quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Concurso Público da SEDAM – RO (08 vagas para Biólogos)


Estão abertas as inscrições para concurso público da SEDAM - Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental de Rondônia.

São 08 vagas para Biólogos e o salário é de R$3.000,00.

O local de atuação é nos municípios de Alta Floresta do Oeste, Ariquemes, Distrito de Extrema, Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Pimenta Bueno, Porto Velho e Vilhena.

As inscrições serão recebidas pelo site www.funcab.org, até o dia 23 de março de 2014.

A prova objetiva está prevista para ser aplicada no dia  no dia 13 abril de 2014.

Mais informações:

Processo Seletivo da UFMG (02 vagas para Professor Substituto)


Foi anunciada a abertura das inscrições do processo seletivo da UFMG, que irá contratar dois Professores Substitutos.

Segundo consta no edital 145/2014 os docentes aprovados irão atuar no Instituto de Ciências Biológicas na área de Bioquímica e Imunologia. Portanto, estes candidatos devem possuir Mestrado em Bioquímica, Biologia Molecular, Imunologia ou áreas afins. As remunerações serão de R$ 1.914,58 a R$ 2.700,51, de acordo com a titulação apresentada.

As inscrições devem ser feitas pessoalmente ou por procuração, até o dia 01 de março de 2014, na Secretaria do Departamento de Bioquímica e Imunologia.

Os candidatos serão avaliados por: Análise Curricular, Prova Didática e Entrevista.

Para mais informações, clique aqui

Processo Seletivo UFSJ Centro-oeste Dona Lindu (01 vaga para Professor de Patologia)


O edital 017/2014 da Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ) abre uma vaga de docente, sendo que o profissional contratado atuará no Campus de Centro-oeste Dona Lindu, mediante remunerações de que vão de R$ 2.714,89 a R$ 4.649,65, sob regime de 40 horas semanais.

Para participar os candidatos devem ter, no mínimo, graduação em Medicina, Farmácia, Bioquímica, Enfermagem, Biologia ou áreas afins, caso tenha cursado a disciplina de Patologia II, com mestrado em Patologia ou áreas afins.

As inscrições serão feitas presencialmente até 28 de fevereiro de 2014, na secretaria do Campus, situada na Avenida Sebastião Gonçalves Coelho, nº. 400, bairro Chanadour, Divinópolis.

A previsão é de que as provas iniciem-se em 13 de março de 2014.

Para mais informações, clique aqui

Curso: Métodos em Ecologia e Mapeamento da Biodiversidade



O curso ‘Métodos em Ecologia e Mapeamento da Biodiversidade’ será realizado no dia 12 de abril de 2014, no Parque do Caracol, em Canela (RS).

Salientamos que o período de inscrições já está aberto, as vagas são limitadas e os interessados devem entrar em contato pelo e-mail inedebrasil@yahoo.com.br

Curso Perícia Ambiental



O Centro Brasileiro para Conservação da Natureza e Desenvolvimento Sustentável irá realizar em Belo Horizonte o Curso de Pericia Ambiental, no dia 15 de março 2014 (sábado).

As aulas serão realizadas na Faculdade Fumec (Rua Cobre, 200 - Bairro cruzeiro), de 8h às 12h e das 13h às 17h.

O objetivo do curso é transmitir aos participantes conhecimentos e experiências específicos para o desempenho de funções relacionadas a Perícia Ambiental e como ter acesso a esta atividade.

Informações e inscrições no link:

Pós em Ciência e Tecnologia da Sustentabilidade

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), campus Diadema, recebe até 07 de março as inscrições para o curso de mestrado em Ciência e Tecnologia da Sustentabilidade.

O curso tem como objetivo o estudo formal da sustentabilidade com fundamentação científica e tecnológica e espera formar profissionais especializados no atendimento de demandas sociais, econômicas e ambientais da academia, da indústria e de órgãos reguladores e certificadores.

O ingresso inclui três etapas eliminatórias. A primeira é composta por uma prova escrita, com questões teóricas. A avaliação considerará, entre outros critérios, a capacidade de pensamento crítico e autônomo do candidato e somente os que obtiverem nota igual ou superior a 5 estarão aprovados para a próxima etapa.

A segunda fase das avaliações envolve uma entrevista com os professores da comissão do programa de pós. A capacidade de articulação, clareza e consistência na expressão oral e a trajetória acadêmico-profissional são alguns dos pontos considerados na avaliação.

A última etapa consiste na análise do curriculum Lattes, do histórico escolar da graduação e da carta de intenção. Na constituição da nota final, para efeito de classificação dos aprovados para o curso, a nota obtida nesta fase terá peso 2.

As inscrições devem ser realizadas pessoalmente na secretaria de Pós-Graduação da Unifesp, situada na Rua São Nicolau, 210, em Diadema (SP).

O edital com mais informações pode ser acessado clicando aqui  .

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia (ECOTOX)



O XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia irá acontecer entre os dias 23 e 26 de setembro, em Guarapari (ES).

O evento é uma promoção da A Sociedade Brasileira de Ecotoxicologia - SBE, em  parceria com o Instituto APLYSIA, Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos - IEMA, Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural – INCAPER, Universidade Federal do Espírito Santo – UFES e Universidade Vila Velha – UVV.

O Congresso reunirá em torno de mil participantes dentre pesquisadores e estudantes, profissionais do setor privado e de órgãos ambientais que atuam em questões relacionadas aos efeitos de poluentes no ambiente. O tema central do evento será “Ecotoxicologia: pesquisa, gestão e produção – interagir para inovar”; e pretende destacar a inovação e a integração entre os setores da sociedade como base para a construção de uma sociedade sustentável. 

Os trabalhos científicos devem ser enviados até dia 09 de maio.

Mais informações:
www.ecotox2014.com.br

Cursos CBCN



Mais informações:

Pós a distância Projetos Sustentáveis e Mercado de Carbono



A UFPR está com as inscrições abertas para o curso de pós-graduação à distância "Projetos Sustentáveis e Mercado de Carbono".

As aulas começarão em março de 2014 e terão duração de 18 meses. São apenas dois encontros presenciais em toda a duração, dos quais um é obrigatório. 

Mais informações:
http://www.projetossustentaveis.ufpr.br/

Desafios do Consumo Sustentável



Por Antônio Malard (Coordenador da área de Meio Ambiente do IETEC)

A cada dia que passa, as sociedades contemporâneas tornam-se mais exigentes e conscientes. De um lado, desejam consumir todo tipo de produto, bem ou serviço. E de outro, ter um ambiente saudável e preservado. Portanto, querem conforto e bem-estar sem os efeitos negativos associados à produção, como poluição, trânsito, doenças, etc.

O consumo sustentável configura-se como um elemento imprescindível para um desenvolvimento equilibrado, mas para que ocorra, é necessário o engajamento não só dos consumidores, mas também da indústria, do governo e do varejo. Dessa forma, na busca pela sustentabilidade, não existe somente um vilão, pois cada um destes atores tem um papel importante.

