segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Década da Biodiversidade visa maior preservação de espécies



A Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou na semana passada, na cidade de Kanazawa, Japão, o início da Década da Biodiversidade  (2011-2020). Durante esses anos, a ONU quer implementar planos estratégicos de preservação da natureza e encorajar governos a desenvolver e comunicar resultados nacionais na implementação do Plano Estratégico para Biodiversidade.

“Garantir um verdadeiro desenvolvimento sustentável para o crescimento da família humana depende da diversidade biológica, dos bens vitais e dos serviços que ela nos oferece”, disse o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, em mensagem lida pelo Subsecretário-Geral para Comunicação e Informação Pública das Nações Unidas, Kiyo Akasaka.

Em sua própria declaração no lançamento da Década, Akasaka salientou que ecossistemas estáveis ​​têm a capacidade de criar empregos. "Apoiando-os, sustentamos o aumento de emprego", disse ele. "Com o mundo passando por uma explosão de jovens, o uso sustentável da biodiversidade não é uma abordagem ‘ecológica’ isolada, mas um pilar indispensável do desenvolvimento sustentável para as gerações futuras", completou Akasaka.

O Subsecretário-Geral da ONU ressaltou ainda que a capacidade humana será testada nessa década. “Não podemos reverter a extinção. Podemos, no entanto, prevenir a extinção futura de outras espécies. Para os próximos dez anos nosso comprometimento será de proteger mais de oito milhões de espécies e nossa sabedoria em contribuir com o equilíbrio da vida será posta à prova”, concluiu.

Para mais informações, acesse o site da Convention on Biological Diversity: 
Postar um comentário