segunda-feira, 30 de novembro de 2015

ATOBio realiza Assembleia com palestra de conselheira do CRBio-04


A Associação Tocantinense de Biólogos convida todos os sócios, demais biólogos e estudantes de Biologia do Tocantins para a II Assembleia Geral da ATOBio. A programação inclui uma palestra da conselheira do CRBio-04 Meriele Rodrigues, com o tema “Anotação de Responsabilidade Técnica-ART”.

Haverá, ainda, apresentações sobre as ações e eleições da ATOBio, além de uma apresentação cultural. A Assembleia será realizada na próxima segunda-feira, dia 07/12, às 19h, no auditório da UNITINS (108 Sul, Al. 11, lote 3).

O que está em jogo na COP21?


Um estudo divulgado pela Oxfam, organização internacional dedicada ao combate à pobreza e à injustiça no mundo, traz dados alarmantes sobre a evolução das mudanças climáticas.

Segundo a Oxfam, as metas atuais de redução de emissões de gases de efeito estufa ainda podem levar a um aumento de 3ºC na temperatura do planeta até 2050. Se isso ocorrer, os custos anuais dos países em desenvolvimento para se adaptarem à mudança alcançarão a cifra de US$ 790 bilhões.

Na Conferência do Clima de Copenhague, seis anos atrás, foram prometidos aos países em desenvolvimento USS$100 bilhões por ano para auxiliar no combate às mudanças climáticas e em medidas para se adaptar às suas consequências. Entretanto, segundo cálculo da Oxfam, o valor dividido pelo número de pequenos fazendeiros desses países representa US$3 para cada um por ano.

O estudo completo (em inglês) da Oxfam pode ser acessado aqui: https://goo.gl/VtPw1L

A entidade também lançou uma campanha online #eyesonParis, promovendo o engajamento nas redes sociais em torno das discussões que estão ocorrendo em Paris, sede da COP21. Saiba mais sobre esse movimento aqui: https://goo.gl/OXvqmk


Curso de Cadastro Ambiental Rural e Novo Código Florestal


A Verde-Nativo Cursos e Consultoria Ambiental realiza, nos dias 05 e 06 de dezembro, o curso de Cadastro Ambiental Rural e Novo Código Florestal. A carga horária é de 25 horas e prevê:

- Introdução ao Cadastro Ambiental Rural e Novo Código Florestal
- Principais conceitos
- O que é CAR, qual sua importância e benefícios de se cadastrar
- Classificação dos imóveis rurais para fins de aplicação da Lei
- Plano de Regularização Ambiental - PRA: o que é e quando aderir a ele
- Conceitos sobre Passivo Ambiental, Compensação de Área Degradada
- Recomposição Florestal, Área Consolidada, Área de Preservação Permanente, Reserva Legal entre outros
- Estudo das informações que serão pedidas pelo CAR
- Identificação de áreas de topo de morro e demais áreas de proteção ambiental
- Apresentação do CAR/SICAR
- Biomas
- Estudo de Caso

O curso custa R$390,00, incluindo hospedagem, alimentação, material didático e certificado. O valor pode ser dividido em até 18 vezes via PagSeguro. O treinamento será ministrado em uma fazenda na zona rural de Esmeraldas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Interessados podem solicitar transporte de BH até o local.

Para mais detalhes e para se inscrever, acesse o site: http://goo.gl/mQnc7b


sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Curso de Geoprocessamento com ArcGis e Qgis


A Associação dos Engenheiros Agrimensores no Estado de Minas Gerais (ASSEAGRI MINAS) promove, nos dias 11 e 12 de dezembro, o Curso Teórico e Prático de Geoprocessamento com ArcGis (versão 10) e Qgis (utilização em conjunto com o Cadastro Ambiental Rural). As aulas serão realizadas em Belo Horizonte, das 9h às 17h.

Biólogos com registro no CRBio-04 têm desconto no valor do curso - de R$350,00 por R$300,00, incluso material didático e certificado de participação. As turmas são reduzidas e com apenas um aluno por computador.

Interessados podem entrar em contato pelo site http://www.asseagrimg.com.br/ ou pelo telefone (31)  3421-2565.

