terça-feira, 30 de abril de 2013

Concurso Prefeitura de Tapejara – RS (01 vaga para Fiscal Ambiental)


Estão abertas as inscrições para o concurso público da Prefeitura de Tapejara (RS).

Biólogos podem se candidatar para o cargo de Fiscal Ambiental. O salário é de R$1.568,80.

As inscrições podem ser realizadas através do site www.fundatec.com.br, até o dia 14 de maio de 2013.

O edital constando data, hora e locais das provas objetivas será divulgado na data provável de 24 de maio de 2013.

Mais informações:

XVII Simpósio Internacional de Atualização em Genética e Melhoramento de Plantas



O XVII Simpósio Internacional de Atualização em Genética e Melhoramento de Plantas acontecerá nos dias 11 e 12 de julho de 2013, em Lavras (MG).

O tema do evento este ano será: “As contribuições da biotecnologia para o melhoramento genético de plantas”.

A programação do simpósio será composta por palestras de especialistas nacionais e internacionais.

Mais informações:

Encontro Internacional sobre Vespas



O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) realiza, pela primeira vez no Brasil, um encontro internacional com o intuito de verificar o estágio atual de conhecimento sobre vespas, além de buscar despertar vocações em estudantes e promover o intercâmbio entre as instituições do país e do exterior.

O Encontro Internacional sobre Vespas ocorrerá entre 1º e 5 de julho no Bosque da Ciência, situado no Campus I do Inpa, em Manaus. O prazo para envio de resumos é 30 de maio.

O evento é financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas e conta com a parceria de Embrapa/Amazônia Ocidental, da Universidade Estadual Paulista de São José do Rio Preto, do Museu Paraense Emílio Goeldi, de Belém, e da Universidade Estadual de Feira de Santana.

Professores, pesquisadores, estudantes de graduação, mestrado e doutorado estão entre o público-alvo dos organizadores. Durante o encontro, haverá apresentações de trabalhos científicos, minicurso de taxonomia de vespas e excursão científica para observação e coleta de vespas da Reserva Florestal Adolpho Ducke, no km 26 da Estrada Manaus-Itacoatiara.

Entre os conferencistas estão os pesquisadores americanos James Carpenter, do Museu Americano de História Natural, e Robert L. Jeanne, da Universidade de Wisconsin, nos Estados Unidos.

Mais informações: 

Morre Paulo Vanzolini aos 89 anos



“Quando Deus me fez zoólogo sabia o que estava fazendo”, costumava dizer Paulo Emílio Vanzolini, que morreu no dia 28 de abril, aos 89 anos, acometido por pneumonia. Formado médico pela Universidade de São Paulo (USP) em 1947 – apenas para conhecer melhor os vertebrados, ressalvava –, dirigiu por 31 anos o Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (USP), tendo sido responsável pela formação de uma excepcional coleção de espécies, “uma das melhores do mundo”, orgulhava-se.

Parte dessa coleção ele próprio coletou ao longo de 11 mil quilômetros de rio na Amazônia, num barco de pesquisa financiado pela FAPESP. “Andava no mato e comprava bicho: quinhentos reais uma lagartixa, cinco mil reais uma cobra”, contou em depoimento ao Museu da Pessoa, publicado em novembro de 2011. Por 40 anos, andou atrás de répteis e anfíbios pelo Brasil inteiro.

Em 2010, 47 dos seus mais de 150 artigos científicos foram reunidos no livro Evolução ao Nível de Espécie: Répteis da América do Sul, organizado por Andrea Bartorelli, Murilo de Andrade Lima Lisboa, Virginio Mantesso-Neto e Dione Seripierri.

Assessor científico da Secretaria de Agricultura, Vanzolini, que integrava o grupo que, em 1959, reunia-se com Plínio de Arruda Sampaio, então subchefe da Casa Civil e responsável pelo Plano de Ação do governo, redigiu o anteprojeto de criação da FAPESP.

Vanzolini foi membro do primeiro Conselho Superior da Fundação e conselheiro entre 1961-1967, 1977-1979 e 1986-1993.

O cientista e pesquisador foi também um dos grandes nomes do samba paulista, compositor de clássicos como Ronda, Praça Clóvis e Volta por Cima.

Vanzolini foi membro da Academia Brasileira de Ciências (ABC), agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico, premiado pela Fundação Guggenheim, em Nova York, por sua contribuição para o progresso da ciência e ganhador do Prêmio Conrado Wessel 2011.

Foi homenageado com a nominação de pelo menos 15 táxons de insetos, anfíbios, répteis, aracnídeos e até um mamífero – Alpaida vanzolinii (1988), Vanzosaura ( 1991) e Anolis vanzolinii (1996), entre outros. Seu corpo foi enterrado nesta segunda-feira, 29 de abril, no Cemitério da Consolação, em São Paulo. 

Fonte: Agência FAPESP

segunda-feira, 29 de abril de 2013

'O trabalho vai ser duro', diz bióloga



A tensão hoje faz parte da vida da bióloga Flavia Machado, de 30 anos. Não exatamente a tensão que aflige, mas aquela que, no fundo, é mais parecida com a ansiedade. Pesquisadora vinculada à Universidade de São Paulo (USP), ela foi uma das selecionadas à bolsa de estudo concedida pelo programa Ciência Sem Fronteiras (CsF) na Universidade Harvard.

Ela pretende aperfeiçoar ainda mais sua área de conhecimento - desenvolvida há mais de 10 anos - em fisiologia dos rins, especificamente no estudo de doenças renais crônicas.

"Estou meio tensa, porque sei que o trabalho vai ser duro. Sei que lá fora os pesquisadores do nosso nível são muito exigidos", disse Flavia. Atualmente, ela está vinculada ao Laboratório de Investigação Médica da Faculdade de Medicina da USP, voltado para os estudos renais.

A viagem, com data marcada para maio, foi previamente planejada. "Já entrei em contato com pesquisadores de lá, especialmente com um professor especializado em fibrose renal", contou Flavia, referindo-se à doença inflamatória dos rins.

Enquanto a bióloga prepara as malas, o médico paulista Ricardo Terra, praticamente recém-chegado ao Brasil, só tem elogios sobre sua experiência na pós-graduação que fez em Harvard. "Os professores, como um todo, têm um nível muito alto. Lá, há muito investimento em infraestrutura e o ensino é mais centrado no aluno", disse Terra, bolsista da Fundação Lemann.

Segundo ele, o intercâmbio em instituições de ponta como Harvard significam "um grande passo na carreira e um enorme crescimento pessoal".

Fonte: O Estado de S.Paulo

Sobram bolsas para brasileiros em Harvard e MIT




As Universidades Harvard, Stanford, Columbia, da Califórnia, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e outras instituições americanas de ponta vão reservar 1,5 mil bolsas de estudo integral até 2015 para estudantes brasileiros cursarem doutorado completo. As bolsas serão financiadas pelo governo federal, por meio do programa Ciência Sem Fronteiras (CsF).

Apesar do convênio com as universidades ter sido firmado no ano passado - motivado pela ida da presidente Dilma Rousseff aos Estados Unidos em abril de 2012 -, a falta de divulgação da oportunidade levou a Laspau (entidade vinculada à Harvard), que administra a concessão das bolsas, a realizar ontem uma visita ao País.

"Trata-se de um acordo histórico, sem precedentes. Os estudantes brasileiros precisam saber que eles podem estudar nas melhores universidades norte-americanas", disse Angélica Natera, diretora adjunta da Laspau, durante agenda de reuniões com parceiros institucionais em São Paulo.

Mesmo exigindo que os estudantes tenham apenas diploma de graduação nas áreas prioritárias do CsF - Engenharia, Tecnologias e Saúde -, além de bom nível de inglês, pouco mais de cem candidatos foram pré-selecionados até o momento. É prevista neste primeiro ano de acordo a seleção de outros 400 estudantes. As inscrições para início dos estudos em 2014 vão até setembro e podem ser feitas pelo site da Laspau (www.laspau.harvard.edu).

