quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

CURSOS E EVENTOS CBCN








segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Curso Biomassa, Biocombustíveis e Bioenergia.




IEPG em parceria com as Faculdades Oswaldo Cruz realizará o Curso de Extensão em Biotecnologia, que será ministrado pelo conceituado Professor Dante Moraes.
 Tema: Biomassa, Biocombustíveis e Bioenergia.
Local: IEPG Pós-Graduação – Av. T63 Nº. 1351, Setor Nova Suíça, Goiânia-Go
Dia: 06/02/2015
Horário: 13:00hrs ás 17:00hrs – 04 Horas
Taxa de inscrição: R$50,00
Link para inscrição: http://goo.gl/forms/2D9Qt6tG4V
Fone: (62) 3242-2040


Resposta ao Ofício CRBio-04 n° 022/2015‏



Atendendo ao solicitado no Ofício CRBio-04 n° 022/2015, de 14 de janeiro de 2015, informamos que, a banca examinadora do Processo Seletivo Simplificado para Professor Substituto, área/atuação Gestão Ambiental, Edital 03/2015, retificou a habilitação exigida para o cargo, tendo em vista os motivos apresentados no ofício, conforme anexo.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Pós-Graduação Universidade Federal do Paraná




A Universidade Federal do Paraná está com as inscrições abertas para as Pós-Graduações a distancia nas áreas do Agronegócio, Ambiental e Florestal. Venha fazer parte da mais renomada Universidade do Brasil.




quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Manifestação - Nota de Apoio





Nota de apoio da comunidade científica à Portaria 445/2014, que trata das espécies de Peixes e Invertebrados Aquáticos brasileiros Ameaçados de Extinção.

Desde 2008, o Ministério do Meio Ambiente vem conduzindo a atualização da Lista Oficial de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção. Nesse processo, cuja etapa principal de diagnóstico foi encerrada apenas em novembro do ano passado, cerca de 1.300 pesquisadores de instituições nacionais e estrangeiras levantaram informações, muitas delas inéditas, sobre a taxonomia, distribuição geográfica, ecologia, principais ameaças e o estado de conservação de 12.256 espécies, incluindo todos os aproximadamente 10.000 vertebrados conhecidos do Brasil. A publicação das Portarias Nos. 444 e 445 em 17 de dezembro de 2014 representa o ápice desse processo, com a indicação de 1.173 espécies de animais como ameaçadas de extinção. A avaliação do estado de conservação das espécies seguiu as diretrizes da “União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN)”, cujos métodos de análise são amplamente reconhecidos internacionalmente, subsidiando a política conservacionista de diversos países. Esses métodos baseiam-se na aplicação de critérios claros e precisos, os quais são balizados no conhecimento técnico de profissionais altamente qualificados. Na última semana, entidades vinculadas ao setor pesqueiro têm questionado tanto a validade quanto os critérios utilizados para a inclusão de algumas espécies no Anexo I da Portaria 445, a qual regulamenta as atividades de captura e uso de 409 espécies de peixes e 66 invertebrados aquáticos. Nesse contexto, ressaltamos que críticas que sugerem uma suposta “carência” de conhecimento biológico pertinente durante as avaliações, ou uma falta de qualificação dos profissionais envolvidos no processo, são totalmente infundadas, tendo em vista a seriedade do trabalho executado e o alto grau de precisão técnica sobre a qual essa lista está baseada. Entendemos que a revogação da Portaria 445/2014 ou a alteração da lista publicada no Anexo I, sem o aporte de novas informações biológicas pertinentes, representaria um desrespeito a um trabalho reconhecido internacionalmente como exemplar, fundamentado no conhecimento de centenas de pesquisadores qualificados que, através de um trabalho minucioso e de qualidade, aportaram e tornaram públicas informações inéditas sobre a biodiversidade brasileira. Adicionalmente, a revogação dessa portaria seria um retrocesso à conservação da fauna brasileira, tendo em vista que o processo conduzido pelo MMA desde meados da década passada subsidiará as principais ferramentas de gestão do patrimônio natural do país no futuro próximo. Dessa forma, manifestamos nosso total e irrestrito apoio à Ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, em prol da manutenção da Portaria 445/2014.



