mario Neto Borges, assinam, nesta terça-feira, às 17h30, a autorização para repasse de recursos referentes à criação dos 12 institutos nacionais de ciência e Tecnologia (INCTs) com sede em Minas Gerais. Oito deles serão coordenados pela UFMG, que receberá R$ 48,4 milhões para implantá-los. A cerimônia será realizada no Auditório da Associação Médica de Minas Gerais (Avenida João Pinheiro, 161).

A criação dos institutos receberá investimentos de cerca de R$ 523 milhões em todo o país, o maior valor disponível para uma chamada pública para apoio à pesquisa no País. Ela conta com parceria da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), e as Fundações de Amparo à Pesquisa do Amazonas (Fapeam), do Pará (Fapespa), de São Paulo (Fapesp), Minas Gerais (Fapemig), Rio de Janeiro (Faperj) e Santa Catarina (Fapesc), Ministério da Saúde, Petrobrás e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A Região Sudeste sedia 63 Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia, sendo 35 em São Paulo, 16 no Rio de Janeiro e 12 em Minas Gerais.

Leia mais sobre os institutos nacionais de ciência e tecnologia coordenados pela UFMG no link:
http://www.ufmg.br/boletim/bol1638/4.shtml

Fonte: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Pesquisar

Últimos posts

Arquivo de postagens

Siga o CRBio-04

Rolar para cima