A baixa demanda pelas bolsas pode ser justificada pelo desconhecimento de muitos estudantes, que tendo apenas diploma de graduação podem se candidatar diretamente para o curso de doutorado. Ou seja, não precisam cursar primeiramente o mestrado. "Geralmente, quem sabe desse detalhe é aquele estudante que teve maior aproximação com pesquisa na graduação, com projetos de iniciação científica, por exemplo. Mas quem não teve muito esse contato desconhece", disse Luana Bonone, presidente da Associação Nacional de Pós-Graduandos.

A falta de domínio de inglês é outro entrave às candidaturas. "Até o pós-graduado tem inglês ruim, mas essa deficiência é curável", disse o economista Cláudio Moura Castro, ex-diretor-geral da Capes, uma das agências de fomento federal que administram o CsF.

Solução. E a "cura" pode ser até mensurada, afirma André Marques, diretor da EF Englishtown, especialista em certificação. "Para alcançar o patamar que é exigido pela seleção, o pós-intermediário, o estudante que tem nível básico de inglês, precisaria estudar diariamente por um ano e meio", afirmou.

O esforço para preencher as vagas disponíveis pode aumentar a presença de pesquisadores brasileiros nas melhores universidades do mundo. Isso deve fazer avançar áreas da ciência estratégicas para o País, afirmou Luiz Felipe d'Avila, diretor-presidente do Centro de Liderança Pública (CLP). "Podemos nos desenvolver ainda mais na agroindústria e aviação", disse d'Avila. O CPL pretende implementar uma incubadora nos Estados Unidos para identificar boas ideias dos doutorandos.

"Esperamos com o convênio retomar o envio de pesquisadores brasileiros para fazer o doutorado pleno nos Estados Unidos, algo que ocorria mais intensamente nos anos 1960 e 1970", afirmou o presidente da Capes, Jorge Guimarães.

Fonte: O Estado de S.Paulo

III Simpósio do Mestrado de Ciências Biológicas, XV Semana de Biologia e X Encontro Norte Mineiro de Biólogos



O III Simpósio do Mestrado de Ciências Biológicas, a XV Semana de Biologia e o X Encontro Norte Mineiro de Biólogos acontecerão entre os dias 03 e 07 de junho de 2013, em Montes Claros (MG).

O tema dos eventos este ano é: “Os conflitos da ciência: a construção do pensamento científico e suas aplicações”.

O simpósio, a semana e o encontro têm o apoio do CRBio04. 

Mais informações:

Curso de Consultoria Ambiental


A GS Educacional irá realizar o curso de Capacitação em Consultoria Ambiental. 

As aulas começarão em Belo Horizonte no dia 03 de agosto de 2013 e serão realizadas aos sábados, quinzenalmente, de 8h às 12h e 13h às 17h. 

Biólogos registrados no CRBio04 terão desconto no curso. 

Mais informações: 

Edital para novas Salas Verdes



O Ministério do Meio Ambiente publicou edital que prevê a seleção de 100 novos centros de referência para o desenvolvimento de práticas em educação ambiental - Salas Verdes.

Podem participar instituições públicas ou privadas que já desenvolvem atividades relacionadas ao tema.

O prazo para o envio de propostas das novas Salas Verdes vai até o dia 03 de junho.

Atualmente com 300 unidades certificadas em todo o país, o MMA oferece apoio institucional, com disponibilização de publicações e materiais. O projeto selecionado terá a chancela do Ministério do Meio Ambiente de que está de acordo com as diretrizes e os objetivos da Política e do Programa Nacional de Educação Ambiental.

Mais informações:

Curso de férias em análise genômica na Unesp Botucatu




Estão abertas as inscrições para o curso de férias “Análise Genômica”, que o Departamento de Morfologia do Instituto de Biociências de Botucatu/Unesp (IBB) promove de 08 a 11 de julho. 

A capacitação terá 100 vagas disponíveis e é destinada a alunos de graduação, pós-graduação e profissionais das áreas biológicas. 

Os interessados devem enviar, até 31 de maio, e-mail com o currículo resumido e justificativa do pedido de isenção, ao endereço de correio eletrônico citado anteriormente.

Para mais informações, clique aqui

Consulta Pública Ministério da Saúde - Doenças Raras e Aconselhamento Genético



Com o objetivo de instituir a Política Nacional de Atenção às Pessoas com Doenças Raras no Sistema Único de Saúde (SUS) e oferecer atenção integral a esses pacientes, o Ministério da Saúde está promovendo uma consulta pública ao documento que estabelece diretrizes para o acolhimento às pessoas com doenças raras na rede pública.

O quesito 5 do documento "Recursos Humanos do Serviço de Atenção Especializada em Doenças Raras" coloca médicos e enfermeiros como indispensáveis. Em dado momento, citam o médico geneticista clínico como ÚNICO aconselhador genético.

Nesse contexto, orientamos que os Biólogos, em especial, que trabalham com aconselhamento genético, enviem sua constribuição.

É necessário deixar claro, através de argumentos precisos, que Biólogos também podem trabalhar com aconselhamento genético no Sistema Único de Saúde.

As contribuições deverão estar fundamentadas com material científico bibliográfico e ser enviadas para o e-mail doenças.raras@saude.gov.br especificando o número da Consulta Pública (n. 7, de 10 de abril de 2013) e o nome ("Normas para Habilitação de Serviços de Atenção Especializada e Centros de Referência em Doenças Raras no Sistema Único de Saúde" ou "Diretrizes para Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS") no título da mensagem.

O prazo para envio de contribuições é dia 11 de maio.

Mais informações:

XIX Congresso Brasileiro de Floricultura e Plantas Ornamentais



O XIX Congresso Brasileiro de Floricultura e Plantas Ornamentais será realizado entre os dias 21 e 25 de outubro de 2013, em Recife (PE).

Serão promovidos debates de alto nível científico sobre temas inovadores e resultados de pesquisas de ponta, oferecendo opções e lançando desafios às instituições científicas e acadêmicas, ao setor privado e aos agentes de fomento. A integração entre todos estes atores poderá contribuir, efetivamente, para a definição de objetivos e metas de futuras políticas públicas.

A programação do evento conta com palestras, mesas redondas, câmaras técnicas, visitas técnicas, minicursos e exposição de painéis.

Terão descontos as inscrições feitas até o dia 20 de maio.

O prazo final para submissão dos trabalhos é 11 de agosto de 2013.

Mais informações:

Concurso Público SANEAGO (02 vagas para Biólogos)


A Saneago - Saneamento de Goiás está com as as inscrições abertas concurso público, o qual prevê o preenchimento do quadro de pessoal da Companhia.

Existem 02 vagas para Biólogos e a remuneração é de R$2.814,63.

As inscrições serão recebidas até o dia 15 de maio de 2013, através do site www.ibegconcursos.com.br .

A prova objetiva tem previsão para realizar-se no dia 30 de junho de 2013.

Mais informações:

Curso de Regularização Ambiental de Propriedades Rurais em Minas Gerais



A GS Educacional (www.gseducacionalbh.com.br) está com as inscrições abertas para o curso de Regularização Ambiental de Propriedades Rurais em Minas Gerais.

A aula acontecerá no dia 29 de junho (sábado), de 8h às 12h e de 13h às 17h, no Espaço UFV (Rua Sergipe 1087 - 3º andar - Savassi - Belo Horizonte - Minas Gerais).

Biólogos registrado no CRBio04 terão descontos.