Essa nota é endossada pelos seguintes pesquisadores:
Aléssio Datovo da Silva - Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (MZUSP) - Especialista em peixes (Actinopterygii) continentais
Carla Natacha M. Polaz – CRBio 054055/01-D Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) - Ponto focal e especialista em peixes (Actinopterygii) continentais
Carla Simone Pavanelli CRBio 009314/07-D - Universidade Estadual de Maringá (UEM) - Coordenadora de peixes (Actinopterygii) continentais
Carlos Bernardo M. Alves CRBio 008844/04-D - Projeto Manuelzão, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) - Especialista em peixes (Actinopterygii) continentais
Carlos Eduardo Leite Ferreira CRBio 048024/02-D - Universidade Federal Fluminense (UFF) - Especialista em peixes (Actinopterygii) marinhos
Cláudio Gonçalves Tiago CRBio 001254/01-D - Centro de Biologia Marinha, Universidade de São Paulo (CEBIMAR/USP) - Especialista em invertebrados marinhos
Fabio Di Dario - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Coordenador de peixes (Actinopterygii) marinhos
Fabio Vieira – CRBio 012036/04-D  Centro de Transposição de Peixes/Coleção de Peixes (UFMG) - Coordenador de peixes (Actinopterygii) continentais
Flavia Lucena Frédou - Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) - Coordenadora de peixes (Actinopterygii) marinhos
Flávio César Thadeo de Lima - Museu de Zoologia da Universidade Estadual de Campinas (ZUEC) - Especialista em peixes (Actinopterygii) continentais

Francisco Marcante Santana Da Silva - Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) - Especialista em peixes (Elasmobranchii) marinhos
Helena Matthews-Cascon CRBio 000178/05-D – Universidade Federal do Ceará (UFC) – Coordenadora de moluscos marinhos
Jean Christophe Joyeux - Universidade Federal do Espírito Santo - Especialista em peixes (Actinopterygii) marinhos
João Luiz Gasparini CRBio 042465/02-D - Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) - Especialista em peixes (Actinopterygii) marinhos
Lucia Rapp Py-Daniel - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) - Coordenadora de peixes (Actinopterygii) continentais
Luciano Gomes Fischer - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Especialista em peixes (Actinopterygii) marinhos
Maria Elina Bichuette CRBio 047029/01-D - Universidade de São Carlos (UFSCar) - Coordenadora de peixes (Actinopterygii) troglóbios
Marcelo Antonio Amaro Pinheiro CRBio 010256/01-D - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) - Coordenador de crustáceos
Marcelo Ribeiro de Britto CRBio 021712/02-D - Universidade Federal do Rio de Janeiro/Museu Nacional (MNRJ) - Especialista em peixes (Actinopterygii) continentais
Marcelo Tognelli - União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN)
Marcelo Vianna CRBio 012466/02-D - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Especialista em peixes (Actinopterygii) marinhos
Maurício Hostim Silva CRBio 008444/02-D - Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) - Especialista em peixes (Epinephelidae e Lutjanidae) marinhos
Michael Maia Mincarone - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Coordenador de peixes (Actinopterygii) marinhos
Paulo Andreas Buckup CRBio 000063/02-D - Universidade Federal do Rio de Janeiro/Museu Nacional (MNRJ) - Especialista em peixes (Actinopterygii) continentais
Paulo Cesar de Paiva - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Especialista em invertebrados marinhos
Roberto Esser dos Reis CRBio 001159/03-D - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) - Coordenador de peixes (Actinopterygii) continentais
Rosangela Paula Teixeira Lessa - Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) - Coordenadora de peixes (Elasmobranchii) marinhos

Sonia Barbosa dos Santos CRBIO 007818/02-D - Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) - Coordenadora de moluscos continentais

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Caçadores-coletores da África seriam grupo humano mais populoso




Novas informações sobre a história da população de seres humanos foram reveladas por uma análise detalhada de uma equipe científica internacional que estudou o material genético de integrantes de comunidades de caçadores-coletores na África Austral. Ao comparar quase todos os genes desses indivíduos com os genomas de 1.462 pessoas de todo o mundo, os cientistas descobriram que essas comunidades Khoisan (alguns se denominam bosquímanos) constituíram a maioria dos seres humanos que formaram a população humana nos últimos 150 mil anos.

Para mais informações, acesse: http://www.unesp.br/portal#!/noticia/16112/cacadores-coletores-da-africa-seriam-grupo-humano-mais-populoso/


IPOG - MBA Perícia, Auditoria e Gestão Ambiental.