UNA promove debate sobre Impactos Ambientais em Barragens de Rejeitos Minerários



O Núcleo de Meio Ambiente da pós-graduação UNA promove, neste sábado, dia 28//11, uma roda de debate acadêmico com o tema "Impactos Ambientais em Barragens de Rejeitos Minerários". Biólogos, geógrafos e uma advogada discutirão com os participantes assuntos como:

- Princípios da Prevenção e Precaução
- Impactos causados por acidentes
- Valoração econômica e danos ambientais
- Reparação da degradação ambiental

O evento será realizado às 9h, no Campus João Pinheiro II (Av. João Pinheiro, 515 / Funcionários-BH). Para mais informações e inscrição: flavia@razaoconsultoriaambiental.com.br.

(clique na imagem para abri-la em tamanho maior)

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Duas vagas em concurso da Universidade Federal de Uberlândia

Serão abertas na próxima terça-feira, dia 01/12, as inscrições para concurso público da Universidade Federal de Uberlândia (MG). A UFU está ofertando duas vagas, em editais distintos:

Área: Botânica
Subárea: Sistemática Filogenética de Plantas
Exigência: Graduação em Ciências Biológicas com título de Doutor em Botânica, Biologia Vegetal, Biodiversidade Vegetal ou Ciências Biológicas (Botânica) com tese na temática de Sistemática de Angiospermas
Edital: http://www.editais.ufu.br/node/3130

Área: Bioquímica
Exigência: Graduação em Áreas Biológicas, Agrárias e da Saúde com Doutorado em Bioquímica
Edital: http://www.editais.ufu.br/node/3135

O concurso se dará em duas etapas: a primeira consiste de prova escrita de caráter classificatório e eliminatório. Já a segunda, apenas de caráter classificatório, se divide em prova didática e apreciação de títulos.

As vagas são em regime de dedicação exclusiva e o salário é de R$ 8.639,50, além de Auxílio Alimentação no valor de R$373,00. As inscrições devem ser feitas pelo site http://www.portal.prograd.ufu.br e se encerram no dia 15 de dezembro.

Consulta Pública sobre uso de roedores e lagomorfos em pesquisas



Está aberta Consulta Pública do Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (CONCEA) para que interessados apresentem sugestões ao texto "Procedimentos – Roedores e Lagomorfos mantidos em instalações de instituições de ensino ou pesquisa científica". O documento é mais um capítulo do Guia Brasileiro de Produção, Manutenção ou Utilização de Animais em Atividades de Ensino ou Pesquisa Científica.

O texto trata das condições de alojamento e manejo de camundongos, cobaias, coelhos, hamsters e ratos utilizados em atividades didáticas e/ou pesquisas. As sugestões devem ser enviadas em formulário próprio até o dia 31 de dezembro. O e-mail para envio é consultapubl.concea@mcti.gov.br.

O texto original pode ser consultado aqui: http://goo.gl/t7s1h6

CONCEA publica resoluções sobre primatas, anfíbios e serpentes


O Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (CONCEA) publicou, há dez dias, duas resoluções que tratam da manutenção de animais em instalações de instituições de ensino ou pesquisa científica. A RN nº 28 versa sobre primatas não humanos e a RN nº 29 sobre anfíbios e serpentes. Ambos os textos fazem parte do Guia Brasileiro de Produção, Manutenção ou Utilização de Animais em Atividades de Ensino ou Pesquisa Científica.

As normas definem detalhados parâmetros para captura desses animais, suas instalações, alimentação, causas e tratamentos de doenças comuns, higienização, inspeções e procedimentos para uso em pesquisas e ensino, entre outros. Os objetivos das normas do CONCEA são priorizar o bem-estar animal e minimizar a dor e as consequências negativas da manipulação dos animais.

Resolução Normativa nº 28: baixa o Capítulo "Primatas não humanos mantidos em instalações de instituições de ensino ou pesquisa científica" do Guia Brasileiro de Produção, Manutenção ou Utilização de Animais em Atividades de Ensino ou Pesquisa Científica. 

Resolução Normativa nº 29: baixa o Capítulo "Anfíbios e serpentes mantidos em instalações de instituições de ensino ou pesquisa científica" do Guia Brasileiro de Produção, Manutenção ou Utilização de Animais em Atividades de Ensino ou Pesquisa Científica.

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Treinamento gratuito para análises bioestatísticas




A Bocaina Biologia da Conservação e a Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade do Instituto de Pesquisas Ecológicas (ESCAS/IPÊ) estão oferecendo treinamento online gratuito do software de análises bioestatísticas R.