Mais informações:

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Estudo inédito revela 550 espécies de plantas e animais nas Cagarras-RJ



Estudo inédito de pesquisadores do Projeto Ilhas do Rio revela que o  Monumento Natural das Ilhas Cagarras, administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a quatro quilômetros da praia de Ipanema (RJ), abriga a segunda maior colônia reprodutiva de aves marinhas da espécie Fregata magnificens (conhecida como fragata) da costa brasileira. Em dois anos, mais de 550 espécies de animais e plantas foram identificadas no local, algumas até então desconhecidas ou consideradas extintas na cidade.

Pelo menos 5,5 mil fragatas e 2,5 mil atobás-marrons usam o arquipélago como refúgio para fazer ninhos. A maior colônia de fragatas do País fica na Ilha de Alcatrazes, em São Paulo, e é um pouco maior, com 6 mil aves. Sem as Cagarras, o Rio não teria a grande quantidade de fragatas que sobrevoam a cidade, uma de suas características, diz a bióloga e pesquisadora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Larissa Cunha. Em busca de alimento, elas cruzam o mar até a Lagoa Rodrigo de Freitas e a Baía de Guanabara, e voltam no fim do dia.

O Projeto Ilhas do Rio é o primeiro estudo extenso e detalhado sobre a biodiversidade do arquipélago formado por quatro ilhas e duas ilhotas. Mas ele não traz apenas boas notícias, pois em dois anos, nenhum golfinho-flíper (Tursiopstruncatus) foi visto pelos 12 pesquisadores. O primeiro registro publicado da presença dessa espécie no local ocorreu em 2003. Até 2010, 29 golfinhos foram identificados e catalogados de um total de 432 ocorrências. A poluição é apontada como provável causa do sumiço. O Emissário Submarino de Ipanema lança esgoto doméstico in natura a dois quilômetros de distância das ilhas, também impactadas pela água poluída que chega da Baía de Guanabara.

"Fala-se muito em impactos do turismo desordenado e da pesca ilegal, mas o grande problema que Cagarras enfrenta é a poluição marinha", diz a chefe da unidade de conservação, Fabiana Bicudo. Antes de assumir o cargo, há cerca de um ano, ela chefiava o Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha. "Cagarras está inserida no contexto urbano. Sofre impacto da questão sanitária da cidade e da poluição industrial da baía. É um problema de estado." A analista do Instituto Chico Mendes destaca a questão do emissário e diz que é preciso monitorar esses impactos, que também afetam a balneabilidade de praias da zona sul. 

Responsável pela parte de aves do estudo, Larissa diz que foram encontradas concentrações muito altas de ascarel, substância tóxica persistente, em ovos coletados nas ilhas Cagarra e Redonda. Segundo ela, a contaminação provavelmente vem de peixes da baía comidos pelas aves. "Não há dúvida em relação ao impacto, mas ainda não sabemos que efeitos estão causando."

O estudo monitorou a qualidade da água e o nível de poluentes em quatro pontos de coleta: na entrada da baía, na saída do emissário, na Ilha Redonda (amais distante do litoral) e na Ilha das Palmas (a mais próxima da costa).

Monumento

Em 2010, o arquipélago foi transformado por lei federal em monumento natural, para preservar sua biodiversidade e beleza cênica. Criou-se, então, a primeira unidade de conservação marinha de proteção integral do litoral carioca. Realizada desde abril de 2011, a pesquisa tem o objetivo de apoiar a elaboração de um plano de manejo, feito pelo ICMBio. "Apesar de todos os problemas, existe uma biodiversidade muito rica que o carioca desconhecia", diz o coordenador do projeto, o biólogo marinho Carlos Rangel.

Foram identificadas até agora 170 espécies da flora, 51 de aves, 50 de algas, 135 de peixes e 157 de invertebrados bentônicos. Dos invertebrados, 7 provavelmente são novos para a ciência. Uma espécie de perereca Scinax (encontrada dentro de uma bromélia) e outra de inseto foram confirmadas como inéditas. Também houve o primeiro registro no Rio de duas espécies de aves, a curicaca e a gralha-do-campo.

O biólogo Massimo Bovini, do Instituto de Pesquisas do Jardim Botânico, ficou responsável pelo inventário da flora. Ele é carioca, já trabalhou na Chapada Diamantina (BA), em Abrolhos (BA) e Fernando de Noronha (PE), mas nunca tinha pisado nas ilhas até o início do estudo.

Bovini encontrou no cume da Ilha Redonda uma espécie que era considerada extinta no Rio desde a década de 1940, a Gymnanthes nervosa. Três espécies são típicas do arquipélago: a bromélia Neoregelia cruenta, a clúsia e a palmeira-jerivá, que pode ser vista de Ipanema. "São as mais abundantes, os símbolos do monumento. Suportam um ambiente com vento forte, alta salinidade e exposição ao sol." 

Outra espécie bem comum no arquipélago, a palmeira-guriri (Allagoptera arenaria), está em processo de extinção. Já o capim-colonião (Megathyrsus maxi-mus), de origem africana, tornou-se um problema, principalmente na Ilha Comprida, ocupando o lugar de plantas nativas.

Fonte: ICMBio 

Primeira descrição da estrutura do DNA completa 60 anos




A primeira descrição da dupla hélice do DNA, descoberta em um laboratório da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, e que mudou para sempre a compreensão da vida, completa 60 anos nesta quinta-feira (25).

A revista científica "Nature" divulgou no dia 25 de abril de 1953 o artigo "Estrutura do ácido desoxirribonucleico", assinado pelo britânico Francis Crick e o americano James Watson, que receberam o Prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina em 1962 junto com o também britânico Maurice Wilkins, que anos antes havia iniciado uma pesquisa sobre o DNA.

O trabalho desses cientistas revelou o mistério da molécula que contém a informação necessária para que qualquer organismo vivo nasça e se desenvolva, desde os seres humanos até as bactérias.

Mais concretamente, a dupla hélice é onde se conservam, em forma de sequência, os genes que contêm as instruções para sintetizar moléculas maiores, que por sua vez constroem células com funções específicas.

Graças à descoberta de Crick e Watson, em pouco mais de uma década foi possível entender o funcionamento do código genético e, a partir daí, teve início uma era de avanços sem precedentes na biologia.

Desde que o naturalista austríaco Gregor Mendel apontou as leis da herança genética em 1865, começou uma corrida de quase um século que chegou a seu ponto culminante quando Crick e Watson compreenderam que o DNA é ordenado em forma de uma dupla hélice.

A descoberta aconteceu no laboratório Cavendish de Cambridge -- onde 29 ganhadores prêmios Nobel trabalharam no último século -- e foi a cristalização de vários anos de avanços em um campo que teve seu impulso definitivo em 1944, quando foi mostrado que a chave da transmissão genética estava escondida no DNA.

Descobrir a estrutura de uma molécula que prometia dar acesso aos segredos da vida se tornou o objetivo de alguns dos centros científicos mais avançados do mundo, e Crick e Watson abandonaram todos os projetos que tinham em 1951 para se dedicarem totalmente a essa tarefa.

A concorrência era dura: o biólogo americano Linus Pauling, que já tinha se aprofundado na estrutura das proteínas, e o britânico John Randall, que contava com uma equipe completa no King's College de Londres, também tentavam descobrir os segredos do DNA.

A cristalógrafa inglesa Rosalind Franklin tinha desenvolvido nessa mesma universidade londrina pesquisas sobre o estudo com raios-x da estrutura molecular que foram essenciais para desvendar o mistério da dupla hélice.

Os dados experimentais de Rosalind poderiam ter dado uma vantagem para os pesquisadores da King's College, mas o estudo acabou nas mãos dos biólogos de Cambridge.

Com ele, Crick e Watson ensaiaram um caminho diferente do que estava sendo seguido pelas demais equipes dedicadas a descobrir a forma do DNA, que insistiam em buscar a molécula com microscópios que não eram suficientemente potentes.