Muitos especialistas defendem que a teoria das ações públicas é mais eficaz que as estratégias individuais e comportamentais, pois pode provocar mudanças mais significativas no impacto ambiental da produção e do consumo com um custo menor, por meio, por exemplo, da melhoria dos transportes públicos em detrimento do transporte individual.

Além disso, as ações públicas exercem grande influência na sociedade, podendo alcançar melhores resultados por meio de subsídios, incentivos, taxas, campanhas educativas, certificações (rotulagens ambientais), entre outras.

Atualmente, está em alta o termo “consumo verde”, em que o consumidor desempenha o papel principal de agente de transformação e suas demandas forçariam a modernização ecológica das indústrias. Mas a realidade não é tão simples assim, pois a ideia de consumo sustentável não se resume a mudanças no comportamento do indivíduo. Entretanto, é importante ressaltar que o consumidor não deixa de ter um grande peso para o alcance de ganhos significativos.

No âmbito das ações públicas, existem vários compromissos protocolares em nível mundial, em decorrência do Processo de Marrakech, e em nível nacional, fruto principalmente do Plano de Ação para Produção e Consumo Sustentáveis (PPCS), lançado em 2011 pelo Governo Federal. Mas a implementação de práticas de Produção e Consumo Sustentável, principalmente no Brasil, ainda é lenta, além de serem parcialmente neutralizadas ou até mesmo revertidas em razão do crescimento da produção e do consumismo exacerbado que resultam na intensificação da exploração dos recursos naturais e aumento da geração de resíduos.

Do ponto de vista das empresas, o consumo sustentável parece ser contra os negócios, mas trata-se de uma excelente oportunidade para inovação e crescimento estratégico. Elas precisam despertar para novas tecnologias, novos produtos, e adotar uma linha de produção mais limpa. Existe um mercado para isso, crescente e lucrativo, mas é preciso conhecer as reais necessidades do consumidor, que está mais atento e começa a identificar a diferença entre uma peça publicitária “esverdeada” e um programa eficiente de produção de bens e serviços sustentáveis.

Em pesquisa divulgada pelo Instituto Akatu, no Brasil apenas 5% dos consumidores estão engajados e preocupados com questões relacionadas à sustentabilidade na hora de comprar um produto, bem ou serviço. Mas essa proporção vem crescendo, apesar da desconfiança ainda ser grande: apenas 8% acreditam nas informações prestadas pelas empresas em rótulos e propagandas. Já na Europa, os consumidores estão bem à frente em termos de exigir a sustentabilidade nas empresas: alguns países possuem cerca de 60% de compradores conscientes.

Para aumentar essa proporção, existem dois grandes obstáculos a serem superados: ainda faltam produtos que realmente sejam mais sustentáveis e uma comunicação mais efetiva desse benefício como valor adicional. Mudar o comportamento dos consumidores é um grande desafio, e não só para o governo. Atualmente, as empresas estão se tornando muito preocupadas com sua pegada ecológica, mas precisam trabalhar para modificar esse comportamento em busca da sustentabilidade.

Dessa forma, para que o consumo sustentável torne-se realidade, não basta uma conscientização da sociedade, sendo necessária a oferta de produtos, bens e serviços mais “limpos”, informação sobre eles, e uma viabilidade econômica para a população.

Darwin para Todos



No mês do aniversário do naturalista britânico Charles Darwin, o Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (USP) o homenageia com a mostra Darwin para Todos – aberta à visitação até 9 de março, no Catavento Cultural e Educacional, em São Paulo.

Painéis, animais conservados, coleções de aves, insetos, répteis e peixes, além de exemplos de espécies coletadas por Darwin em sua passagem pelo Brasil, estão expostos no evento que apresenta a história do pesquisador e de sua teoria da evolução por meio da seleção natural.

O acervo está disponível para visitação na seção Vida do Catavento Cultural e Educacional, localizado na Praça Cívica Ulisses Guimarães, Parque Dom Pedro II, em São Paulo.

Para mais informações, clique aqui

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Concurso Público do IF Goiano (08 vagas para Professor)


Estão abertas as inscrições para o concurso público do IF Goiano, o qual contratará pessoal para o cargo de professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico.

As áreas de atuação são nos Campus de Carés, Iporá, Morrinho, Rio Verde, Inovação, Urutaí e Campus Avançado de Catalão.

Biólogos podem se candidatar para as áreas de: Biologia Geral/ Biologia Celular/ Bioquímica/ Microbiologia/ Microbiologia Agrícola (1); Biologia Geral/ Ensino de Biologia/ Ensino de Ciências (1); Biologia Geral, Biologia Celular, Sistemática Vegetal, Biologia de Algas/ Briófitas/ Pteridófitas (1); Biologia Geral/ Virologia Vegetal (1); Melhoramento Genético Vegetal (1); Biotecnologia de Controle de Pragas (1); Nutrição Mineral de Plantas (1); Biologia Geral/ Bioquímica (1).

As inscrições devem ser feitas até o dia 09 de março de 2014, por meio do acesso ao site www.ifgoiano.edu.br/concursos (Edital 001/2014).

Os salários variam conforme a titulação dos candidatos (entre R$1.914,58 e R$8.049,77).

A instalação do concurso será a partir do dia 06 de abril de 2014.

Mais informações:

Palestra de especialista do IBAMA, no próximo dia 27 fevereiro, 9h



A licença ambiental concedida pelo IBAMA ao CDTN vence em maio de 2018, mas para mantê-la e renová-la, dentre outras obrigações, nossa instituição presta informações em formulários e envia relatórios regularmente àquele órgão licenciador. Dentre os documentos preenchidos destacam-se o Cadastro Técnico Federal (CTF), o da Taxa de Controle e Fiscalização (TCFA) e o Relatório Anual de Atividades Potencialmente Poluidoras e Utilizadoras de Recursos Ambientais (RAPP).

Para otimizar os resultados com estes preenchimentos, especialmente na prestação de informações sobre Efluentes Líquidos, Resíduos Sólidos e Tabelas de Substâncias e Atividades, e nos esclarecer quanto ao atendimento de todas as exigências daquela instituição licenciadora, convidamos especialista do IBAMA para ministrar palestra no próximo dia 27 de fevereiro, quinta-feira, às 9h, no auditório do prédio 42, com foco nos esclarecimentos e orientações sobre o preenchimento do “Relatório Anual de Atividades Potencialmente Poluidoras e Utilizadoras de Recursos Ambientais do IBAMA”.

A palestra a ser ministrada também está relacionada com o importante e atual tema da logística reversa instituída pela Política Nacional de Resíduos Sólidos. Por isto, interessa principalmente aos envolvidos diretamente ou indiretamente com:

- elaboração dos documentos de licenciamento ambiental do CDTN;

- gerenciamento de resíduos comuns, resíduos de serviço de saúde, resíduos recicláveis, lâmpadas fluorescentes, eletroeletrônicos e resíduos do restaurante;

- cadastramento de insumos químicos;

- preenchimento do Cadastro Técnico Federal;

- preenchimento de Formulário Gerador e Armazenador de Resíduos Sólidos.