O treinamento tem como base o método de ensino do Prof. Marcos Vital (UFAL) e tem duração de dez semanas. Eis alguns tópicos que serão abordados:

- delineamento amostral
- testes de hipóteses
- testes não paramétricos
- análises de cluster e de ordenação
- permutação de matrizes
- medidas e estimativas da diversidade biológica
- autocorrelação espacial
- elementos básicos de SIG no R

O curso online começa nesta quinta-feira, 26 de novembro. As inscrições são totalmente gratuitas, e para se cadastrar basta informar um e-mail válido: http://goo.gl/6Sk5gJ.

Descontos em cursos preparatórios no IFAR



O Instituto de Estudos Farmacêuticos (IFAR) está realizando promoção com descontos de até 70% em todos os seus cursos preparatórios presenciais e a distância. A promoção é válida para matrículas até o dia 30/11. O IFAR conta com duas unidades em Brasília. Além dos preparatórios o Instituto também oferece cursos de pós-graduação lato sensu (esses não fazem parte da promoção vigente).

Para conhecer mais sobre os cursos, valores e condições: http://goo.gl/s0feIP.

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Terça com pragas: roedores sinantrópicos


A Associação Mineira das Empresas Controladoras de Pragas (Minasprag) realiza, no dia 01/12, mais uma edição do Terça com Pragas. O tema será "Biologia, Comportamento e Controle de Roedores Sinantrópicos". O evento ocorre às 17h30, no auditório do CRBio-04 (av. Amazonas, 298 - 15º andar / Belo Horizonte).

A palestra será ministrada pelo biólogo Grijalva Duarte, especialista em controle de pragas e vetores.  A participação é gratuita, mas as vagas são limitadas. Por isso, interessados devem confirmar a participação pelo e-mail: comunicacao@minasprag.com.br.


Treinamento em Resgate, Monitoramento e Destinação de Fauna


O Centro de Treinamento Selvagem em Foco promove, entre os dias 04 e 06 de dezembro, o curso Afugentamento, Resgate, Monitoramento e Destinação da Fauna para Consultoria e Licenciamento Ambiental.

O treinamento oferece 15 vagas, carga horária de 30 horas/aula e será realizado na Reserva Ecológica de Guapiaçu, no Rio de Janeiro.

As inscrições podem ser feitas até esta quarta-feira, dia 25/11, pelo valor de R$380,00. Mais informações: http://goo.gl/3VJoWt.


sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Palavras indígenas nomeiam a maior parte das plantas e animais do Brasil


Crédito: Wilson Dias - CC 3.0

Existem, no Brasil, mais de 200 línguas indígenas registradas, das quais 180 são faladas até hoje. De acordo com a professora da UnB Ana Suelly Cabral, pesquisadora das línguas indígenas, cerca de 80% das palavras que nomeiam as plantas e animais brasileiros são oriundas do Tupinambá (ou Tupi antigo), o mais conhecido idioma nacional nativo.

De acordo com a professora, quando os colonizadores europeus chegaram por aqui não conheciam a enorme variedade da fauna e flora brasileiras. Os índios é que foram apresentando e dando nome aos animais, como por exemplo a capivara, o tamanduá, a cutia, o pirarucú, o jabuti; e às frutas, como o cacau e o cajá.

Conheça algumas palavras de origem indígena que fazem parte do Português do Brasil

Acajá – ou cajá, é o fruto da cajazeira. Do Tupi Guarani: acã-já = o fruto de caroço cheio, graúdo; fruto que é todo caroço.

Aracajú – do tupi-guarani: ará = papagaio; caju (akaiu) = cajueiro dos papagaios. Também pode significar tempo, época do caju.

Babaçu – do Tupi-Guarani: ibá-guaçu = fruto grande.

Baiacu – é como são chamadas diversas espécies de peixes que “incham” quando se sentem ameaçados. Do Tupi-Guarani: grafia antiga maiacu de mbaé-acu = a coisa quente, venenosa, por causa do seu fel.

Barbatimão – do Tupi-Guarani: bar por ibira = árvore; aba-r-emó = aba-t-emó = pênis; a árvore do órgão genital do homem.

Boitatá – gênio que protege o campo e as matas dos incêndios; cobra-de-fogo. Do tupi-guarani: m(baé) – coisa; tatá – fogo; coisa de fogo.