Os dois cientistas acertaram ao compreenderem que, submetendo a molécula a raios X e estudando a difração desses raios, podiam chegar a uma estrutura em forma de dupla hélice.

A descoberta não foi uma mera descrição da molécula. Ela começou a explicar o mecanismo com o qual o DNA se separa em duas fibras -- daí a dupla hélice -- para se reproduzir em duas moléculas idênticas, a base da herança genética.

Fonte: G1

Comércio de bílis leva ursos à extinção no Vietnã



O comércio ilegal de bílis de urso, cobiçada por suas supostas propriedades medicinais, quase levou estes animais à extinção no Vietnã, onde restaram apenas cem exemplares em liberdade. Segundo a Fundação Animals Asia, há cerca de três mil ursos amontoados dentro de exíguas jaulas em dezenas de fazendas do país, onde lhes extraem a bílis todos os meses para fabricar remédios tradicionais contra doenças hepáticas.

"Drogam os ursos e os picam várias vezes no abdômen com agulhas de 10 centímetros, sem as esterilizar, até que lhes tiram todo o líquido", afirmou o diretor da Animals Asia no Vietnã, o biólogo Tuan Bendixsen.

A organização internacional investiu US$ 2,3 milhões (R$ 4,6 milhões) desde 2008 na construção de um santuário de 12 hectares no parque natural de Tam Dao, cerca de 70 quilômetros ao norte de Hanói, no qual dão abrigo a cem ursos resgatados.

Os mais jovens que foram salvos dos criminosos antes de serem revendidos passam o dia brincando uns com os outros dentro de um dos amplos cercados do parque. Sua vitalidade contrasta com a apatia de alguns dos exemplares maiores, meio cegos, mancos ou com seus instintos atrofiados após muitos anos de sobrevivência em péssimas condições.

O objetivo final é devolver os animais à natureza e para isso os responsáveis do parque tentam lhes oferecer um habitat parecido com o das montanhas vietnamitas, minimizando o contato com humanos e escondendo a comida para educar seu olfato, mas Bendixsen reconhece as dificuldades.

"Em liberdade, são animais solitários, e aqui convivem com outros. Não sabemos como reagirão. Alguns dos que passaram anos em fazendas morreriam (em liberdade) porque sua saúde está deteriorada e não poderiam sobreviver na natureza. Quanto aos jovens, não puderam receber os ensinamentos da mãe para sobreviver", admitiu o biólogo.

Uma lei aprovada em 2005 tornou ilegal a extração e a venda de bílis e a posse de animais selvagens sem registro, mas Bendixsen lamenta o fraco progresso realizado desde então devido ao relaxamento das autoridades. "Os criminosos e os traficantes não são perseguidos seriamente. A maior parte das vezes os deixam ir em troca de um suborno", criticou o especialista.

A captura de animais selvagens se transformou em um meio de subsistência para vietnamitas sem recursos em algumas zonas montanhosas. "Os criminosos vendem ursos por US$ 100 a um traficante que por sua vez os vendem à fazenda por US$ 2 mil", revelou Bendixsen.

Os remédios à base de bílis de urso, aos quais alguns curandeiros atribuem efeitos milagrosos em doenças como o câncer, são vendidos em muitas farmácias de Hanói a um preço que varia entre US$ 3 e US$ 30 por mililitro.

Segundo a Animals Ásia, de cada urso são extraídos cerca de 100 mililitros de bílis todos os meses nas fazendas. Alguns pacientes preferem comprar a vesícula biliar de ursos jovens previamente sacrificados e pagam por isso cerca de US$ 2 mil.

"Se nos queixamos que se vende bílis em algum estabelecimento de Hanói, a polícia se limita a confiscar os frascos, mas não evita que voltem a ser comercializados no futuro", disse Bendixsen.

Embora a bílis de urso não possua as propriedades milagrosas que lhe seja atribuída por alguns curandeiros, contém um ácido usado na medicina convencional para atenuar os efeitos de doenças como a hepatite e reduzir o colesterol.

Os comerciantes aumentaram sua renda nos últimos anos em parte graças ao surgimento de turistas de outros países asiáticos. "Há inclusive viagens organizadas de turistas coreanos às fazendas", denunciou o diretor do refúgio.

Além de dar refúgio aos ursos, a Animals Asia destaca que a existência de seu centro, o único em todo o país, facilita o trabalho das autoridades. "Antes não queriam deter os fugitivos porque depois não sabiam o que fazer com os ursos resgatados, mas agora sabem que podem enviá-los ao nosso santuário", explicou Bendixsen.

Segundo a Animals Asia, os cerca de cem ursos em liberdade que ficam no Vietnã se concentram no noroeste do país, nas montanhas próximas às fronteiras com o Laos e a China.

Fonte: Terra

MMA declara estado de emergência ambiental em Minas Gerais e outros 18 Estados



Para combater queimadas e incêndios florestais, que ocorrem com mais frequência na estação seca, que começa nos próximos meses, o Ministério do Meio Ambiente decretou estado de emergência ambiental em Minas Gerais e outros 18 Estados, além do Distrito Federal. Com a medida publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (17), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) pode contratar, pelos próximos seis meses, até 2.520 brigadistas para combater incêndios florestais. A declaração do estado de emergência ambiental agiliza a contratação temporária de brigadistas para o controle dos focos de incêndio.

Apenas sete Estados não entraram na lista: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Espírito Santo, Alagoas e Rio Grande do Norte. Em um primeiro momento, áreas em 14 Estados entrarão em alerta até o fim do ano - Ceará, Pernambuco, Paraíba, Sergipe e Roraima serão incluídos apenas no segundo semestre.

De acordo com Luciano Evaristo, diretor de proteção ambiental do Ibama, inicialmente serão contratados 1,6 mil brigadistas. "Daremos treinamento de uma semana para os selecionados, que ficarão de prontidão para atender às ocorrências. "O restante será chamado se for necessário", explica.

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) revelam aumento de 53% nas queimadas registradas no Brasil nos últimos cinco anos. Somente nos primeiros oito meses de 2012, foram 40 mil focos de incêndio. As principais causas são clima seco, expansão agropecuária e fiscalização deficiente. Em Minas, o mês de maior incidência é setembro. Apenas nas unidades de conservação administradas pelo Estado, foram queimados naquele mês 15,3 mil hectares, em 2010, e 29,3 mil no ano seguinte. No ano passado, o número caiu para 28,3 mil.

Evaristo pontuou ainda que, neste ano, o foco não serão os municípios, mas áreas relevantes do ponto de vista da conservação. "Daremos prioridade a 18 terras indígenas, 35 unidades de conservação e 21 assentamentos extrativistas onde há um histórico de ocorrências", informou.

O período em que o estado de emergência ambiental fica vigente varia de acordo com as características climáticas de cada área, inclusive com subdivisões dentro dos Estados. Há regiões em que a medida vale até os primeiros meses de 2014 - a mais longa vai até maio, na Região Metropolitana de Salvador.

Fonte: Ministério do Meio Ambiente

Primeira Terça Ambiental de 2013 abordará situação da Lagoa da Pampulha e seu projeto de recuperação



A primeira Terça Ambiental de 2013, projeto realizado pela Amda (http://amda.org.br/) há três anos, abordará a "Situação Ambiental da Bacia da Pampulha e Projeto de Recuperação". O palestrante convidado para falar do principal espelho d'água de Belo Horizonte é Weber Coutinho, gerente de Planejamento e Monitoramento Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Belo Horizonte. O evento acontecerá na próxima terça-feira (30), às 19h, no Centro da capital mineira.

Em janeiro deste ano, diversas entidades ambientalistas solicitaram realização de Estudos de Impacto Ambiental (EIAs) para elaboração de Plano Diretor da Lagoa da Pampulha, visando conciliação entre as obras de reurbanização, anunciadas pela prefeitura para a Copa do Mundo de 2014, e proteção de nichos ecológicos existentes em seu entorno, principalmente nas áreas mais próximas ao zoológico.