Inscrições
Enviar o nome completo para cussiol@cdtn.br, com instituição e número de documento com foto a ser apresentado na portaria do CDTN.

Vigilância Ambiental e Unesp capturam enxames de abelhas



Uma parceria entre o Setor de Apicultura da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Unesp, Câmpus de Botucatu, e a Vigilância Ambiental em Saúde (VAS) está distribuindo caixas iscas para capturar enxames de abelhas africanizadas na área urbana do município.

As caixas iscas serão distribuídas em alguns prédios públicos das regiões que, de acordo com um levantamento realizado pela VAS, apresentam maior ocorrência de enxameação de abelhas africanizadas. O objetivo é capturar os enxames migratórios antes que eles se fixem no ambiente urbano e venham a causar acidentes.

Vinte caixas isca já foram colocadas. Um dos primeiros locais a receber os equipamentos é o cemitério Portal das Cruzes que se encontra na rota migratória das abelhas.Segundo o professor Ricardo Orsi, do Departamento de Produção Animal da FMVZ, as caixas contém cera de abelha e suas paredes recebem aplicações de própolis e capim limão para atrair os enxames. “Se um enxame migratório passar por perto ele vai entrar. Periodicamente, a equipe da VAS vai inspecionar as caixas e os enxames recolhidos serão levados para a Faculdade onde podem ser usados em atividades de ensino e pesquisa”.

Extensão

A parceria da FMVZ com a VAS da Prefeitura de Botucatu teve início em 2010 e hoje integra o Projeto de Extensão “Captura de enxames de abelhas africanizadas em área urbana no município de Botucatu”, cadastrado na Pró-Reitoria de Extensão da Unesp.

O objetivo é retirar enxames de áreas urbanas para diminuir os riscos à população e aos animais domésticos, além de evitar o uso indiscriminado de agroquímicos para a eliminação de um importante agente polinizador, além do risco ambiental.

O projeto nasceu em razão do alto número de queixas da população sobre a presença de abelhas na área urbana. Entre 2010 e 2012, a VAS recebeu 1164 chamados. Somente em 2013, esse número já esta próximo de 700.

A Faculdade fornece todo o material de captura, além de cursos e treinamentos e recebe os enxames coletados.

O projeto envolve a participação de 04 alunos de graduação e 07 pós-graduandos. “Além de prestar um serviço à população e ao meio ambiente, o projeto propicia aos alunos uma vivência prática dos ensinamentos da sala de aula, especialmente com relação à remoção dos enxames e o manejo pós-captura”, analisa o professor Orsi.

Bem sucedido, o projeto pode ser expandido para outros municípios da região. Alguns já fizeram contato com a VAS e a FMVZ e avaliam as possibilidades de implantação. “Estamos abertos para fornecer toda a assistência técnica e os treinamentos necessários”.

Fonte: Assessoria de Imprensa da FMVZ/Botucatu

XV Encontro Nacional de Micotoxinas



A Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo (FZEA-USP) e a Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” da Universidade de São Paulo (ESALQ-USP) irão promover o  XV Encontro Nacional de Micotoxinas, que se realizará nas dependências da USP, campus de Pirassununga-SP, de 23 a 25 de abril de 2014.

Entre os palestrantes estão Elisabeth Santin, da Universidade Federal do Paraná (UFPR), que ministrará palestra “Micotoxinas em fábricas de ração”, e Carlos Alberto Rocha Rosa, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que falará sobre “Impacto das micotoxinas na saúde animal”.

Mais informações:

ESALQ/USP - Próximos Eventos e Cursos



Segue, abaixo, a relação dos próximos eventos oferecidos pela Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" - ESALQ/USP com a FEALQ.

- 27º Treinamento de Sistema Rotacionado Intensivo de Produção de Pastagens para Bovinos Leiteiros
25 a 27/02/14

- Treinamento sobre Técnicas de Microscopia Eletrônica de Varredura 2014 – 1ª Edição
10 a 14/03/14

- 16º Curso de Especialização em Manejo do Solo, em Piracicaba, SP
14/03/14 a 15/09/15;

- III Ciclo de Palestras: Plantas Medicinais e Aromáticas: da Botânica ao Medicamento
15/03/14;

- 16º Curso de Especialização em Gerenciamento Ambiental, em Piracicaba, SP
21/03/14 a 21/03/16;

- Curso de Especialização em Manejo do Solo, em Primavera do Leste, MT 
04/04/14 a 04/04/16;

- 11º Seminário Internacional em Logística Agroindustrial
14/04/14;

- XV Encontro Nacional de Micotoxinas
23 a 25/04/14;

- 2º Curso de Especialização em Manejo do Solo, em Luís Eduardo Magalhães, BA
25/04/14 a 07/05/16;

- MBA em Agroenergia 
20/06/14 a 18/12/15 (Informações e inscrições: www.pecege.esalq.usp.br, telefone 19 3375-4250)

- IUFRO – 2014 Wind and Trees International Conference 
03 a 08/08/14

Informações e inscrições:
www.fealq.org.br (Cursos e Eventos ou em Especializações).

Pós-doutorado em Bioquímica e Biologia Molecular de Plantas com Bolsa da FAPESP




O Projeto Temático “Usando uma abordagem de biologia de sistemas para desenvolver um modelo de funcionamento da planta”, apoiado pela FAPESP, tem uma oportunidade de Bolsa de Pós-Doutorado para pesquisa no Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (IB/USP) em cooperação com o Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP.

O projeto tem como objetivo compreender a integração entre diferentes níveis organizacionais (expressão gênica, metabolismo e fisiologia) utilizando o sorgo como modelo biológico.

O candidato deve ter noções de fisiologia vegetal e experiência em biologia molecular e bioinformática e será responsável pela montagem e análise de dados de transcriptômica (RNAseq) de cana-de-açúcar e sorgo crescidos em diferentes condições experimentais (CO2 elevado e seca).

O bolsista atuará no Laboratório de Fisiologia Ecológica de Plantas do IB/USP e vai colaborar com o grupo integrado ao IME e à Microsoft Research, auxiliando na montagem de sistemas de visualização da integração entre fisiologia, expressão gênica e metabolismo em modelos vegetais.

O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP (no valor de R$ 5.908,80 mensais) e Reserva Técnica. A Reserva Técnica de Bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso o bolsista de PD resida em domicílio diferente e precise se mudar para a cidade onde se localiza a instituição sede da pesquisa, poderá ter direito a um Auxílio Instalação.

Para participar da seleção, o candidato deve enviar o currículo vitae e carta de apresentação para o pesquisador Marcos Buckeridge (msbuck@usp.br). A data-limite para inscrições é 15 de março de 2014. 

Mais informações sobre a oportunidade: 

Estudo Analise Influência da Vazão sobre Ecossistema Aquático



O Biólogo Diego Marcel Parreira de Castro escreveu a dissertação “Influência de alterações de vazão sobre o drift de macroinvertebrados a jusante de uma barragem hidrelétrica”, desenvolvida em parceria entre Cemig, UFMG, UFLA e CEFET-MG. 