Buriti – do Tupi-Guarani: mbur = alimento; iti = árvore alta; = árvore alta de alimento ou de vida.

Butantã – do Tupi-Guarani: bu (ibi) = terra; tatã (atã, tantã) = muito duro.

Caatinga – do Tupi-Guarani: caá-t-enga = o mato ralo

Cacau – do Náhuatle: cacauatl = caroço

Caiçara – do Tupi-Guarani: caá-içara = a cerca de ramos.

Caipira – do Tupi-Guarani: caaipura = de dentro do mato. Nome que os índios do interior de São Paulo deram aos colonizadores.

Capim – do Tupi-Guarani: caá=folha; pií=fino, delgado.

Capivara – do Tupi-Guarani: “kapii’ guara” - comedor de capim

Capoeira – do Tupi-Guarani: co-poera = roça velha.

Carioca – do Tupi-Guarani: kari`= branco; oka = casa. Casa do branco.

Catuaba –  do Tupi-Guarani: caá = planta, folha, mato + tuã = taludo + ibá = árvore.

Cipó – do Tupi-Guarani: ici-fila; pó-fileira. Nome genérico de todas as plantas de hastes finas e flexíveis que servem para atar; plantas trepadeiras que pendem das árvores; embira.

Copacabana – de origem quechua. Significa “olhando o lago”. A palavra original é kupa kawana.

Curitiba – do Tupi-Guarani: Curi = pinhão; Tiba = lugar.

Curumim – palavra de origem tupi, e designa, de modo geral, as crianças indígenas.

Cutia – do Tupi-Guarani: a-coti = indivíduo que se assenta para comer.

Embiruçu – do Tupi-Guarani: ibira-uçu – árvore de muita estopa (Edelweiss).

Erechim – cidade do Rio Grande do Sul – do Kaingáng (Jê) erê-xim – campo pequeno.

Gariroba – do Tupi Guarani guara-iroba = o indivíduo amargo. Palmeira; coco amargoso.

Gororoba – do Tupi-Guarani: guara – arvore; roba – amargo.

Guri – do Tupi-Guarani: guirii – terno, brando. Termo muito usado no Sul do Brasil, para criança do sexo masculino .

Igarapé – do Tupi-Guarani: ir-r´apé = caminho d’água.

Iguatemi – palavra de origem Tupi que significa rio ondulante.

Irapuã – mel redondo (ira = mel, apu`a = redondo, esférico). Dá margem à interpretação como “cacho de abelha”. Também usado para designar algumas abelhas.

Jabuti – do Tupi-Guarani: j-abu-ti=o que nada respira.

Jacaré – do Tupi-Guarani: jaeça-caré = o que olha de banda.

Jenipapo – do Tupi-Guarani: iá-nipaba-fruto de esfregar.

Jericoacoara – do Tupi-Guarani: îurukûá tartaruga-marinha / kûara – toca = Toca das tartarugas.

Jururu – do Tupi-Guarani: juru-ru = pescoço pendido. Triste,abatido, chateado, desiludido

Macuco – do Tupi-Guarani: maa=mbaé-coisa ; cucu =comer muito. Ave brasileira, tinamídea (Tinamus solitarius), muito apreciada por sua carne saborosa; tem o tamanho de uma galinha e vive solitária; encontrável nas matas de todo o país.

Maloca – do Tupi-Guarani: moro-oca = casa de gente. Casa de residência fixa, onde o indígena vive em comum.

Maracanã – do Tupi-Guarani: paracau-aná - pagagaios juntos

Mingau – do Tupi-Guarani: mi-caú = feito de papas.

Mocotó – do Tupi-Guarani: mo-coto = faz que jogue.

Mutirão – do Tupi-Guarani: pitibõ, popitibõ, picorõ = ajudar.

Mutum  – do Tupi-Guarani: mi-pele, plumagem; t-u-negro. O termo ¨mutum ¨ é a designação comum de aves galiformes, da família dos Cracídeos, de hábitos florestais, sendo que várias espécies destas aves estão ameaçadas de extinção. Possuem uma plumagem geralmente negra com topete de penas e bico com cores vistosas.

Oiapoque – do Tupi-Guarani: oia-poc = o que explode ao abrir-se. Nome de uma cidade município e de um rio que banha o estado do Amapá.

Paca – do Tupi-Guarani: paca = ficar alerta.