O biólogo e ornitólogo Gustavo Pedersoli, presidente da ONG Ecoavis, explica que o licenciamento é necessário para que o projeto de reurbanização atenda aos objetivos da revitalização da Lagoa, sem comprometer os nichos ecológicos e a permanência das aves no local. "O desassoreamento previsto, sem que antes sejam realizados os estudos ambientais, nos preocupa. Os bancos de areia localizados em alguns pontos da Lagoa, associados à vegetação marginal ao seu redor, formam ambientes extremamente propícios para a permanência da grande maioria das aves aquáticas que habitam o local, pois oferecem condições para a alimentação e reprodução dessas aves. Se forem retirados, todas as aves aquáticas associadas, como patos, marrecos, mergulhões, socós, garças, colhereiros, sanãs, saracuras, frango d'água, maçaricos e jaçanãs, serão diretamente prejudicadas", adverte Pedersoli.

Ao final da palestra de Weber Coutinho, será aberto espaço para perguntas e comentários dos presentes. Haverá ainda sorteio de brindes institucionais.

A Terça Ambiental será realizada terça-feira que vem (30), às 19h, no auditório do Senac, localizado na Rua Guajajaras, 40, 16º andar - Edifício Mirafiori, Centro de Belo Horizonte.

Faça sua inscrição clicando aqui .

A Amda disponibiliza certificado de participação no evento. É necessário solicitar o documento, após realização da Terça Ambiental, pelo email eventos@amda.org.br

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Concurso Público UFMG (01 vaga para Professor de Fisiologia e Biofísica)


Estão abertas as inscrições do concurso público da UFMG (edital 214/2013), que visa contratar Professor Auxiliar da área de Fisiologia e Biofísica, com ênfase nas áreas de: Proteômica, Biofísica Molecular ou Ensaios Pré-clínicos.

O cargo prevê salário de R$8.049,77.

Os interessados devem realizar sua inscrição presencialmente até o dia 22 de julho de 2013, na Secretaria Geral do Instituto de Ciências Biológicas (Av. Antônio Carlos, nº 6.627, Pampulha, Belo Horizonte – MG).

É necessário ter Doutorado em Fisiologia ou Biofísica ou áreas afins.

Os candidatos serão avaliados por: Prova de Títulos; Arguição de Memorial; Apresentação de Seminário.

Mais informações:

5º Congresso Internacional e Encontro Brasileiro sobre Annonaceae


O 5º Congresso Internacional e Encontro Brasileiro sobre Annonaceae, com o tema “Do gene à exportação”, será realizado na Fazenda Experimental Lageado da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Botucatu (SP), de 19 a 23 de agosto de 2013.

O evento é organizado pelo Instituto de Biociências e pela Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, em parceria com a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati) e com a Universidad de Ciencias y Artes de Chiapas, no México.

O evento busca integrar pesquisa, ensino e extensão na busca pelo fortalecimento da cadeia produtiva da família Annonaceae, considerada de grande interesse internacional. Diversas espécies desta família, entre elas a pinha, graviola, atemoia e a cherimoia, têm importância para o consumo in natura, na indústria farmacológica, cosmética e alimentícia.

O evento contará com palestras, mesas-redondas, apresentações de trabalhos científicos e visita técnica. Além disso, um número especial da Revista Brasileira de Fruticultura será editado para a publicação de artigos completos.

A data-limite para o envio de resumos é 05 de junho de 2013, os quais serão apresentados na formal oral ou de pôsteres. Serão aceitos trabalhos nas diversas áreas relacionadas à família Annonaceae.

Mais informações: 

Concurso Público HCFM USP (01 vaga para Biologista)


O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFM), está com as inscrições abertas para o Concurso Público, o qual pretende contratar profissional para a função de Biologista, sob regime celetista.

A vaga destina-se a suprir a demanda Agente Técnico de Assistência a Saúde no cargo de Biologista para a Divisão de Clínica Cirúrgica II das Unidades Médicas e de Apoio do Instituto Central.

O vencimento é de R$1.269,02 e a jornada de trabalho é de 30 horas semanais.

O HCFM da USP está recebendo as inscrições pelo correio, por meio de Carta Registrada mais aviso e Recebimento (AR), para ao Serviço de Recrutamento, Seleção e Movimentação de Pessoal da Divisão de Recursos Humanos do Hospital (rua Dr. Ovídio Pires de Campos, nº. 225, Prédio da Administração, 1º. andar, Cerqueira César, São Paulo capital), contendo ficha preenchida e assinada, disponível em www.hc.fm.usp.br, até o dia 08 de maio de 2013.

O concurso será composto de 03 fases: Prova Escrita; Prova Prática; Prova de Títulos.

O dia 27 de maio é data provável para acontecer todas as etapas do concurso.

Mais informações:

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Curso Biologia, Comportamento e Controle de Baratas, Formigas e Pombas



PROMOÇÃO
Minasprag

DATA
08 de maio de 2013 (quarta-feira)

HORÁRIO
9h às 16h30

LOCAL
SEAC/MG – Rua Uberlândia, 877 – bairro Carlos Prates – Belo Horizonte/MG

PÚBLICO-ALVO
Profissionais de empresas controladoras de pragas urbanas; profissionais graduados e estudantes (a partir do 5º período) de áreas afins (Biologia, Medicina Veterinária, Química, Farmácia, Agronomia, Engenharia Florestal) que possuam interesse no mercado de controle de pragas; servidores públicos das áreas de saúde, meio ambiente e Vigilância Sanitária.

PALESTRANTE
Lucy Ramos Figueiredo - Bióloga com especialização em Saúde Pública/ modalidade Epidemiologia pela Escola Nacional de Saúde Pública /ENSP da Fundação Oswaldo Cruz / FIOCRUZ. Professora convidada do curso de especialização em Entomologia Urbana da UNESP.

MAIS INFORMAÇÕES:
comunicacao@minasprag.com.br
(31) 8651-1022
http://www.minasprag.com.br/

Perfil dos Mestres e Doutores do País



Trinta por cento dos mestres e 32,88% dos doutores brasileiros moravam no Estado de São Paulo em 2010, segundo levantamento publicado em Mestres 2012: demografia da base técnico-científica brasileira, lançado no dia 22 de abril pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE).

A relação entre o número de mestres e a população residente, no entanto, é maior no Distrito Federal (com 18 mestres por mil pessoas entre 25 e 65 anos), seguido pelo Rio de Janeiro (9,2 mestres por mil) e por São Paulo (7 mestres por mil).

De acordo com o estudo, a formação de novos mestres no país cresceu à taxa de 10,7% ao ano entre 1996 e 2009. A publicação aponta que boa parte da expansão está ligada aos programas de pós vinculados a instituições particulares, que respondiam por 22,4% dos titulados em 2009, ante 13,3% em 1996.

Entre as instituições que participaram do estudo estão: a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Coordenação Geral de Indicadores do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

O estudo foi feito a partir do cruzamento das bases de dados do ColetaCapes – 1996-2009 (Capes/MEC) e da RAIS 2009 (MTE). Os dados do Censo Demográfico 2010, recém-publicado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), também foram utilizados na pesquisa.

Outro dado apontado é que a população de mestres e doutores é muito mais branca do que a população como um todo. Enquanto os brancos correspondiam a 47% da população residente no Brasil em 2010, entre a parcela com mestrado e doutorado a porcentagem de brancos subia para 80%. Por outro lado, enquanto os negros representavam 8% da população total, apenas 3% dos mestres e 2% dos doutores eram negros.

Além disso, embora as mulheres fossem maioria entre os mestres, a remuneração delas era muito inferior à dos homens. Entre os titulados em programas de mestrado, o número de mulheres superou o de homens em 1998 e cresceu depois disso. A sua remuneração mensal média, entretanto, era 42% menor do que a dos mestres homens.