Curso de Especialização em Gerenciamento de Recursos Hídricos




O curso de Especialização em Gerenciamento de Recursos Hídricos tem como objetivo especifico a formação de especialistas em gerenciamento de Recursos Hidricos. Busca-se o fortalecimento e a capacitação de profissionais de nível superior com atuação na área de Recursos Hídricos para que possam interferir em questões relacionadas à degradação dos recursos naturais. Complementarmente, o curso pretende fornecer informações sobre as normas e procedimentos necessários à gestão dos Recursos Hídricos e sua interface no que diz respeito ao uso e ocupação do solo, saneamento e meio ambiente.










quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Instituto de Pesquisa em Bioenergia é inaugurado em Rio Claro




O Instituto de Pesquisa em Bioenergia (IPBEN) foi inaugurado na quinta-feira (4/12), em Rio Claro (SP), com a missão de coordenar e impulsionar as pesquisas em bioenergia realizadas nos diversos câmpus da Unesp.

Confira a matéria completa aqui.




segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Embriologia Humana e Biologia do Desenvolvimento








Adotado nas principais universidades do Brasil, “Carlson” tem 5ª edição lançada no país com imagens inéditas para melhor compreensão das anormalidades e conteúdo baseado nas mais atuais descobertas científicas 





Depois de dez anos do lançamento pela primeira vez no Brasil, a Elsevier traz a nova edição do guia completo da biologia do desenvolvimento humano, adotado nas disciplinas de Embriologia Clínica e Básica das principais universidades do país: Embriologia Humana e Biologia do Desenvolvimento.
Diferentemente dos livros disponíveis no mercado, este traz uma abordagem contemporânea da embriologia humana, apresentando não apenas os aspectos descritivos “clássicos” da disciplina, mas também suas bases celulares e moleculares, resultado dos avanços recentes da área; ensina o desenvolvimento embrionário de modo completo e em profundidade, desde a fecundação até a formação completa dos órgãos do ser vivo - uma abordagem morfológica, genética e molecular.

Casos clínicos e quadros de correlações clínicas estão ao longo do texto para compreensão das manifestações de anormalidades do desenvolvimento, e também inéditas e belíssimas ilustrações que incluem fotos clínicas sobre malformações congênitas e eletromicrografias de varredura de embriões humanos. A obra fornece ainda acesso ao site Student Consult em português (www.studentconsult.com.br), que contém ilustrações coloridas para download e vídeos animados de processos de desenvolvimento selecionados, além de perguntas para revisão, com respostas.

Embriologia Humana e Biologia do Desenvolvimento tem autoria do Dr. Bruce M. Carlson,
professor emérito do Departmento de Biologia Celular e do Desenvolvimento da Universidade de Michigan, pioneiro no campo da regeneração em mamíferos e autor de mais de dez livros sobre embriologia e regeneração. Ele é ex-presidente da Associação Americana de Anatomistas e da Associação de Anatomia, Biologia Celular e Neurobiologia e, ainda, ganhador dos prêmios “AAAS Newcomb-Cleveland”, “Henry Gray”, da Associação Americana de Anatomista, e “Elizabeth Crosby”, da Universidade de Medicina de Michigan.

Nesta 5ª edição, o autor conta com a colaboração do
Dr. Piranit Nik Kantaputra, do Departamento de Ortodontia e Odontopediatria da Universidade Chiang Mai, na Tailândia, que escreveu sobre uma nova correlação clínica nas anomalias dentais, reunindo uma coleção delas que apresentam base genética.  Todos os capítulos cobrem questões importantes e atuais da biologia do desenvolvimento, como aquelas presentes em pesquisas de ponta nas áreas da Biologia da Reprodução, Reprodução Assistida, Teratogênese, malformações e estruturas derivadas da crista neural.

"Esta é uma excelente ponte entre o conteúdo da anatomia e da prática clínica. As vinhetas são grandes e as imagens do livro estão disponíveis para download . Poderia tornar-se um best-seller, pois seu conteúdo e apresentação são excelentes e o material disponível na internet é muito bom” - BMA Book Awards 2009



Embriologia Humana e Biologia do Desenvolvimento
|Autor: Dr. Bruce M. Carlson
|Colaborador: Dr. Piranit Nik Kantaputra
|Editora: Elsevier
|Formato: 21x27cm        |Páginas: 520       |Preço: 279,00

Leia e faça download da introdução e trechos de capítulos do livro:
http://issuu.com/elsevier_saude/docs/e-sample_carlson