O estudo teve como objetivo avaliar o grau com que as flutuações de vazão alteram os padrões de drift diário e sazonal de macroinvertebrados a jusante de uma barragem hidrelétrica.

Segundo Diego Castro, “este estudo permitiu avaliar o efeito das flutuações de vazão sobre o drift de macroinvertebrados bentônicos, ou seja, como as constantes alterações hidráulicas, em decorrência da operação da usina, interferem no comportamento e arraste dos invertebrados aquáticos. Desta forma este estudo pode contribuir com informações adicionais e respostas que subsidiarão a parametrização de Vazões Ecológicas a jusante de reservatórios”. 

Descrição

Os pulsos diários de vazão decorrentes da operação de usinas hidrelétricas podem perturbar os ecossistemas aquáticos e alterar a composição e estrutura de macroinvertebrados bentônicos a jusante de barramentos. O drift (ou deriva) é o deslocamento de organismos pela correnteza e tem grande importância para o funcionamento dos ecossistemas aquáticos, sendo um mecanismo primário de redistribuição e colonização de macroinvertebrados.

Através da análise das respostas destes organismos às alterações de vazão é possível avaliar os impactos dos pulsos diários de vazão e desenvolver ferramentas para subsidiar a determinação de vazões ambientais.

O projeto “Influência de alterações de vazão sobre o drift de macroinvertebrados a jusante de uma barragem hidrelétrica”, desenvolvido em parceria entre Cemig, UFMG, UFLA e CEFET-MG, teve como objetivo avaliar o grau com que as flutuações de vazão alteram os padrões de drift diário e sazonal de macroinvertebrados a jusante de uma barragem hidrelétrica.

Metodologia

O trabalho foi desenvolvido em um trecho localizado 5km a jusante da UHE de Itutinga. As vazões vertidas foram manipuladas pela Cemig a fim de atender as demandas do projeto. Foram coletados macroinvertebrados em momentos de vazão fixa (323 m³.s-1 na estação de chuvas e 111 m³.s-1 na estação seca) e com flutuações de vazão (variando de 378 a 481 m³.s-1 na estação de chuvas e de 109 a 173 m³.s-1 na estação seca) no ano de 2010.

As coletas de invertebrados em drift foram realizadas durante 4 dias nos períodos de vazão constante e 4 dias nos períodos com flutuações de vazão. Foram utilizadas 5 redes de drift fixadas no substrato em locais com fluxo de água constante. As redes ficavam na água 24h/dia e as amostras eram coletadas a cada 8h (23:00h – 07:00h – 15:00h).

Resultados

As flutuações de vazão influenciaram os padrões de drift de macroinvertebrados a jusante da barragem. Nós observamos um aumento na densidade de invertebrados em drift na estação de chuvas e uma diminuição na seca. Observamos também mudanças na composição e riqueza dos invertebrados em drift durante os períodos de vazão flutuante. O aumento na velocidade e quantidade de água durante as flutuações de vazão causou um maior arraste de organismos. Além disso, os pulsos de vazão influenciaram o comportamento do drift diário, interferindo nos horários com maior riqueza e densidade.

Em conclusão, as mudanças observadas na composição, riqueza e densidade de invertebrados refletem a influência das flutuações de vazão nos padrões de drift. Estas alterações podem perturbar todo o ecossistema aquático, uma vez que os macroinvertebrados influenciam importantes processos ecológicos. Portanto, os macroinvertebrados no drift devem ser considerados nos cálculos de vazões ambientais, pois eles claramente refletem as mudanças ecológicas nas comunidades biológicas a jusante de barragens hidrelétricas.

Para mais informações sobre o Programa Peixe Vivo acesse:

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Organizações criam site para denúncias de crimes contra a biodiversidade



Organizações internacionais que combatem o tráfico ilegal de biodiversidade inauguraram, no início de fevereiro, um site para facilitar denúncias de crimes contra a natureza. O WildLeaks (https://wildleaks.org) é o primeiro portal na internet onde é possível revelar, de modo seguro e anônimo, informações sobre o comércio ilegal de espécies silvestres. Estima-se que este tráfico movimente US$ 17 bilhões ao ano no mundo e que parte dessa quantia seja usada para financiar organizações terroristas, particularmente na África.

O WildLeaks é financiado pela Liga de Ação pelos Elefantes e administrado por vários ex-funcionários de segurança, jornalistas e organizações ambientalistas não governamentais dos cinco continentes. De acordo com Andrea Crosta, cofundadora da Liga e figura central da iniciativa, "o objetivo é facilitar a prisão e o julgamento de traficantes, personalidades corruptas do governo e qualquer um que esteja por trás de um crime florestal e contra a biodiversidade".

Após a informação ser inserida no WildLeaks, os indivíduos e organizações responsáveis pelo projeto avaliam sua precisão e confiabilidade. Depois, o portal procura fazer com que as conclusões cheguem às agências encarregadas de fazer cumprir a lei, como a Interpol, ou até autoridades governamentais confiáveis. Se os governos não cooperarem, a última opção será levar essa informação aos meios de comunicação.

Mais informações:

Caça predatória e tráfico ameaçam mais de 11 mil espécies animais, diz ONG



Mais de 11 mil espécies animais estão ameaças em todo o mundo, segundo a “lista vermelha” elaborada pela União Mundial pela Natureza (UICN, na sigla em inglês). O documento, considerado o principal instrumento de medida da biodiversidade, também alerta para os perigos que representam o crescimento da caça ilegal e o tráfico para as espécies animais.

Das 53.267 espécies de animais vertebrados e invertebrados identificadas pela UICN, 11.212 estão ameaçadas atualmente. A União Mundial pela Natureza, mais antiga e maior rede ecológica do mundo, foi criada em 1948 em Fontainebleau, na França, e tem sua sede atual em Gland, na Suíça.

Segundo a UICN, uma em cada quatro espécies de mamíferos, um em cada oito pássaros e mais de um em cada três anfíbios estão ameaçados de extinção. O tráfico aumenta drasticamente os riscos para algumas espécies recenseadas como os elefantes procurados pelo marfim, os rinocerontes pelos seus chifres, os tubarões pelas suas barbatanas e também o pangolim da China, caçado para fins medicinais.

A Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção (Cites) proíbe o comércio de mais de 600 espécies de animais, entre elas, macacos, felinos, elefantes, rinocerontes, tartarugas marinhas assim como uma grande variedade de crocodilos e serpentes.

Adotada no dia 3 de março de 1973 em Washington, e em vigor desde 1975, a Convenção reúne 178 países e impõe um controle rigoroso sobre o comércio de cerca de 4.500 espécies animais.

Caça ilegal bate recordes

A UICN denuncia que a caça ilegal vem batendo recordes. Ela aumentou em 43% em relação aos rinocerontes na África entre 2011 e 2012, segundo a ONG. No entanto, o comércio deste animal está proibido deste1977. Mais de mil rinocerontes foram mortos no ano passado na África do Sul, país que abriga 80% das espécies. A estatística é 77 vezes maior do que em 2007.