A publicação está disponível para download em: 

Dia do DNA



O Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da Universidade de São Paulo (USP) comemora no dia 25 de abril o “Dia do DNA”, marcando os 60 anos da descoberta da estrutura do ácido desoxirribonucleico.

A festividade ocorrerá entre 14 horas e 17 horas no ICB IV e contará com jogos, prêmios, cafés e uma sessão de arte em gravite (DNA Live Painting). A atividade é promovida pela Comissão de Cultura e Extensão do ICB e pela empresa de biotecnologia Life Technologies.

Interessados devem confirmar a participação na página https://pt.surveymonkey.com/s/DNA60ANOS

O ICB IV fica na Avenida Professor Lineu Prestes, 1.730, na Cidade Universitária, em São Paulo.

Confira o anúncio do evento em: 

terça-feira, 23 de abril de 2013

Concurso Público UFRR (03 vagas para Professor)


A Universidade Federal de Roraima - UFRR lançou edital destinado a contratação de professor auxiliar.

Há vagas nas áreas de: Ensino de Biologia; Zoologia; Citologia, Embriologia, Histologia e Fisiologia Animal.

As inscrições deverão ser efetivadas Serão aceitas inscrições via SEDEX, na Diretoria de Administração de Recursos Humanos/DARH da Universidade Federal de Roraima, Prédio da Reitoria, sala da DARH.

Serão aceitas inscrições via SEDEX.

A remuneração varia conforme a titulação (entre R$3.087,89 e R$8.422,77).

Mais informações:

Curso de Técnicas de Levantamento de Fauna para Licenciamento Ambiental



Sobre o Curso
O Curso de Técnicas de Levantamento de Fauna para Licenciamento Ambiental será realizado de 24 a 26 de Maio no estado do RJ e 26 a 28 de Julho no estado de SC.  O curso será formado por atividades teóricas e práticas

Público-Alvo
Profissionais e estudantes de Biologia, Veterinária, Gestão Ambiental e áreas afins

Inscrições
Serão realizadas através do site www.selvagememfoco.com e-mail para: selvagememfoco@gmail.com, constando de comprovante de depósito bancário no valor da taxa de inscrição e dados pessoais.

Encontro de Observação de Aves - AVISTAR 2013



Nos dias 06 e 07 de julho de 2013, Belo Horizonte vai receber o Avistar, Encontro de Observação de Aves, evento organizado pela Ecoavis – Ecologia e Observação de Aves, em parceria com AvistarBrasil. 

O evento será gratuito, realizado no Parque das Mangabeiras e tem como objetivo principal difundir a observação de aves para o público mineiro, destacando a rica avifauna do estado.

Mais informações:

Pesquisadoras da UnB publicam artigo na Science



O desenvolvimento urbano mal planejado e o desmatamento florestal são alguns dos responsáveis pela alteração no ciclo do nitrogênio. O principal fator, no entanto, “é a emissão de óxidos de nitrogênio por queima de combustíveis fósseis”, explica a pesquisadora Gabriela Bielefeld Nardoto, professora adjunta da Faculdade UnB Planaltina (FUP) e uma das autoras do texto. Segundo ela, o nitrogênio que se encontra na natureza na forma inerte volta para a atmosfera como poluente, acidificando o solo e levando à perda de biodiversidade.

A situação se agrava ainda mais com o aumento das queimadas e o uso indiscriminado de fertilizantes na agricultura. “Os níveis de nitrogênio caem e o solo perde cálcio e magnésio, ficando pobre em nutrientes”, esclarece Gabriela. O solo pobre exige mais fertilizantes para promover o desenvolvimento das plantas e muitos agricultores acabam utilizando as queimadas como recurso para recuperar a produtividade da terra. A retirada do nitrogênio do solo tem sido considerada a terceira maior causa de perda da biodiversidade.

O artigo, publicado recentemente na revista Science, chama a atenção para um fenômeno até então pouco discutido por pesquisadores da América Latina: a poluição ambiental por nitrogênio. “Esse tipo de poluição só era visto pelos Estados Unidos, Europa e Ásia e nós somos uma região do mundo com uma mega biodiversidade”, conta Gabriela Nardoto. Além dela, a pesquisadora Mercedes Bustamante, professora do Departamento de Ecologia da UnB, também assina o texto, junto com outros dez especialistas de países da América Latina, como Argentina, Bolívia e Chile.

O encontro entre os estudiosos aconteceu em agosto de 2011, no Instituto de Biologia da Universidade de Brasília, durante um workshop promovido pelas professoras da UnB com apoio da Iniciativa Internacional do Nitrogênio (INI). A reunião resultou na elaboração do texto publicado pela Science. “Temos trabalhado em três pilares: ensino, pesquisa e extensão”, explica o professor Luiz Antônio Pasqueti, diretor da Faculdade UnB Planaltina. “Para nós é um orgulho muito grande elas terem conseguido que esse trabalho fosse reconhecido pela Science. Isso demonstra a qualidade dos nossos professores”, completa Pasqueti.

A revista Science é uma das mais prestigiadas publicações voltadas à ciência do mundo, conhecida por divulgar importantes descobertas científicas como a clonagem, o uso de células-tronco e a descoberta do Bóson de Higgs, que ficou conhecido como a “partícula de Deus”. Em 2007, foi contemplada com o Prêmio Príncipe das Astúrias de Comunicação, juntamente com a revista Nature.


Para ler o artigo, clique aqui


Fonte: UnB

Greenpeace promove ato em defesa do Ártico



A organização não governamental Greenpeace promoveu na manhã do último dia 20, na Praia de Botafogo, na zona sul do Rio, um ato em defesa do Ártico, criando com os próprios corpos as palavras “I love Arctic”, que em português significa “Eu amo o Ártico”. 

A ação foi feita simultaneamente em outras 280 cidades, de 36 países, para chamar a atenção da sociedade civil e fazer pressão para que os países integrantes da Organização da Nações Unidas (ONU) implementem medidas de proteção do Ártico, um dos ecossistemas mais ameaçados do planeta. 

A ONG defende a criação de um santuário mundial na área em torno do Polo Norte e a proibição da exploração de petróleo em alto mar e da pesca predatória na região. Segundo o Greenpeace, a exploração de petróleo no Ártico torna a operação altamente arriscada, devido ao frio intenso.

Fonte: Agência Brasil

FAPESP e Academy of Finland lançam chamada de propostas em biodiversidade



A FAPESP e a Academy of Finland (AKA) lançaram chamada de propostas para apoiar projetos de pesquisa conjuntos em biodiversidade e uso sustentável de recursos naturais. A chamada é a primeira no âmbito do acordo de cooperação entre as instituições.

O propósito é promover e reforçar a colaboração entre pesquisadores da Finlândia e do Estado de São Paulo.

A chamada está focada em seis áreas temáticas: Mapeamento de biodiversidade e monitoramento ambiental; Valoração da biodiversidade e dos serviços ecossistêmicos; Alterações nas paisagens continentais/litorâneas e biodiversidade; Proteção da biodiversidade em contraste com a prevenção de impactos ou compensação da biodiversidade; Informações operacionais necessárias para alcançar a sustentabilidade; Desafios institucionais para alcançar a sustentabilidade.

As propostas podem incluir uma ou mais dessas áreas temáticas. Iniciativas de mobilidade para apoiar as pesquisas são encorajadas. A FAPESP e a AKA destinarão um total de até € 6 milhões para apoiar os projetos selecionados.

As propostas devem incluir um plano conjunto escrito pelos pesquisadores da Finlândia e do Estado de São Paulo. No caso do Estado de São Paulo, os interessados devem submeter propostas nas modalidades Auxílio à Pesquisa – Regular ou Auxílio à Pesquisa – Projeto Temático. Nos dois casos, a duração máxima do projeto selecionado será de 48 meses. Os pesquisadores finlandeses devem seguir os critérios de elegibilidade da AKA.

