Uma dívida injusta!

Ao Sr. Presidente o CRBio-4, Gladstone Corrêa de Araújo; 16/06/2008


Venho através desse email, repartir uma aflição que tenho sentido em relação a uma determinação do CRBio-4. Há alguns dias atrás enviei-lhe email relatando o meu caso, mas ainda não obtive resposta.
Sou professora de biologia ha muitos anos e só exerci atividades ligadas ao magistério. Quando recém formada, eu morava em Minas Gerais e fiz inscrição nesse CRBio. Só que desde que me formei não exerci atividades ligadas a pesquisa ou outra qualquer que gere compromisso com a mensalidade. Reconheço que deveria ter cancelado minha inscrição. O CRBio vem cobrando uma dívida que não acho justa, pois provei através de documentos, como contracheque de servidora estadual, professora 40 h que não exerço atividades que me enquadre como bióloga. Fizeram a proposta de parcelar a dívida, mas além de eu ser arrimo de família, pois sustento dois filhos pequenos um de 3 e outra de 2 anos, eu não acho justo pagar por dívida que está incidindo sobre atividades que não exerci e eu consigo provar isso.
Acho que o justo era pagar uma multa pelo não cancelamento da inscrição e não pagar as mensalidades. Posso provar a minha situação funcional, renda e meu vínculo familiar, provando os meus compromissos financeiros com os meus filhos etc…
Espero que repensem nessa decisão, pois eu não tenho condições de pagar essa “dívida” nem de forma parcelada!

Sem mais, aguardo retorno.

Obrigada

Rosimeri Bruno Lopes


Abra sua conta no Yahoo! Mail, o único sem limite de espaço para armazenamento!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Pesquisar

Últimos posts

Arquivo de postagens

Siga o CRBio-04

Rolar para cima