Os elefantes, estimados em menos de 500 mil na África atualmente, contra os milhões que existiam na metade do século 20, estão ameaçados duplamente: pela destruição de seu habitat e também pela explosão da caça ilegal, estimulada principalmente pela forte demanda dos países da Ásia e do Oriente Médio.

O comércio mundial de marfim foi proibido em 1989, mas o tráfico dobrou a partir de 2007 e mais que triplicou em 1998, segundo um relatório publicado à margem da Conferência da Cites, em março de 2013.

A Cites decidiu no ano passado regular estritamente o comércio mundial de cinco espécies de tubarões. A ONG Traffic estima o comércio de barbatana em mais de 480 milhões de dólares por ano. A Ásia é o principal acusado pela pesca predatória de tubarões. Cerca de 100 milhões de tubarões são mortos todo ano segundo a FAO. A Organização da ONU para alimentação e agricultura estima que 90% da população de tubarões desapareceu em um século. 

Mais de 160 novas espécies são descobertas na Amazônia



Foram catalogados 14 plantas, 155 animais, 12 peixes, 10 aves, 10 anfíbios, seis répteis, quatro dípteros e um mamífero

Nos últimos quatro anos, pesquisadores do Museu Paraense Emílio Goeldi descobriram a existência de 169 novas espécies da fauna e da flora na floresta Amazônica. Entre as descobertas estão 14 plantas e 155 animais, sendo a maioria (112) aracnídeos. Há ainda 12 espécies de peixes, 10 de aves, 10 de anfíbios, seis de répteis, quatro de dípteros - grupo dos mosquitos e moscas - e um mamífero.

O único mamífero na lista é o Mico rondoni, um pequeno macaco batizado assim por ser encontrado apenas em Rondônia e por habitar uma região entre os rios Mamoré, Madeira e Ji-Paraná. De acordo com o museu, a espécie - ameaçada pelo avanço do desmatamento em seu habitat - foi confundida por anos com o Mico emiliae, típico do Pará. A confusão foi resolvida com estudos mais detalhados, especialmente de morfologia e crânio, que demonstraram as diferenças entre os dois animais.

Segundo o museu, o expressivo número de invertebrados na lista de novas descobertas não é surpresa, já que eles aparecem em maior quantidade na natureza. O número de espécies descobertas nos últimos quatro anos é significativa se for levado em consideração o Catálogo Espécies do Milênio, publicado em 2012. Nele, a instituição descreveu 130 novos espécies - 49 de flora e 81 de fauna - descobertas em 11 anos de pesquisa (2000-2011).

Para o especialista em mastozoologia, José de Sousa e Silva Jr., que também participou do trabalho de identificação do novo macaco, o museu pode anunciar nos próximos meses a descoberta de outras espécies. Segundo ele, alguns mamíferos, a maioria primatas, estão em fase de final de investigação, como o macaco zogue-zogue-rabo-de-fogo.

Fonte: AMDA

Justiça Federal declara inconstitucionalidade de artigo do novo Código Florestal



O Juízo da 2ª Vara Federal de Uberaba declarou incidentalmente a inconstitucionalidade do artigo 62 do Novo Código Florestal brasileiro - Lei nº 12.651/2012 -, que reduziu a proteção das áreas de preservação permanente localizadas às margens de reservatórios artificiais. A declaração foi proferida em duas ações civis públicas ajuizadas pelo Ministério Público Federal (MPF) contra pessoas que desmataram e construíram edificações às margens dos reservatórios de usinas hidrelétricas instaladas no rio Grande, no Triângulo Mineiro, desobedecendo a distância mínima determinada em lei.

Essa distância, pelo antigo Código Florestal e legislação que o regulamentava, era de 30 metros nos reservatórios situados em área urbana e de 100 metros naqueles situados na zona rural. O novo código, no entanto, estabelece que os reservatórios artificiais passaram a ter a respectiva área de preservação permanente fixada pela distância entre o nível máximo operativo normal e a cota máxima maximorum (artigo 62).

Segundo a magistrada que proferiu a sentença em uma das ações, "percebe-se, sem qualquer dificuldade, que o legislador ordinário atuou deliberadamente no sentido de extinguir a proteção ambiental no entorno dos reservatórios artificiais, pois se no quadro normativo anterior à Lei 12.651/2012 este espaço recebia proteção de 15 a 100 metros, atualmente a faixa de proteção recai apenas sobre a área normalmente inundável (a chamada cota máxima maximorum), que é ínfima, quando não inexistente".

A magistrada lembrou que as áreas de preservação permanente dos reservatórios artificiais desempenham papel importante no equilíbrio da biodiversidade, protegendo o solo de erosões e garantindo a recarga do aquífero. Ela destacou ainda que o artigo 62 do Novo Código Florestal constitui "flagrante retrocesso jurídico-ambiental", o que é "inadmissível no plano normativo dos direitos fundamentais" assegurados pela Constituição.

Na sentença da outra ação, o magistrado salientou que "qualquer desobediência e consequente afronta às normas constitucionais deve ser repelida pelo Poder Judiciário no exercício do controle de constitucionalidade, pois é preciso reconhecer que se está diante de um pacto nacional pela preservação do meio ambiente". Além disso, segundo ele, "o novo Código Florestal não pode retroagir para atingir o ato jurídico perfeito, direitos ambientais adquiridos e a coisa julgada".

Nas duas ações, os réus foram condenados a demolir as edificações erguidas irregularmente e retirar o entulho resultante da demolição. Os infratores também deverão recuperar a área degradada, conforme Plano de Recuperação Ambiental previamente aprovado pelo órgão ambiental competente, e se absterem de realizar novas ocupações, corte, exploração ou supressão de qualquer tipo de vegetação na área de preservação permanente.

Com informações do Ministério Público Federal

Mudanças climáticas podem causar extinção de até 12% das espécies de anfíbios até 2050



As mudanças climáticas previstas para ocorrer na Mata Atlântica nas próximas décadas poderão diminuir sensivelmente o número de espécies e o tamanho das populações de anfíbios existentes. A previsão é de um grupo de pesquisadores do Laboratório de Biogeografia da Conservação da Universidade Federal de Goiás (UFG).

De acordo com Rafael Loyola, coordenador do laboratório e um dos autores do estudo, há 431 espécies de anfíbios na Mata Atlântica - bioma que detém 18% de todas as espécies desses animais na América do Sul. Por meio de seis diferentes modelos de distribuição, pelos quais se associa a presença de uma determinada espécie a um conjunto de variáveis ambientais, tais como a média anual de temperatura e de precipitação, os pesquisadores estimaram como essas espécies de anfíbios estão distribuídas hoje pelas unidades de conservação na Mata Atlântica.

