sexta-feira, 20 de julho de 2018

Processo Seletivo Prefeitura de Itaúna



A prefeitura de Itaúna, no Centro-Oeste de Minas Gerais, está com inscrições para processo seletivo simplificado para o cargo de Analista Ambiental.

Para participar, é preciso ter pelo menos a graduação e registro no Conselho de Classe.

As inscrições vão até 25 de julho e só podem ser realizadas de segunda à sexta-feira, das 8h às 16h no SINE, no centro de Itaúna.

Mais informações em: https://goo.gl/HTmKV8.

Doutorado no INPA



O Instituto Nacional de Pesquisas de Amazônia (INPA) está com inscrições abertas para doutorado em Genética, Conservação e Biologia Evolutiva.

Ao todo, são 10 vagas com bolsa, sendo 06 para início em agosto e 04 para outubro.

As inscrições vão até 31 de agosto e só podem ser feitas pela internet. A íntegra do edital em:

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Mestrado e doutorado para pessoas com deficiência e indígenas na UFMG


Vão até 25 de julho as inscrições para mestrado e doutorado para pessoas indígenas e com deficiência no programa de pós-graduação em Fisiologia e Farmacologia na UFMG.

Ao todo, são 04 vagas, sendo 02 para mestrado (01 para indígenas e 01 para pessoas com deficiência) e 02 para doutorado, com a mesma divisão.

As provas do processo seletivo estão marcadas para agosto. O edital está disponível em: https://goo.gl/E4ftrj.

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Concurso: Prefeitura de Santa Luzia


O edital do concurso público da Prefeitura de Santa Luzia, na região metropolitana, prevê duas vagas para o cargo de biólogo. O salário inicial é de R$2.620,50 para a carga horária de 40 horas semanais.

O cargo exige graduação em Ciências Biológicas e registro ativo no conselho de classe. As inscrições começam no dia 12/09 e vão até 15/10, com valor de R$80,00. As provas estão marcadas para o dia 25/11.

A íntegra do edital, que inclui a descrição das atividades e o conteúdo programático, está disponível em: https://goo.gl/akfDgh.

Análise: Biólogo e o piso salarial


O Grupo Preservando a Profissão/Biólogo, que se organiza por meio de uma página e um grupo no Facebook em prol de pautas de interesse dos biólogos, publicou uma análise da situação do piso salarial da categoria. Confira:

---

As Instruções Normativas CFBio Nº 04/2007 e 09/2010 tratam de assunto fundamental para todos os biólogos, os valores de honorários e os valores de salário base. Ainda que a profissão seja regulamentada desde 1979 (Lei Nº 6.684) não existe até o exato momento um piso salarial regulamentado para a classe, o que gera situações onde o biólogo se sujeita a trabalhos onde o pagamento é muito abaixo do esperado.

Os honorários propostos para nossa classe são regulamentados segundo a Instrução Normativa CFBio Nº 04/2007 (https://bit.ly/2JjSDhE). Para cada nível de experiência o valor aumenta (Júnior 1, Júnior 2, Pleno, Sênior), uma vez que é proposta a correção anual dos valores segundo o Índice Geral de Preços do Mercado (IGPM). Alguns sindicatos disponibilizam os valores propostos atualizados para ano atual. Em seu site o Sindicato dos Biólogos do Distrito Federal (SINDBIO-DF) disponibiliza os valores referente a 2017 assim como propõe mais dois níveis de experiência, Master e Especialista, e valores para CLT (Figura 1).



O salário base por sua vez é estipulado segundo a Instrução Normativa CFBio 09/2010 (https://bit.ly/2NLqPpX). A mesma em seu Art. 1 determina: “Estabelecer a título de recomendação como salário-base mínimo para o Biólogo o valor referente a seis salários mínimo vigentes no país, a fim de que não se perpetue a distorção existente no mercado de trabalho”. Considerando o valor salário mínimo atual, R$ 954,00, temos que o salário base de um biólogo deveria ser R$ 5.724,00,  infelizmente uma realidade muito distante para vários colegas. Salientamos que segundo a instrução essa proposta não cabe a profissionais de órgãos públicos conforme Resolução n° 12, de 07 de Junho de 1971 (https://bit.ly/2zz6XmF).