Paçoca – do Tupi-Guarani: paçoca = coisa pilada.

Pajé – do Tupi-Guarani: pajé = profeta. Pessoa encarregada de realizar rituais e cerimônias religiosas nas tribos indígenas

Pamonha – do Tupi-Guarani: apá-mimõia = envolvido e cozido.

Pereba – do Tupi-Guarani: pere`wa = ferida. Ferida cutânea.

Perereca – do Tupi-Guarani: perereca = andar às tontas.

Pipoca – do Tupi-Guarani: pi(ra)- pele; poca-rebentar; a pele rebentada.

Piranha – do Tupi-Guarani: pirá-anhã = peixe diabo.

Pitanga – do Tupi-Guarani: pi (ra) – tanga – pele tenra .

Quati – do Tupi-Guarani: cuá-cintura;ti-nariz; que se deita para dormir, esconde o focinho na barriga como defesa.

Sapucaí – do Tupi-Guarani: sapucaia-i = rio do galo ou rio que grita.

Saúva – do Tupi Guarani iça-aíba=a formiga má, que destrói as plantas.

Sucuri – do Tupi-Guarani: suú-curi = morde depressa.

Tacacá – do Tupi-Guarani: tacacá – goma, mucilagem. Sopa tradicional da culinária amazônica, mais especificamente paraense.

Tamanduá – do Tupi-Guarani: ta-monduá = o caçador de formiga.

Taturana – do Tupi-Guarani: tata = fogo + rana = semelhante. Espécie de larva recoberta com uma felpa que produz sensação de dor em quem a toca.

Tiririca – do Tupi-Guarani: Tiririca – arrastar-se . Espécie de erva daninha comumente encontrada nos açudes e que se propaga rápidamente.

Tucano – do Tupi-Guarani: tu-can : que bate forte.

Urubu – do Tupi-Guarani: uru – ave grande; bu – negro.

Texto adaptado de Adriana Franzin/EBC Brasil sob a licença Creative Commons 3.0

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Inscrições para Mestrado na UFT



Estão abertas as inscrições, até o dia 11 de dezembro, para o Mestrado em Biodiversidade, Ecologia e Conservação da Universidade Federal do Tocantins (UFT), campus Porto Nacional. Serão oferecidas 21 vagas, distribuídas conforme a demanda entre os docentes do Programa (17 na área de Biodiversidade e 4 na área de Ecologia e Conservação). Os candidatos concorrerão às vagas do orientador pretendido, do qual deverão obter aceite de orientação.

Apesar de não quantificar, o edital afirma que o Programa de Pós-Graduação conta com com bolsas do CNPq e Capes, que serão distribuídas conforme disponibilidade e seguindo a lista de classificação final da seleção.

O processo seletivo se dará em quatro etapas. As etapas I e II (Prova Teórica e Língua Inglesa) são de caráter eliminatório. As etapas III e IV (Proposta de Pesquisa na linha de pesquisa e Currículo) serão de caráter classificatório.

Confira o edital: https://goo.gl/ignS4q.

Curso de Gestão de Recursos Hídricos em Belo Horizonte



O Centro Brasileiro para Conservação da Natureza e Desenvolvimento Sustentável promove, nos dias 09 e 10 de dezembro, o curso Gestão de Recursos Hídricos - Como Gerir Conflitos, em Belo Horizonte.

Entre os tópicos que serão abordados estão técnicas de negociação, definição de necessidades, elaboração de mapa de conflito e uma simulação prática de resolução de conflito.

As inscrições podem ser feitas até a véspera do evento, mas há desconto para quem se inscrever até o dia 01/12. Alunos de graduação também têm direito a 50% de desconto.

Mais informações e inscrições: www.cbcn.org.br/cursos.htm

Manifesto do FENTAS em defesa dos profissionais da saúde


Em função de recentes declarações que desqualificam profissionais de saúde, o Fórum das Entidades Nacionais dos Trabalhadores da Área de Saúde (FENTAS) emitiu um Manifesto em que reafirma a importância de todos os profissionais deste campo de atuação, inclusive biólogos.

Leia o texto completo clicando na imagem abaixo.

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Concurso para o Ministério Público-SP



O Ministério Público de São Paulo está com inscrições abertas para concurso público para o provimento de vagas de Analista Técnico Científico, que abrangem diversas especialidades. Há uma vaga para biólogo, com lotação na Macrorregião I (Capital, Grande São Paulo, Santos e Vale do Ribeira).