Com base em quatro simulações climáticas distintas para a América do Sul até 2050, utilizadas no 4º Relatório de Avaliação do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), os pesquisadores estimaram em quais áreas de proteção da Mata Atlântica essas espécies de anfíbios estarão localizadas, levando em conta o tamanho, a forma e a posição geográfica das reservas florestais e as habilidades de dispersão dos animais em raios de 50, 100 e 200 quilômetros ao longo de 30 anos.

Segundo reportagem da Agência Fapesp, as projeções indicaram que os locais climaticamente adequados para a sobrevivência de anfíbios na Mata Atlântica deverão diminuir até 2050. Por isso, até 12% das espécies de anfíbios, localizados principalmente nas porções norte e sudoeste do bioma, deverão entrar em extinção e 88% terão retração da população.

"Isso quer dizer que esses 12% de espécies de anfíbios sofrerão uma contração na população de tal ordem que desaparecerão do bioma. Não são espécies que sairão da Mata Atlântica em direção ao Cerrado ou à Caatinga. Elas realmente podem desaparecer", ressaltou Loyola.

O coordenador explicou que com essa mudança, "em algumas áreas de proteção da Mata Atlântica a diversidade filogenética dos anfíbios poderá aumentar em razão da extinção de espécies muito recentes, o que fará com que espécies basais aumentem sua distribuição pelo bioma". Em outro estudo, os pesquisadores avaliaram se as mudanças climáticas também poderiam alterar a relação evolutiva entre espécies de anfíbios que ocorrem no bioma a fim de verificar se esses animais responderiam às alterações como clados - grupos que partilham um ancestral comum exclusivo - ou como espécies isoladas.

Os resultados apontaram que grupos mais antigos (basais) de espécies de anfíbios, como as cecílias ou cobras-cegas, do grupo Gymnophiona, e o sapo-aru, da família Pipidae, poderão ser afetados positivamente pelas mudanças climáticas e deverão ampliar suas distribuições geográficas pela Mata Atlântica. Já os grupos mais recentes (derivados) de anfíbios, como as pererecas de vidro, da família Centrolenidae, e outras espécies de pererecas, deverão ser severamente impactados e sua distribuição geográfica pelo bioma poderá ser reduzida em até 90%.

Com informações da Agência Fapesp

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Ala de carnaval Amda - 22/02



Curso Perícia Ambiental



Promoção
Maxiambiental Treinamentos

Datas
07 e 08 de abril de 2014

Horário do curso
8h às 12h e das 13h30 às 18h

Local
Sede do CREA-MG (Av. Álvares Cabral, 1600, Bairro Santo Agostinho, em Belo Horizonte/MG).

Objetivo
Capacitar os profissionais para a atuação como Peritos Judiciais e Assistentes Técnicos na área ambiental através do conhecimento dos procedimentos, práticas e aspectos legais aplicáveis.

Mais informações

Vaga para Pesquisador Sênior - Bioinformata


Empresa
FUNDEP - Projetos

Tipo de Profissional
Pesquisador Sênior - Bioinformata

Quantidade de vagas
01

Local
Pampulha - Belo Horizonte. Labotatório Aquacen/UFMG 

Descrição
Execução de análises de bioinformática e desenvolvimento de pipelines para montagem, anotação e análise funcional de genomas de bactérias, análise de dados de transcriptômica (por microarray e RNASeq) e de proteômica (análise funcional de proteínas, predição de fatores de virulência, epítopos e candidatos vacinais etc.), gerenciamento de servidores e de bancos de dados.

Pré-requisitos
-Doutorado em bioinformática ou área correlata, com tese aplicada à análises de bioinformática.
-Experiência em pelo menos uma das seguintes áreas: montagem e anotação de genomas; análise de transcriptomas; análise de proteomas, todos preferencialmente para procariotos.

Salário
R$7.500,00

Benefícios
Salário compatível com o mercado, vale alimentação, vale refeição e vale transporte. A vaga será em regime CLT.

Envio de Currrículos
Interessados devem enviar curriculum vitae (modelo Lattes) e duas cartas de referência, para o e-mail: agpprojetos@fundep.ufmg.br

Curso de Microbiologia de Lodos Ativados


Para mais informações, clique aqui

Concurso Público da UFVJM - Janaúba (01 vaga para Professor)


Com o intuito de suprir a demanda de professor mestre ou doutor, o Campus de Janaúba da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), lança o edital 034/2014, que visa contratar docente para a área de  Biologia Celular e Histologia.

As inscrições devem ser feitas até o dia 14 de março de 2014 e serão feitas presencialmente na  Pró-reitoria de Gestão de Pessoas, localizada no Prédio da Reitoria do campus (Rodovia MGT 367, Km 583, nº. 5.000, Alto da Jacuba).

A remuneração varia entre R$ 5.466,55 ou R$ 8.049,77, de acordo com a titulação.

Mais informações:

Ciência de Alimentos na Unicamp oferece disciplina de pós



A Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) recebe, entre os dias 10 e 12 de março, inscrições de alunos de pós-graduação interessados em cursar a disciplina Tópicos Especiais em Ciência de Alimentos, oferecida pelo Departamento de Ciência de Alimentos.

A disciplina será oferecida entre 12 de março e 10 de abril, às segundas e quintas-feiras, das 14h às 18h, e terá como tema “Esporos e Microrganismos Esporulados em Alimentos”.

A disciplina será ministrada em inglês e o conteúdo programático inclui temas como “Special characters of spores: mechanisms of sporulation, origin of resistance, germination”, “Linear and non-linear regression, fitting data to models using exel tools”, “Meta-analysis of scientific literature”, entre outros.

As aulas serão ministradas pelos professores Frédéric Carlin e Anderson de Souza Sant'Ana. Carlin é diretor de pesquisas e líder do grupo "Microbiologia e Segurança Alimentar” do Institut National de la Recherche Agronomique (Inra), da Université d'Avignon, na França, e possui mais de 60 artigos científicos publicados em revistas internacionais.

Sant'Ana é professor na Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp, atua no ensino, pesquisa e extensão na área de Microbiologia de Alimentos do Departamento de Ciência de Alimentos e é editor-chefe do periódico Food Research International (Elsevier).

Interessados em cursar a disciplina devem encaminhar e-mail para posgradu@fea.unicamp.br .

Para mais informações, clique aqui

Encontro Brasileiro de High Content Screening




Estão abertas, até 09 de março, as inscrições para o Encontro Brasileiro de High Content Screening, que será realizado no Hemocentro de Ribeirão Preto, entre os dias 31 de março e 4 de abril.

Oferecido pelo Centro de Terapia Celular (CTC), um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) da FAPESP, o evento tem como propósito estabelecer e difundir abordagens da análise celular multiparamétrica (HCS, de high content screening) aos pesquisadores.

Nos dois primeiros dias, a programação será voltada a estudantes de pós-graduação, técnicos, especialistas, pesquisadores e docentes que tenham interesse em utilizar abordagens de HCS. Serão ministradas palestras com especialistas brasileiros e estrangeiros e haverá espaço para esclarecimento de dúvidas.

Os últimos três dias serão dedicados a minicursos teórico-práticos que tratarão desde os princípios básicos do HCS até a análise de imagens e dados. A participação é opcional.

