sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Ibama multa empresa responsável por construção de Belo Monte



O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) multou em R$ 7 milhões o consórcio Norte Energia S.A., responsável pela construção e operação da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA), por "atrasos constatados na implementação do Projeto Básico Ambiental (PBA)".

Além da multa, o Ibama notificou a empresa a elaborar plano de ação para regularizar o cronograma dos programas ambientais.

"A avaliação do Ibama refere-se ao período compreendido entre junho a outubro de 2011 e foi elaborada com base no 1º Relatório de Andamento do PBA, apresentado pela empresa em novembro", informou o órgão.

De acordo com o site de notícias G1, por meio de nota, a Norte Energia informou ter recebido a notificação no dia 15 e que "adotará os procedimentos administrativos cabíveis, inclusive interpondo recurso".

"A Norte Energia informa também que a referida notificação não implica em qualquer suspensão da licença de instalação, que continua válida, e que as obras e demais atividades do empreendimento seguem seu curso normal. Vale ressaltar que o próprio Ibama, na notificação, ressalvou que as desconformidades apontadas não implicam 'reflexos ambientais negativos'", destacou o consórcio.

Belo Monte é um dos maiores empreendimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).  Localizada no rio Xingu, no município de Vitória do Xingu (PA), Belo Monte será a segunda maior usina hidrelétrica do Brasil, atrás apenas da binacional Itaipu, e custará pelo menos R$ 19 bilhões, segundo o governo federal.

Fonte: G1
Postar um comentário