É exigido curso superior em Ciências Biológicas, registro no Conselho de Classe e experiência profissional mínima de três anos. O edital afirma que os aprovados ingressarão na Carreira I, Padrão A-01, conforme a  Lei  Complementar  Estadual  nº 1.118/2010, que instituiu o Plano de Carreira dos servidores do MP-SP. Segundo notícia publicada no site do próprio Ministério, o salário inicial dessa carreira é de R$ 11.892,76, para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.

As inscrições vão até o dia 4 de dezembro e custam R$160,00. As provas serão aplicadas no dia 24 de janeiro, exclusivamente em São Paulo (no caso dos biólogos). Haverá aplicação de prova objetiva com questões de Língua Portuguesa, Matemática, Atualidades, Noções de Informática e Conhecimentos Específicos, além de prova dissertativa com estudo de caso.

Edital e inscrições: http://goo.gl/V4e5AL

Imunogenicidade de Biossimilares é tema de encontro em Brasília




Será realizado em Brasília, no dia 23 de novembro, o 4º Encontro do Ciclo de Debates de Biotecnologia. O tema desta edição será Imunogenicidade de Biossimilares – aspectos técnicos e regulatórios. O evento é promovido pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

A proposta é debater os desafios tecnológicos de produção e as questões regulatórias de comercialização, tendo como base as considerações de agências europeias. A palestra magna do evento será proferida pelo pesquisador Huub Schellekens, PhD em imunologia, docente na Universidade de Utrecht e referência mundial em imunogenicidade de biossimilares.

O 4º Encontro do Ciclo de Debates de Biotecnologia ocorrerá no auditório da ABDI (SCN quadra 1 - Bloco D / Ed. Vega Luxury Design Offices, Torre A).

Para se inscrever, envie seu nome completo, e-mail, telefones, instituição, cargo e CPF (para acesso ao prédio) para biotecnologia@abdi.com.br e aguarde confirmação de inscrição. As vagas são limitadas.

Quem se interessar pode assistir aos encontros anteriores no Youtube: https://goo.gl/vRvAip.

terça-feira, 17 de novembro de 2015

O livro acadêmico mais influente de todos os tempos



Uma pesquisa realizada na Inglaterra elegeu os cinco livros acadêmicos mais influentes de todos os tempos. Alguém adivinha a profissão do dono da medalha de ouro?

Pois é, o naturalista/biólogo Charles Darwin, com sua obra A Origem das Espécies, foi eleito com 26% dos votos, superando concorrentes como Einstein, Stephen Hawking, Kant e Marx.

Em entrevista ao jornal inglês The Guardian, o professor da Universidade de Glasgow Andrew Prescott definiu a obra, de 1859, como a "demonstração suprema da importância de livros acadêmicos". "A criação de Darwin mudou a forma como pensamos sobre tudo, não apenas sobre o mundo natural, mas também religião, história e sociedade", complementou.

Para quem ainda não teve a oportunidade de ler e para quem quiser conhecer mais sobre a vida e a produção científica de Charles Darwin, o site http://darwin-online.org.uk/ disponibiliza vasto material gratuitamente. O site e a maior parte do conteúdo estão em inglês, mas é possível fazer o download de alguns textos em português, como o A Origem das Espécies.

Três vagas em concurso público da UFG



A Universidade Federal de Goiás está com inscrições abertas para concurso público para o provimento de três vagas de professor no Instituto de Ciências Biológicas. O salário é de R$ 8.639,50 em regime de dedicação exclusiva e a lotação será em Goiânia.

Veja os detalhes de cada vaga:

Biologia Celular, Histologia e Embriologia
Formação exigida: Graduação em Ciências Biológicas ou em Biomedicina e Doutorado em Biologia Celular e/ou Estrutural e/ou Tecidual (Histologia), com ênfase no estudo de mamíferos
Provas, distribuição de pontos e bibliografia sugerida: http://goo.gl/Fm9HhU

Bioquímica e Biologia Molecular
Formação exigida: Doutorado em Ciências Biológicas ou áreas afins, com área de atuação em Bioquímica e/ou Biologia Molecular
Provas, distribuição de pontos e bibliografia sugerida: http://goo.gl/kGjNPU

Fisiologia Animal e Humana
Formação exigida: Graduação em Ciências Biológicas ou Ciências da Saúde ou áreas afins e Doutorado em Fisiologia ou Farmacologia ou área afim
Provas, distribuição de pontos e bibliografia sugerida: http://goo.gl/s9Ogie

Atenção: diferente do que ocorre na maioria dos concursos, o prazo final para as inscrições e também para o pagamento da guia se encerra às 14 horas do dia 30/11. Portanto, fique atento!