Qualquer biólogo sabe que a realidade é bem distinta do que essas instruções propõe ou até mesmo o sindicato sugere. Infelizmente ainda são escassas as empresas ou órgãos públicos que valorizam realmente a nossa profissão. Aqui nesta página recentemente denunciamos oito prefeituras que oferecem remuneração para biólogo não superior a dois salários mínimos (https://bit.ly/2NOYAqq e https://bit.ly/2zBjw0Q), além de outros casos como exclusão da nossa classe, salários iguais a de cargos de nível médio ou técnico e etc.  Na esfera privada já ficou claro o recurso que algumas empresas vem usando para contratar biólogos segundo o preço que ela quiser. O uso de “cargos” cujo nome necessariamente não remetam exclusivamente ao biólogo (Analista Ambiental, Analista Clínico, Fiscal Ambiental, Fiscal Sanitário) e a obriguem a pagar algum valor estipulado por normatização. No âmbito do ensino não precisamos nem nos aprofundar para dizer o quão desvalorizado está a situação dos professores.

Uma tentativa de alterar essa situação lastimável da nossa classe foi a criação do Projeto de Lei 5755/2013 assinado pelo Deputado Danrlei de Deus Hinterholz (https://bit.ly/2HNW1Fw). Esse projeto dispõe sobre a jornada, condições de trabalho e piso salarial dos biólogos, incluindo propostas como uma jornada de trabalho de 30 horas semanais e um piso salarial de 5,0 salários mínimos. Considerando que somos mais de 80 mil profissionais no Brasil, como frisado no projeto, é fundamental que o mesmo vire lei e garanta direitos mínimos para a nossa profissão e que dessa forma tenhamos presenciar situações desrespeitosas.

A última notificação desse projeto ocorreu em 12/04/2018 onde houve o parecer favorável do relator. Tal fato ocorreu após a ação de pressão por parte dos Conselhos e Sindicatos pedindo a retomada do assunto. Atualmente o projeto se encontra pronto para ser colocado em pauta na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC). Essa continuação da tramitação do projeto dependerá muito ainda da pressão da nossa classe, caso queira conferir um material que produzimos sobre o assunto e sugestões de ações acesse esse link: http://bit.ly/2NcUXZX.

Além do projeto de lei é fundamental nós mesmos biólogos sermos éticos, profissionais e valorizarmos a nossa profissão. Ainda que errado vemos ou sabemos histórias de colegas que sujeitam ou fazem coisas totalmente condenáveis, como falsificar dados, assinar documentações por outro profissional, identificar espécies por fotos, omitir informações, sendo tudo isso em prol de um bom pagamento. Temos também colegas que sujeitam a honorários extremamente baixos, seja por desconhecimento dessas instruções normativas ou por próprio desespero devido a falta de dinheiro.

Essas situações expostas infringem a Resolução Nº 2, de 5 de Março de 2002, o Código de Ética do Profissional Biólogo (http://bit.ly/2uv0KCx), e acima disso prejudicam todos os profissionais da classe. Sabemos muito bem que essa prática de valores de remuneração baixos não ocorre somente por que empresas ou órgãos querem pagar pouco, mas também por que existem biólogos que se sujeitam a essa prática e dessa forma contribuem para que toda uma classe seja desvalorizada.

Vale frisar que uma instituição fundamental para garantir os nossos direitos trabalhistas assim como lutar pelo reconhecimento dos mesmos é o sindicato. Todavia vemos que os sindicatos vem sofrendo um sucateamento por dois fatores principais que chamam a atenção: reforma trabalhista – acabou com a obrigatoriedade da contribuição sindical, o que diminuiu os recursos e dificultou a manutenção; desinteresse da classe – muitos colegas desconhecem a importância do sindicato ou não acreditam no mesmo, com isso esse se torna mais enfraquecido e por vezes esquecidos. Esse cenário contribui para desvalorização da profissão e perpetuação dos casos onde salário do biólogo é inferior ao de outras classes de mesmo nível.

Por fim acreditamos que seja fundamental fazermos de tudo para seguirmos as Instruções Normativas CFBio Nº 04/2007 e 09/2010, possibilitando assim que nossa classe não seja desvalorizada. Além disso devemos apoiar o PL 5755/2013 que não só garante o piso salarial mas também outros pontos cruciais e mínimos para atuarmos. Por último e não menos importante temos também de saber nos valorizarmos e não nos sujeitarmos a situações degradantes e nos vendermos por um bom pagamento, lembrar que isso além de infringir o Código de Ética do Profissional Biólogo, afeta toda uma classe de profissionais.

Curso gratuito: Ministério do Meio Ambiente



O Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente está com inscrições abertas para 10 cursos a distância. 

São 20 mil vagas para capacitação em temas como unidades de conservação, sustentabilidade, água, educação ambiental e gestão de resíduos sólidos.

Os cursos são gratuitos e realizados no ambiente virtual de aprendizagem do Ministério do Meio Ambiente. O prazo para inscrição é 23/07 e a previsão é que as aulas comecem já no dia 24/07. 