As propostas serão recebidas até 10 de junho de 2013.

A chamada está disponível (em inglês) em:

International Congress on Pathogens at the Human-Animal Interface



A segunda edição do International Congress on Pathogens at the Human-Animal Interface (ICOPHAI): One Health for Sustainable Development (Congresso Internacional de Patógenos na Interface Homem-Animal) será realizado em Porto de Galinhas (PE) de 14 a 17 de agosto de 2013.

O congresso é aberto a cientistas, educadores e formuladores de políticas interessados em prevenção e controle de patógenos zoonóticos na interface animal-humana-ecossistema. O congresso é promovido pela sociedade científica VPH-Biotech Global Consortium.

O palestrante principal será Lonnie King, pró-reitor de Ciências da Saúde na The Ohio State University e ex-diretor de Zoonoses no Centers for Disease Control and Prevention do governo dos Estados Unidos.

Mais informações: 

segunda-feira, 22 de abril de 2013

IETEC oferece curso de curta duração na área Ambiental



Nos dias 09 e 10 de maio, o Instituto de Educação Tecnológica (IETEC), irá oferecer o curso de curta duração de Indicadores de Produção Mais Limpa: Avaliação de Desempenho Ambiental dos Processos Produtivos. 

A iniciativa tem como finalidade fornecer aos participantes conhecimentos teóricos e práticos necessários à implantação e monitoramento de indicadores, seguindo a metodologia de Indicadores de Produção mais Limpa proposta pela FEAM (Fundação Estadual do Meio Ambiente). 

Poderão participar gerentes, analistas, consultores e todos os profissionais envolvidos com a área de gestão ambiental e sustentabilidade. 

O curso será realizado das 8h30 às 17h30, na sede do IETEC (Rua Tomé de Souza, 1065, Savassi, Belo Horizonte - MG). 

Mais informações podem ser adquiridas pelos telefones (31) 3223-6251 e (31) 3116-1000, e pelo e-mail cursos@ietec.com.br

Fórum Regional do Sistema CFBio/CRBios e Coordenadores de Cursos de Ciências Biológicas



O Sistema Conselho Federal e Conselhos Regionais de Biologia (CFBio/CRBios) realizará nos CRBios o “Fórum Regional do Sistema CFBio/CRBios e Coordenadores de Cursos de Ciências Biológicas”.  

O Fórum do CRBio-04 acontecerá no dia 02 de outubro, em Belo Horizonte.

Na oportunidade, serão discutidos temas relacionados à formação do Biólogo e sua inserção no mercado de trabalho, especialmente o que se refere aos componentes curriculares das Ciências Biológicas e à carga horária, considerando os requisitos mínimos para o exercício profissional, conforme estabelecido na Resolução nº 300/2012 e Parecer CFBio nº 01/2010 - GT Revisão das Áreas de Atuação.

O público-alvo são as Comissões de Formação e Aperfeiçoamento Profissional (CFAPs) do Sistema CFBio/CRBios e os Coordenadores dos Cursos de Ciências Biológicas.

A participação dos Coordenadores dos Cursos de Ciências Biológicas será de grande importância para a melhoria da qualificação do Biólogo e o sucesso do evento.

Solicitamos a confirmação da presença dos Coordenadores de Cursos de Ciências Biológicas junto aos CRBios da jurisdição da Instituição de Ensino Superior.

Datas de realização dos Fóruns nos CRBios:

CRBio-07
26 de Abril - Curitiba/PR - secretaria@crbio-7.gov.br

CRBio-01
08 de Maio - São Paulo/SP - secretaria@crbio01.gov.br

CRBio-03
22 de Maio - Porto Alegre/RS - secretariacrbio03@crbio03.gov.br

CRBio-05         
07 de Junho - Recife/PE - crbio5@crbio5.gov.br

CRBio-06
12 de Junho - Manaus/AM - crbio06@crbio06.gov.br

CRBio-02
25 de Setembro - Rio de Janeiro/RJ - assessoria@crbio-02.gov.br

CRBio-04
02 de  Outubro - Belo Horizonte/MG - crbio04@crbio04.gov.br

PL que modifica a lei floresta de Minas já causa polêmica



Foi realizada no último dia 18, por convocação do deputado Célio Moreira, presidente da Comissão de Meio Ambiente da ALMG, reunião sobre PL nº 3915/2013, enviado pelo Governo do Estado a casa,  que dispõe sobre as Políticas Florestais e de Proteção à Biodiversidade em Minas Gerais. Participaram do encontro diversas instituições, como Faemg, IEF, Amda, Associação Mineira de Silvicultura, Fetaemg. 

O deputado informou que o prazo para apresentação de propostas é exíguo, considerando que qualquer parlamentar pode pedir que o PL seja retirado da Comissão e, diante disto, propôs prazo de cinco dias para recebimento de propostas. O prazo acabou sendo fechado em oito dias, contados a partir da data da reunião. 

Para Dalce Ricas, superintendente da Associação Mineira de Defesa do Ambiente (Amda), a tramitação começou mal: "esperávamos que aqui em Minas, a sociedade fosse realmente ouvida, sem pressa e de forma democrática. Mas parece que o processo será semelhante ao do Código Florestal que manteve a sociedade, ONGs ambientalistas e instituições como CNBB, OAB, SBPC e outras alijadas do mesmo. O meio ambiente será novamente %u2018tratorado%u2019 por forças políticas e econômicas que detêm o poder no Estado". 

Já o presidente da Comissão de Agropecuária, Antônio Carlos Arantes, declarou que desconhece outra Lei que tenha sido tão bem discutida com a sociedade como foi o Código Florestal e manifestou desejo de que o PL  estadual seja aprovado como proposta de consenso entre os diversos segmentos envolvidos. "Este é também nosso desejo, mas infelizmente não creio que vá acontecer. Para isto, os deputados teriam de tratar aspectos econômicos e ambientais no mesmo patamar de igualdade e até hoje nunca vimos isto acontecer", rebate Dalce. 

O representante da Faemg, Marcus Abreu, apoiou a proposta de urgência, alegando que os produtores rurais estão paralisados porque o IEF não concede licença. A afirmativa foi interpretada pelos ambientalistas como possível defesa da continuidade do desmatamento em Minas. "Não é preciso licença para plantar. Portanto, o que teria  a Lei a ver com isto a não ser para novos desmatamentos?", indaga a assessora jurídica da Amda, Aline Arantes.

Quanto ao PL proposto pelo governo, a assessora informa que apesar de conter alguns pontos interessantes, há outros extremamente ruins para o meio ambiente em Minas. Ela destaca de forma geral, que o governo não se preocupou em utilizar de sua competência concorrente para avançar em relação ao Código aprovado no Congresso e da mesma forma, a proteção da biodiversidade, principalmente da fauna, foi relegada a caráter secundário. 

"A proposta repete bastante o Código Florestal no sentido de premiar quem desmatou e degradou, em detrimento daqueles que cumpriram a Lei.  O Estado tem realmente limites para legislar, mas a proposta poderia pelo menos ter tratado no mesmo nível de importância, aspectos ambientais e econômicos. Considerando que, com valor ambiental, devem ter sobrado em Minas menos de 15% de ambientes naturais e a grande extensão de áreas desmatadas em seu território, tínhamos expectativa de que a proposta do Governo focasse na diminuição do desmatamento", diz ela. 

Um dos pontos que mais causou surpresa, segundo Aline, foi a inserção no PL do artigo de nº 37, que retira a Mata Seca do bioma Mata Atlântica, ao prever que sua proteção deve ser regulamentada por deliberação do Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam). "O artigo é inconstitucional. Não pode ser aprovado. Os políticos que representam o agronegócio, baseado no desmatamento, aprovaram artigo semelhante na Lei nº 14.309/02, que foi assim declarado pelo TJMG através de Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) do MP Estadual", esclarece. 

