Governo confirma meta de reduzir desmatamento da Amazônia em até 40%

Por LORENNA RODRIGUES & RENATA GIRALDI

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assina nesta segunda-feira (1º) o Plano Nacional Sobre Mudança no Clima, com ações para a preservação do ambiente até 2017. O Ministério do Meio Ambiente incluiu metas numéricas no plano que já havia sido divulgado. A principal delas é a redução do desmatamento da Amazônia em 40% até 2010 –considerando o período entre 2006 e 2010– e em 20% em cada quadriênio seguinte até 2017.

Segundo o documento, isso evitará a emissão de 4,8 bilhões de toneladas de dióxido de carbono. ‘Nós vamos ter ações de prevenção e adaptação. Mesmo tomando algumas medidas, algum efeito as mudanças climáticas vão ter, produto de erros dos últimos cem anos. Erros graves, voracidade e irresponsabilidade’, disse o ministro Carlos Minc (Meio Ambiente), antes do lançamento do plano.

Também está no planto a meta de dobrar a área de floresta plantada até 2020, passando dos atuais 5,5 milhões de hectares para 11 milhões de hectares —sendo que 2 milhões das árvores têm de ser de espécies nativas.

Na área de energia, está prevista a criação de uma política de eficiência energética, para reduzir o consumo de energia elétrica em 10% até 2030, a troca de 1 milhão de geladeiras antigas por ano nos próximos 10 anos e eliminação do emprego do fogo no corte de cana-de-açúcar.

Fonte: Folha Online

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Pesquisar

Últimos posts

Arquivo de postagens

Siga o CRBio-04

Rolar para cima