Mais informações em: https://goo.gl/rLHm2X.

terça-feira, 17 de julho de 2018

Processo seletivo GEF Paisagens Sustentáveis da Amazônia



O projeto GEF Paisagens Sustentáveis da Amazônia, coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente e com colaboração do Brasil, Colômbia e Peru, está com cargos abertos. As inscrições vão até o dia 27 de julho.

São 03 vagas: 01 para coordenador de projeto com foco em monitoramento e avaliação e 02 para coordenador de projeto, sendo 01 no Amazonas e Pará e 01 para atuação no Acre e Rondônia.

Os interessados devem enviar currículo, carta de intenção e pretensão salarial para o e-mail rh@conservacao.org. Informações em: https://goo.gl/DyzUDS.

Especialização em Farmacologia na UFMG



O departamento de Farmacologia da UFMG está com inscrições abertas para curso de pós-graduação lato sensu. A especialização tratará das subáreas temáticas: farmacocinética, farmacodinâmica, farmacologia dos sistemas e quimioterapia.

A capacitação será ministrada por professores do Departamento de Farmacologia do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG e convidados com grau mínimo de mestre. O curso é dividido em 13 disciplinas, com carga horária total de 375 horas-aula, que serão realizadas quinzenalmente durante um ano e meio.

 O investimento é de R$ 10.570,68 ou 18 parcelas de R$587,26. E o processo de seleção consiste em análise de currículo e do histórico escolar, além de entrevista individual. Inscrições em: https://goo.gl/23xDd9

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Curso gratuito: Uso de tecnologias de sequenciamento de Flavivirus



O Programa Interunidades de Pós-graduação em Bioinformática da UFMG está com inscrições abertas para o curso "Uso de tecnologias de sequenciamento de nova geração na vigilância genômica de Flavivirus emergentes e identificação de novos vírus circulantes".

O curso é estruturado em 48 horas de aulas práticas (60%) e 32 horas de aulas teóricas (40%). A inscrição é gratuita, mas as vagas são limitadas. A capacitação é dirigida tanto a estudantes de pós-graduação quanto a pesquisadores de instituições brasileiras e latino-americanas interessados em Flavivírus transmitidos por mosquitos vetores, como os virus da zika, febre amarela, chikungunya e dengue.

As aulas ocorrerão de 06 a 17 de agosto, no campus Pampulha da UFMG. As inscrições devem ser solicitadas pelo e-mail vascoariston@gmail.com. Mais informações: https://goo.gl/wK4Brp.

V Simpósio de Microbiologia da UFMG



Será realizado nos dias 5 e 6 de setembro o V Simpósio de Microbiologia da UFMG. O tema da edição será "Desafios atuais no Enfrentamento de Doenças Microbianas".

O evento contará com diversas palestras de profissionais envolvidos no assunto, além de apresentações orais e em formato de pôster de trabalhos selecionados. O período de submissão de resumos vai até 05 de agosto.

As inscrições também estão abertas e têm valor especial se efetuadas até domingo, dia 15 de julho. Mais informações: https://goo.gl/1qGFif.

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Exibição do documentário "O veneno está na mesa" em BH



A Escola de Saúde Pública de Minas Gerais fará exibição do documentário "O veneno está na mesa", de Silvio Tendler, seguida de uma roda de conversa sobre o tema. O evento ocorre na próxima sexta, dia 13, às 14h.

Participarão do debate Edmar Gadelha, assessor da Emater; Marcelo Almeida, integrante da Articulação Metropolitana de Agricultura Urbana; e Laura Gomes, educadora em Agroecologia.

A participação é gratuita e haverá emissão de declaração de participação. O evento será no auditório da Escola, na av. Augusto de Lima, 2061 - Barro Preto - Belo Horizonte.


XXIX Prêmio Jovem Cientista


Estão abertas as inscrições para o XXIX Prêmio Jovem Cientista com o tema: "Inovações para Conservação da Natureza e Transformação Social". A premiação consiste em mais de R$ 1,2 milhão, entre valores em espécie, computadores portáteis, troféus, diplomas e bolsas de estudo do CNPq (Iniciação Científica, Mestrado, Doutorado e Pós-doutorado).

As inscrições vão até 31 de julho. Todas as informações sobre o Prêmio: categorias, linhas de pesquisa e regulamento podem ser encontrados no site: https://goo.gl/9XwdSs.


III Seminário de Enfrentamento ao Aedes aegypti em Itumbiara


A Prefeitura Municipal de Itumbiara-GO promove, entre 14 e 16 de agosto, o III Seminário de Enfrentamento ao Aedes aegypti e o II Seminário de Controle Vetorial. O objetivo do seminário é capacitar os profissionais de saúde pública e trazer inovações relacionadas ao controle vetorial.