Na reunião realizada no dia 18 na ALMG, o Promotor de Justiça, Coordenador Geral do Ministério Público do Meio Ambiente, Carlos Eduardo Ferreira Pinto, ressaltou que há receio por parte do Ministério Público acerca da base jurídica do PL do governo. "Nossa preocupação é muito grande, o novo Código Florestal gerou uma insegurança muito grande. Ainda não temos respostas quanto as três Adins, por meio das quais, o Ministério Público Federal questiona vários dos dispositivos do Novo Código Florestal. Essa rapidez quanto ao PL 3915 vai atropelar várias questões trazendo ainda mais insegurança jurídica", lembrou. 

Fonte: AMDA

Conselho Nacional de Justiça reconhece obrigação legal de averbar as áreas de Reserva Legal



Na última sexta-feira (19), a pedido do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), reconheceu, em decisão liminar a obrigação legal de averbar junto ao registro de imóveis as áreas de proteção legal.

De acordo com informações do portal do MP, com a decisão, o CNJ, através do conselheiro relator Neves Amorim, declara a nulidade da Portaria nº 01/2003, da Corregedoria do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), que permitia a transcrição de títulos aquisitivos de imóveis sem a respectiva averbação da Reserva Legal instituída pela Lei nº 4.771/1965 (Código Florestal).

O MPMG argumentou que a falta de averbação traz grave ameaça ao meio ambiente, já que não haverá controle do poder público das áreas legalmente protegidas. Na representação, o MPMG ressaltou também que não há amparo legal para a orientação exarada pelo Tribunal: a obrigatoriedade da averbação consta da Lei nº 6.015, de 31 de dezembro de 1973, em seu art. 167, II, 22, dispositivo que não foi revogado pelo Código Florestal, conforme veto da Presidência da República ao art. 83 da Lei n 12.651.

O procurador de Justiça Alceu José Torres Marques, coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Defesa do Meio Ambiente (Caoma), ressalta que a "liminar concedida pelo CNJ terá relevante papel em Minas Gerais, sobretudo na proteção de áreas relevantes para conservação da biodiversidade".

Devido à relevância da matéria, a decisão do CNJ deverá merecer ampla divulgação, especialmente junto aos tribunais e aos órgãos que atuam na área ambiental.

Assinaram a representação o procurador de Justiça Alceu José Torres Marques e os promotores de Justiça com atuação na área ambiental Bergson Cardoso Guimarães; Leonardo Castro Maia; Bruno Guerra de Oliveira; Carlos Eduardo Ferreira Pinto; Mauro da Fonseca Ellovitch; Carlos Alberto Valera; Felipe Faria de Oliveira; Ana Eloísa Marcondes da Silveira; Francisco Chaves Generoso; Marcos Paulo de Souza Miranda; Marcelo Azevedo Maffra e Marta Alves Larcher.

Histórico

Com a publicação do Novo Código Florestal (Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012), a averbação da área de Reserva Legal de bens imóveis passou a ser facultativa para o proprietário desde que a área estive inscrita no Cadastro Ambiental Rural (CAR).

O TJMG, no entanto, editou Orientação em que afirma ser "facultativa a averbação da reserva legal no Cartório de Registro de Imóveis, nos termos do art. 18, § 4º, do Novo Código Florestal, mostrando-se, assim, sem amparo legal qualquer exigência de prévia averbação da reserva legal como condição para todo e qualquer registro envolvendo imóveis rurais.

Na representação ao CNJ, o MPMG argumentou que a obrigatoriedade da averbação consta da Lei nº 6.015, de 31 de dezembro de 1973, em seu art. 167, II, 22, dispositivo que não foi revogado pelo Código Florestal, conforme veto da Presidência da República ao art. 83 da Lei n 12.651.

"Com base no dever público de proteção ao meio ambiente e, considerando ainda subsistir a necessidade de averbação, requer o autor, liminarmente, a suspensão da Orientação nº 59.512/2012 e do Provimento nº 242/2012 a fim de manter inalterada a exigência da averbação da reserva legal às margens do registro dos imóveis rurais. No mérito, requer a desconstituição dos atos do Tribunal", destaca o CNJ na liminar.

Fonte: Ministério Público de Minas Gerais

Concurso Público Departamento de Educação e Cultura do Exercito - DECEx (19 vagas para Professor)


O Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx) anunciou a abertura de concurso público para 101 vagas para professores do ensino básico, técnico e tecnológico. 

Para participar da seleção, os candidatos devem ter nível superior. Há 19 vagas para professor na disciplina de ciências físicas e biológicas.

As inscrições devem ser realizadas entre às 10h do dia 13 de maio até às 16h do dia 17 de junho de 2013, no Colégio pretende atuar. Os endereços estão discriminados no edital. 

O salário base é de R$ 3.594,57, mais gratificação por titulação, podendo chegar a R$8.422,77.

As vagas são para os seguintes colégios: Colégio Militar de Belo Horizonte (CMBH), Colégio Militar de Brasília (CMB), Colégio Militar de Campo Grande (CMCG), Colégio Miliar de Curitiba (CMC), Colégio Militar de Manaus (CMM), Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA), Colégio Militar do Rio de Janeiro (CMRJ) e Colégio Militar de Santa Maria (CMSM). 

A seleção será feita por meio de provas escritas, teste didático e avaliação de títulos. 

As provas serão aplicadas na data provável de 07 de julho.

Mais informações:

Processo Seletivo UFG (01 vaga para Professor de Genética)


Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo da Universidade Federal de Goiás- UFG (edital 035/2013), que objetiva o provimento de vagas de professores para lotação nos Campus de Goiânia.

Existe 01 vaga para Professor Assistente de Genética. O candidato deve ter no mínimo Mestrado em Genética ou áreas afins. A remuneração mensal é de R$3.441,18.

As inscrições estão sendo recebidas até 26 de abril de 2013 e devem ser feitas presencialmente no Instituto de Ciências Biológicas - ICB, Campus II Samambaia, Goiânia/GO.

Mais informações:

domingo, 21 de abril de 2013

1ª Jornada de Sustentabilidade da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Uberlândia



A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Uberlândia irá promover,  na próxima quarta-feira (27), às 17h, a 1ª Jornada de Sustentabilidade. A palestra acontece no auditório do Centro Administrativo Municipal e será ministrada por dois representantes do Grupo Algar.

Nesse primeiro encontro serão abordados os três pilares que a empresa apoia e incentiva nas cidades onde ela atua que são a sustentabilidade social, ambiental e econômica. Será feita uma apresentação do case das boas práticas do grupo na área da sustentabilidade. Além de promover a capacitação dos servidores da secretaria, a Jornada de Sustentabilidade também visa abrir espaços ao público em geral, interessado em debater sobre o assunto.

O objetivo do secretário da pasta, Hélio Mendes, é que durante os quatro anos de gestão seja ministrada uma palestra por mês relacionada ao tema sustentabilidade. Serão ao todo 48 encontros que vão dar ênfase nos quatro pilares do desenvolvimento sustentável.

O maior desafio da secretaria é traçar um planejamento para Uberlândia até o ano de 2050. “Uma cidade para ser considerada sustentável tem que priorizar o lado social, econômico, ambiental e cultural da sociedade. A nossa intenção com essas ações é capacitar nossos servidores e o público interessado, é possível sim fazer um bom planejamento”, afirma o secretário.

Durante a palestra, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios) fará um lançamento de dois selos comemorativos do “Ano internacional de cooperação pela água”, que entrou em circulação a partir desse mês.

SERVIÇO
O quê: 1ª Jornada de Sustentabilidade
Quando: Quarta-feira (27) – 17h
Onde: Auditório Cícero Diniz – Centro Administrativo Municipal