O edital completo está disponível aqui: http://goo.gl/CQQrMp

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Regional Jataí da UFG promove XI SEMABIO




Será realizada, entre os dias 24 e 27 de novembro, a XI SEMABIO, evento promovido pelo curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Goiás - Regional Jataí.

O tema desta edição será “BIOLOGIA, EDUCAÇÃO E SAÚDE - Respeito à vida, busca da preservação e melhoria do meio ambiente”. A programação conta com palestras, mini cursos, mesas redondas, apresentação de trabalhos e atividades culturais.

A programação completa está disponível aqui: https://goo.gl/sDYrnU

Para mais informações, acesse a página do curso no site da UFG: https://goo.gl/p0UD8F

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Goiás debate Plano Estadual de Resíduos Sólidos




O Governo de Goiás, em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG), está promovendo audiências públicas em diferentes municípios para debater e auxiliar na construção do Plano Estadual de Resíduos Sólidos (PERS).

O PERS define estratégias, metas e ações para todo o Estado de Goiás, além de estabelecer as diretrizes para a elaboração dos Planos Municipais de Resíduos Sólidos.

A primeira audiência foi realizada em Caldas Novas, no dia 11 de novembro. Até o fim do ano serão promovidos outros cinco encontros. Confira a agenda:

18/11 - Uruaçu
25/11 - Luziânia
26/11 - Alvorada do Norte
02/12 - Rio Verde
16/12 - Goiânia

Para saber mais informações sobre local e horário das reuniões e também para acompanhar o andamento das discussões, acesse a página do PERS no Facebook: https://www.facebook.com/planoestadualderesiduossolidosgoias/.

Simpósio Internacional de Psitacídeos



O Brasil sediará, pela primeira vez, a 9ª edição do Simpósio Internacional de Psitacídeos. O evento será realizado nos dias 20, 21 e 22 de novembro em Campo Grande-MS.

Entre os temas que serão abordados nas palestras estão os projetos de preservação, tráfico de aves, papel dos zoológicos na preservação de espécies, biotecnologias reprodutivas e reintrodução de aves em seus habitats.

O simpósio reunirá palestrantes brasileiros e internacionais, como a bióloga Yara Barros, diretora do Parque das Aves; Neiva Guedes, presiente do Instituto Arara Azul; Cromwell Purchase, diretor do programa de reprodução da Arara Azul na Al Wabra Wildlife Preservation, no Catar; e Mark Stafford, fundador e presidente da Parrots International.

O valor das inscrições variam de R$200 a R$1.000. O site do evento também oferece pacotes adicionais com excursões para observação de aves, que ocorrerão pré e pós-evento.

Para mais informações, acesse o site: http://www.pisymposium.org/.

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Edital em Botânica para Plano de Manejo


O Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS) abriu seleção para a contratação de Pessoa Jurídica para realização de levantamento e diagnóstico de flora. O trabalho tem por objetivo a elaboração do Plano de Manejo e Georreferenciamento do Parque Natural Municipal (PNM) do Intelecto e do Plano de Manejo e Zoneamento da Área de Proteção Ambiental Municipal (APAM) Santo Antônio – Itabira/MG. 

Requisitos
A equipe da instituição (que poderá ser composta por apenas 1 profissional) deve conter os seguintes perfis:
- formação acadêmica na área de Ciências Biológicas, Agronomia, Engenharia Florestal, Engenharia Ambiental ou áreas afins; - experiência mínima de cinco anos em levantamentos e pesquisas com fitofisionomia e fitossociologia; - experiência em elaboração de relatórios; - facilidade e tranquilidade para trabalhar sob cobrança para o cumprimento de prazos e tarefas; - facilidade para trabalhar em equipe, dinamismo e proatividade, boa expressão verbal e escrita; - senso crítico e capacidade propositiva; - Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) emitida pelo órgão competente. O pagamento da ART está embutido no valor estabelecido em contrato.