O encontro ocorrerá na sede do Hemocentro de Ribeirão Preto, que fica na Rua Tenente Catão Roxo, 2501.

Informações adicionais e inscrições no site:

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

4º Workshop em Microfluídica



O Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano) realiza, nos dias 24 e 25 de julho, o 4º Workshop em Microfluídica, que ocorrerá no campus do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas.

O evento tem como objetivo promover a cooperação no domínio da microfluídica, reunindo pesquisadores que atuam nessa área multidisciplinar, que envolve Biologia, Medicina, Química, Engenharia de Processos, Transportes, Ciências Ambientais, Microeletrônica, entre outras.

Apresentações de trabalhos de palestrantes convidados, seminários de estudantes e apresentação de painéis com trabalhos científicos dos participantes inscritos estão programados para os dois dias de evento.

Os interessados em submeter trabalhos podem fazer o envio até 22 de junho. As inscrições devem ser realizadas até 6 de julho pela internet.

O CNPEM fica na Rua Giuseppe Máximo Scolfaro, 10.000, Polo II de Alta Tecnologia, em Campinas (SP).

Mais informações:

FMUSP oferece bolsa de pós-doc na George Washington University



O Programa de Pós-Graduação em Alergia e Imunopatologia, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), oferece uma bolsa de estudos de pós-doutorado na George Washington (GW) University, em Washington, nos Estados Unidos.

A oportunidade é para atuar no projeto “NKT Cells in HIV Infection”, coordenado pelo pesquisador Esper Kallas, do Instituto de Investigação em Imunologia – Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (iii-INCT), que tem apoio da FAPESP e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A bolsa, do CNPq, terá duração de 12 meses e as atividades começarão em abril deste ano.

Os candidatos à bolsa devem possuir título de doutor na área da saúde, conhecimentos básicos de Imunologia Humana, produção científica compatível com a área do doutorado e proficiência em língua inglesa.

É desejável também que os interessados possuam conhecimento e prática em citometria de fluxo e em outras técnicas de resposta imune celular, experiência em orientar estudantes de iniciação científica e habilidades em análises de bases de dados.

Para participar da seleção, é necessário encaminhar curriculum vitae, carta de interesse e carta de recomendação aos cuidados de Eleni Arruda, pelo e-mail eleni@lim60.fm.usp.br até 06 de março.

A George Washington University é a maior instituição de ensino superior no Distrito de Columbia, nos Estados Unidos, e possui atualmente mais de 20 mil estudantes de mais de 130 países.

Mais informações:

Curso de Gestão Ambiental



Mais informações:

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Curso Células e Moléculas na Resposta Imunológica.



A Universidade do Estado do Rio de Janeiro abriu as inscrições para curso de extensão Células e Moléculas na Resposta Imunológica.

O curso é organizado pelo Instituto de Biologia Roberto Alcantara Gomes e tem por objetivo formar ou atualizar conhecimentos especificamente na área de imunologia básica, principalmente quanto aos aspectos das células e das moléculas envolvidas nos processos de resposta imunológica. Inscrições até 06 de março.

No site do Centro de Produção da Uerj – www.cepuerj.uerj.br - é possível encontrar mais informações e efetuar as inscrições.

10 vagas na área de Bioespeleologia em BH



A Carste (www.carste.com.br) está com 10 vagas em aberto para trabalho na área de Bioespeleologia (identificação, triagem, coleta de grupos de insetos, morcegos e aracnídeos).

O candidato deve ter disponibilidade de viagem para diferentes estados do Brasil e trabalho em fins de semana e/ou feriados. 

O profissional irá executar trabalhos de campo e laboratório. No campo irá atuar em ambiente de caverna, através da coleta de animais vertebrados (morcegos) e invertebrados. No laboratório este profissional irá triar os materiais coletados (invertebrados), colocando-os em ordem e fazer a identificação dos mesmos. Também será responsável pela tabulação de dados em planilhas, que contribuirão para o relatório de relevância. 

É necessário experiência com zoologia de invertebrados. Também é desejável experiência com espeleologia (estudo de cavernas).

O salário é de R$2.688,89.

Interessados devem enviar currículo (com o nome da vaga no assunto) até o dia 07 de março para keila.moreira@carste.com.br .

XIV Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar



O Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar, em sua XIV edição, será realizado na capital paranaense no período de 19 a 22 de novembro de 2014.

As inscrições poderão ser feitas até o dia 15 de outubro de 2014 no site do evento.

A programação científica do congresso é voltada à prática da assistência à saúde com foco em nossos pacientes, trazendo atualização e novidades da experiência e vivência de profissionais renomados.

Terão descontos as inscrições feitas até o dia 15 de maio.

Mais informações:

3° Congresso Internacional de Prevenção de Infecção - Infecon 2014



Data
03 a 05 de abril de 2014

Local
Guarujá – SP
Hotel Sofitel Jequitimar (Av Marjori da Silva Prado, 1100, Praia de Pernambuco)

Mais informações

Semana Nacional de Humanização



Em continuidade às celebrações de  10 anos da Política Nacional de Humanização do SUS, o Ministério da Saúde vai promover a Semana Nacional de Humanização em diferentes cidades brasileiras, de 07 a 11 de abril de 2014.

A proposta visa estimular a mobilização de gestores, trabalhadores e usuários do SUS para realização de debates, fóruns, plenárias atividades culturais e pequenos eventos simultâneos, com transmissão de alguns deles em tempo real pela Sala de Eventos da RHS.

A atividade reunirá em diferentes espaços, simultaneamente, experiências de humanização na saúde com as quais se quer ampliar o contágio e dar visibilidade ao SUS que dá certo.

Estados e municípios, gestores, trabalhadores, usuários e movimentos sociais relacionados á humanização do SUS até 30 de janeiro para cadastrar suas atividades na Rede HumanizaSUS para compor a programação oficial da Semana Nacional de Humanização.

A programação oficial a ser transmitida online será divulgada em fevereiro. Além dos debates transmitidos ao vivo, fomentar-se-á a realização de  atividades variadas, tais como oficinas, rodas de conversa, exposição de pôsteres, vídeos, fotos, plenárias entre outras ações de mobilização que possibilitem a análise dos dez anos de humanização no sistema público de saúde,  conforme disponibilidade e cultura locais.

Todas as atividades serão cadastradas na Rede HumanizaSUS por seus responsáveis, com divulgação de fotos, vídeos e georeferenciamento em tempo real durante a sua realização. Durante cada atividade, é desejável a nomeação de um relator para envio também de texto com resumo das discussões e encaminhamentos.

Faça sua inscrição clicando aqui.

Hora do Planeta 2014: apague suas luzes durante uma hora e exponha sua preocupação com o meio ambiente



Prepare-se mais uma vez para a Hora do Planeta e exponha sua preocupação com o meio ambiente. Este ano o ato simbólico, em que todos apagam suas luzes durante sessenta minutos, acontecerá no sábado, dia 29 de março, das 20h30 às 21h30.

