terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Quadrinhos podem aprimorar ensino de biociências e saúde


As histórias em quadrinhos (HQ) podem ser uma ótima forma de incrementar o currículo de ciências naturais do ensino fundamental. A conclusão é da pesquisadora Cláudia Kamel, que aponta, em sua dissertação de mestrado, as HQ da Turma da Mônica, de Maurício de Sousa, como preciosos subsídios didáticos para introduzir, elaborar e complementar conhecimentos científicos. O trabalho intitulado Ciências e quadrinhos: explorando as potencialidades das histórias como materiais instrucionais foi apresentado ao programa de Mestrado em Ensino de Biociências e Saúde, do Instituto Oswaldo Cruz (IOC) da Fiocruz. Kamel selecionou as publicações de Maurício de Souza por serem as mais populares entre crianças de 5 a 14 anos de diversas camadas sociais em todo o país (segundo pesquisa do Instituto Datafolha em 2004). Das 392 revistas analisadas (que incluem títulos dos personagens Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e Chico Bento), 274 apresentavam referências aos tópicos ambiente, ser humano e saúde e recursos tecnológicos e fontes de energia, que integram os Parâmetros Curriculares Nacionais, sendo o tema ambiente o mais citado (em um total de 162 revistas).


Fonte: Portal Fiocruz

Leia matéria na íntegra: Agência Fiocruz de Notícias