O valor total dos serviços será de R$ 14.100,00 incluídos impostos, despesas de logística tais como hospedagem, transporte e alimentação, despesas de escritório e demais custos para realização dos serviços previstos.

Interessados deverão encaminhar os documentos da instituição e os currículos dos profissionais a serem alocados a esse serviço para o e-mail patricia.reis@iabs.org.br até o dia 19 de novembro de 2015.

Para acessar o edital completo, clique aqui.

Novos formulários para uso de animais em pesquisa ou ensino


Em Resolução Normativa publicada no fim de outubro o Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (CONCEA) definiu os novos padrões de formulários para solicitação de autorização de uso de animais em ensino ou pesquisa científica.

Diferentemente do que o CONCEA vinha aplicando até então, agora são dois formulários distintos: um exclusivamente para o uso de animais em experimentação e outro para ensino ou desenvolvimento de recursos didáticos.

 As demais normas continuam em vigor sem alteração:
- os responsáveis devem submeter os formulários ao exame e deliberação das Comissões de Ética no Uso de Animais;
- o uso de animais em ensino ou pesquisa científica só pode ser aplicado em casos de ausência de metodologia alternativa validada para substituição do modelo animal.

 O inteiro teor da resolução pode ser consultado aqui.

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

UFTM abre concurso para professor de Histologia





A Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) está com inscrições abertas para concurso destinado ao provimento de uma vaga para o cargo de professor da disciplina de Histologia. O regime de trabalho é de dedicação exclusiva, com lotação em Uberaba-MG. A remuneração total é de R$ 8.639,50 e a exigência é que o candidato possua Graduação e Doutorado em Ciências Biológicas ou Ciências da Saúde.

A seleção se dará em três etapas: prova teórico-prática, prova didática e análise de títulos. As duas primeiras terão caráter classificatório e eliminatório. Já a análise de títulos será de caráter exclusivamente classificatório. Cada etapa valerá 10 pontos

As inscrições vão até o dia 06/12 e custam R$ 216,00. Aqueles que quiserem tentar a isenção da taxa de inscrição devem realizar o pedido até o dia 20/11. 

Para ter acesso ao edital e seus anexos e para realizar sua inscrição, clique aqui.

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Consulta Pública debate condições de alojamento e manejo de animais




O Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (CONCEA) abriu Consulta Pública para debater as condições de alojamento e de manejo de animais silvestres vertebrados mantidos em cativeiro (ex-situ) para atividades de ensino ou pesquisa científica. 

A consulta tem por objetivo revisar o capítulo "Estudos conduzidos com animais silvestres mantidos fora de instalações de instituições de ensino ou pesquisa científica", do Guia Brasileiro de Produção, Manutenção ou Utilização de Animais em Atividades de Ensino ou Pesquisa Científica.

Por meio desse regramento o CONCEA busca padronizar as exigências de instalações físicas, procedimentos a serem realizados e exigências mínimas de bem-estar durante todo o período de estudo. Enquadram-se como instalações animais contempladas por este capítulo jardins zoológicos, instituições mantenedoras de fauna silvestres regularizadas por órgãos oficiais, criadouros científicos, criadouros comerciais, proprietários particulares, centros de triagem, centros de reabilitação, hospitais, clínicas ou consultórios veterinários  

Interessados devem apresentar suas sugestões preenchendo formulário específico e enviando para o e-mail consultapubl.concea@mcti.gov.br até o dia 10 de dezembro. 

Para conhecer o texto original do Guia que será revisado, clique aqui


Crédito foto: FreeImages.com/Marios Vontas

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Ciclo de atividades do Centro de Extensão em Educação Ambiental de BH


O Centro de Extensão em Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Belo Horizonte está com inscrições abertas para seu ciclo de atividades de novembro. São diversas oficinas, palestras e visitas orientadas que têm como norteadora a Agenda 21 e objetivam levar à população o conhecimento e o debate sobre questões socioambientais. As atividades são gratuitas e voltadas para pessoas a partir dos 16 anos, com exceção da Ecoteca, que é aberta a frequentadores de qualquer idade. Mais informações podem ser obtidas pelo (31) 3277-5199 ou pelo e-mail geeda@pbh.gov.br. Para conhecer mais detalhes das ações e programas de Educação Ambiental da Secretaria, clique aqui.