Promovida no mundo todo pela Rede WWF, a iniciativa pretende mobilizar governos, empresas e a população em prol da preservação do meio ambiente.

Com o slogan “Use seu poder para salvar o planeta”, a Hora do Planeta 2014 irá apresentar até o dia 29 de março embaixadores que estimulem a participação das pessoas no movimento.

O primeiro deles vem direto das histórias em quadrinhos e do cinema. O Homem-Aranha, vivido nas telas pelo ator Andrew Garfield, que estrela o filme Espetacular Homem-Aranha 2 – A Ameaça de Electro, com lançamento previsto para 1o de maio no Brasil.

Além do protagonista, o diretor da produção Marc Webb também irá apoiar e participar efetivamente da Hora do Planeta 2014 – ao lado dos atores Emma Stone, que interpreta Gwen Stacy (par romântico do herói) e Jamie Foxx, no papel do vilão Electro.

A participação do Homem-Aranha foi possível graças a uma parceria entre a Rede WWF e a Sony Pictures Entertainement.

Fonte: Catraca Livre

Curso Excelência em Tratamento de Efluentes



Mais informações:

2º Seminário de Construções Rurais e Ambiência Aplicada à Produção Animal



Com o tema “A ambiência como desafio para aumento da produção de proteína animal”, a Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Botucatu, em parceria com as unidades das cidades de Dracena, Tupã e Registro, realizam, nos dias 07 e 08 de abril, o 2º Seminário de Construções Rurais e Ambiência Aplicada à Produção Animal.

A proposta do evento é reunir estudantes, produtores e pesquisadores para apresentar os resultados das pesquisas da área de construções rurais e ambiência e, com isso, incentivar a cooperação entre as partes para o desenvolvimento de novos projetos.

Entre os convidados estão Daniella Jorge de Moura, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que apresentará a palestra “Os desafios da ambiência na produção de aves e suínos”, e Lívia Carolina Magalhães Silva, da Unesp de Jaboticabal, que falará sobre "Desafios da produção animal brasileira frente as exigências de bem-estar animal".

Os participantes que desejarem apresentar trabalhos devem enviar o resumo até 20 de março, baseando-se em um dos quatro temas oferecidos.

As inscrições podem ser feitas até a data do evento, que ocorrerá no auditório Paulo Rodolfo Leopoldo, na Fazenda Experimental Lageado, na Unesp de Botucatu (SP).

Mais informações:

Processo Seletivo da UFSC (01 vaga para Professor)


O Processo Seletivo 086/2014 da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), dispõe de 12 vagas para professores, destinadas á contratação no Campus de Trindade, Florianópolis, para atuar em distintas áreas. Os contratados estarão sujeitos a jornadas de trabalho de 20h ou 40 horas semanais, pelos quais serão pagos salários que variam entre R$ 1.914,58 a R$ 4.649,65.

Veja abaixo a vaga que Biólogos podem concorrer:

Departamento: Metodologia de Ensino – MEN;
Área/Subárea de conhecimento: Ensino /Ensino de Biologia (Metodologia e Estágio);
Nº de vagas: 01;
Regime de Trabalho: 40 horas semanais;
Requisitos: Graduação em Ciências Biológicas e Doutorado em Educação ou Educação Científica e Tecnológica ou Ensino de Ciências.

As inscrições estão sendo recebidas até o dia 21 de fevereiro de 2014, de segunda sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 14h às 17h30, na secretaria do respectivo Departamento.

Para mais informações, clique aqui

Instituto de Pesquisa em Bioenergia da Unesp abre vagas para pesquisadores



Estão abertas, até 02 de março, as inscrições para os concursos que buscam preencher quatro vagas ao cargo de pesquisador III no Instituto de Pesquisa em Bioenergia da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Rio Claro.

Cada um dos concursos selecionará um profissional para atuar nas áreas de Bioinformática para Bioenergia, Caracterização de Biomassa para Bioenergia, Biorrefinarias em Bioenergia e Biossistemas para Bioenergia.

Os selecionados serão contratados em regime de tempo integral (RTI), com jornada de 40 horas semanais e remuneração mensal de R$ 9.184,94.

Para participar da seleção, o candidato deve ter título de doutor, experiência em coordenar projetos de pesquisa e produção científica avaliada nos últimos cinco anos, veiculada em publicação de importância nacional e internacional.

Os concursos incluem o julgamento e arguição do memorial e a apresentação e arguição do projeto de pesquisa. Na apresentação do projeto, o candidato deve demonstrar conhecimento sobre o assunto abordado e, após a apresentação, todos os membros da banca farão perguntas.

Os candidatos que obtiverem média final igual ou superior a 7, de pelo menos três examinadores, serão considerados aprovados. A ordem de classificação será estabelecida em razão da média final obtida.

As inscrições devem ser realizadas na Seção de Desenvolvimento de Recursos Humanos da Unesp, localizada na Rua Quirino de Andrade, 215, no centro de São Paulo.

Mais informações:

BIOTA-FAPESP Educação reinicia com palestras sobre serviços ecossistêmicos



O Programa BIOTA-FAPESP Educação retoma suas atividades em 2014 no dia 20 de fevereiro com palestras e discussões sobre conceitos e valores de serviços ecossistêmicos.

Esses serviços, que também são chamados de ambientais, são aqueles naturalmente gerados pelos ecossistemas em benefício dos seres humanos. Seja na forma de produtos – como alimentos e substâncias medicinais – seja na forma de processos relacionados à fertilização do solo, polinização, controle do clima e muitos outros.

Outros quatro encontros programados para o primeiro semestre deste ano vão tratar de serviços ambientais específicos, como polinização (essencial para a produção agrícola); proteção de recursos hídricos de rios, riachos, lagos e reservatórios; mudanças climáticas (relacionadas à perda de biodiversidade); e ciclagem de nutrientes (um exemplo é a influência da biodiversidade sobre a poluição e o equilíbrio de dióxido de carbono e oxigênio na atmosfera).

O primeiro encontro de 2014 será aberto com uma apresentação de Carlos Joly, professor da Unicamp e coordenador do BIOTA-FAPESP, sobre o ciclo deste ano. Os professores Rozely Ferreira dos Santos, do Instituto de Biociências, e Alexandre Turra, do Instituto Oceanográfico, ambos da Universidade de São Paulo (USP), farão palestras sobre os temas “Contexto Histórico da Definição Conceitual de Serviços Ecossistêmicos” e “Serviços Ecossistêmicos Marinhos". Podem participar estudantes, alunos e professores do ensino médio, alunos de graduação e pesquisadores.

O objetivo das conferências é apresentar o conceito de serviços ecossistêmicos e os avanços científicos resultantes de estudos sobre os ecossistemas, os serviços que eles prestam ao homem e suas relações com o desenvolvimento econômico e social.

O evento é gratuito, com vagas limitadas e será realizado na sede da FAPESP, que fica na Rua Pio XI, 1500, em São Paulo.

Necessário confirmar presença pelo link:

Mais informações: