sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Pesquisadores registram animal raro em Sorocaba



Pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) encontraram um exemplar macho da cuíca-de-três-listras, animal considerado muito raro, numa região de matas da zona norte de Sorocaba, a 92 km de São Paulo. O animal, semelhante a um ratinho de olhos grandes, orelhas redondas e listras na região dorsal, foi capturado terça-feira (7) num capão de mata fechada que está sendo pesquisada para abrigar o Parque Municipal Corredores de Biodiversidade. O biólogo Álvaro Fernando de Almeida, do departamento de zoologia da USP, classificou a descoberta como um marco para a biologia no Estado. "Achamos um tesouro", comparou.

Segundo ele, existem poucos registros da existência da espécie Monodelphis iheringi, nome científico do bicho, na América do Sul. A presença do animal numa região densamente habitada, próxima da rodovia Castelo Branco e vizinha da nova fábrica da montadora Toyota, foi considerada surpreendente pelo pesquisador. Segundo ele, é mais provável a existência do pequeno marsupial em regiões de mata densa, como a Amazônia. O biólogo é responsável pelo estudo de manejo ambiental do futuro parque.

O espécime, com 12,8 cm de comprimento, incluindo a causa de 4 cm, pesando apenas 22 gramas, caiu numa das armadilhas instaladas na mata.

O animal foi examinado, fotografado e solto em seguida. O biólogo acredita que pode haver outros da mesma espécie na região. A cuíca-de-três listras se alimenta de artrópodes, especialmente aranhas e gafanhotos, e ainda de pequenos frutos. Por ser espécie restrita e que se reproduz de forma lenta, está na lista de animais ameaçados de extinção (categoria vulnerável). A instalação do parque, que terá área de 70 hectares, será lançada dia 31 de março.

Fonte: Estadão
Postar um comentário