segunda-feira, 31 de março de 2014

Peixes continuam a aparecer mortos no Rio Itapecerica em Divinópolis



Cartão postal de Divinópolis (MG), o Rio Itapecerica tem atraído os olhares da população e de Biólogos. No entanto, desta vez o motivo não é a beleza das águas ou a diversidade de espécies, mas os peixes mortos que têm aparecido desde segunda-feira(24). A situação se agravou e a Polícia Militar do Meio Ambiente(PMA) registrou o segundo Boletim de Ocorrência (BO). De acordo com a polícia, o BO será encaminhado para órgãos que podem fazer a análise da água, dos animais mortos e apontar uma possível solução para o problema. 

Segundo o biólogo Márcio Cleib Ferreira, os alevinos, peixes filhotes, são os que mais têm sofrido. Cardumes inteiros tentam subir o rio e agonizam em busca de oxigênio, alguns sangram. “Tudo indica que existe algum tipo de fungo que tem provocado os ferimentos”, comentou. O biólogo explicou também que o nível de oxigênio está baixo por causa da quantidade de nutrientes, proveniente de esgoto jogado no rio. “A falta de chuvas é outra é um problema para os peixes”, completou.

O mototaxista Flávio Lima fotografou não só os animais mortos, mas outros problemas recentes. Ele registrou os aguapés que se proliferaram no rio e uma espuma branca que apareceu na superfície do Itapecerica. Ele afirma que irá denunciar o descaso das autoridades. “Se ninguém fizer nada vamos ficar até sem água”, reclamou.

Quem acompanha o rio há mais tempo também fica indignado. O aposentado João Paulo de Deus, que mora próximo ao rio há 53 anos, disse que o coração chega a doer ao ver os peixes mortos. “Eu já nadei no Itapecerica. Antigamente a gente também via os peixes, mas vivos, subindo o leito, hoje só vejo lixo”, declarou.

Fonte: G1
Postar um comentário