As inscrições são gratuitas, mas as vagas são limitadas. Mais informações e inscrições: https://goo.gl/wFbeiL.


terça-feira, 10 de julho de 2018

Curso "Tratamento de esgotos: fundamentos e tecnologias" em BH


Será realizado em Belo Horizonte, nos dias 21 e 22 de setembro, o curso "Tratamento de esgotos: fundamentos e tecnologias". A capacitação será conduzida pelo biólogo sanitarista André Baxter Barreto.

O curso tem por objetivo instrumentar profissionais da área de saneamento e meio ambiente com os conhecimentos necessários para o entendimento global sobre os processos de geração e tratamento de esgotos.

A capacitação é voltada para planejadores, gestores e técnicos envolvidos com a área de saneamento e meio ambiente, além de estudantes interessados em atuar na área. O valor das inscrições vai de R$190,00 a R$300,00.

Mais informações: https://goo.gl/aM26so.


quarta-feira, 4 de julho de 2018

II Conferência Brasileira de Restauração Ecológica em BH



Foi prorrogado até 31 de julho o prazo para a submissão de resumos da II Conferência Brasileira de Restauração Ecológica - SOBRE2018. O evento ocorre em Belo Horizonte, de 21 a 23 de novembro.

O tema da SOBRE2018 será “Ganho de escala da restauração ecológica no Brasil” e as propostas devem estar conectadas a essa temática. 31 de julho também é a data limite para inscrições do segundo lote. Para saber mais sobre o evento, acesse: https://goo.gl/sJn2PY.

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Ietec oferece cursos na área de Meio Ambiente



Estão abertas as inscrições para a Pós-graduação do Ietec em Gestão e Tecnologia de Resíduos e Efluentes, com início em 01 de agosto. O curso está sendo ofertado com 30% de desconto.

Além da Especialização, o Ietec também oferece cursos ágeis, como “Tratamentos de Esgotos e Efluentes Industriais”, com início em 16 de julho, e “Licenciamento Ambiental Municipal em Minas Gerais”, com início em 20 de agosto.

Mais informações: https://goo.gl/mPE4Xs.

Vaga para projeto do ICAS em Campo Grande



O Instituto de Conservação de Animais Silvestres (ICAS) está contratando um educador para atuar no Plano Estratégico de Educação e Comunicação dos Programas de Conservação do Tatu-Canastra e Tamanduá-Bandeira.

São competências obrigatórias proficiência em português e inglês; graduação em Ciências Biológicas, Gestão Ambiental, Pedagogia, Ciências Sociais ou áreas afins; disponibilidade para residir em Campo Grande (MS); experiência na área educacional com crianças e jovens; experiência no desenvolvimento de projetos comunitários; e habilidades em escrita e apresentação oral.

Os currículos devem ser enviados para o e-mail casconservation@gmail.com até o dia 25 de julho. Outros requisitos desejáveis podem ser encontrados no edital da vaga: https://goo.gl/jeQNJf.

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Especialização em Saneamento Ambiental na UFT



A Universidade Federal do Tocantins lançou edital de sua especialização em Saneamento Ambiental. As inscrições ocorrerão nos dias 19 e 20 de julho.

Serão 50 vagas, distribuídas por meio da análise de currículo, que levará em conta os seguintes critérios: (I) formação acadêmica; (II) participação em eventos de caráter científico; (III) experiência e atuação pertinentes à temática do curso; (IV) titulações.

O valor da matrícula e das mensalidades é de R$320,00. Mais informações: https://goo.gl/Svc7oB.

II Simpósio de Microscopia no Cerrado



A UFG sediará, de 05 a 08 de agosto, o II Simpósio de Microscopia no Cerrado. O evento tem por objetivo principal a difusão do conhecimento em microscopia e o intercâmbio científico entre as Instituições de Ensino Superior, centros de pesquisa e empresas da região Centro-Oeste com grupos já consolidados de outras regiões do país.

A programação contará com minicursos, mesas redondas, palestras e sessões de pôster. As inscrições  já estão abertas e têm desconto se efetuadas até dia 01 de julho.

Acesse o site do evento: https://goo.gl/zATavM.

Diálogos com o Sisema


O Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos promove, no dia 04 de julho, mais uma edição do "Diálogos com o Sisema". O tema será "Municipalização: uma estratégia para a gestão ambiental".

O encontro objetiva divulgar e esclarecer as condições estabelecidas para que os municípios exerçam suas atribuições originárias de licenciar e fiscalizar atividades ou empreendimentos que possam causar impacto ambiental de âmbito local.

O evento ocorre no auditório do mezanino da Rodoviária de BH. O horário é de 15h30 às 18h30. Inscrições: https://goo.gl/GYDuxy.